Os investidores conservadores sempre buscam a renda fixa como uma forma de se investir correndo poucos riscos. Porém na hora de investir muitos ficam em dúvida se devem optar por títulos pré-fixados, pós-fixados ou mesmo atrelados à inflação. Para que você não tenha mais este tipo de dúvida preparei este material com os principais tipos de investimento em renda fixa. Vem comigo.

Investimentos de Renda Fixa
Investimentos de Renda Fixa

Investimentos Pré-fixados

Vamos começar com o mais simples dentre os tipos de investimento em renda fixa, os pré-fixados. Investimentos pré-fixados são aqueles que já têm uma rentabilidade definida. Normalmente este tipo de investimento apresenta o valor pré definido no valor em que ficará aplicado ou mesmo o valor final que retorna para o investidor (como o tesouro pré-fixado). Esta modalidade de investimento é muito comum e pode ser encontrada no Tesouro Direto, CDBs, LCIs, Debêntures e na grande maioria dos tipos de investimento em renda fixa.

Vantagens

A grande vantagem dos títulos pré-fixados está em conhecer de forma antecipada exatamente o valor que você irá receber ao término do investimento. Sabendo antecipadamente o valor que será resgatado ao final do investimento, é muito mais fácil planejar o próximo passo. Este tipo de investimento é excelente, por exemplo, para quem tem dinheiro para comprar um bem mas gostaria de pagar em um período futuro. Imagine que você comprou um imóvel na planta que custa R$ 500.000,00. Você pode dar um sinal de negócio e deixar os R$ 450.000,00 aplicados até o final da obra. Desta forma o imóvel irá custar mais barato para você.

Desvantagens

A grande desvantagem dos títulos pré-fixados é a sua liquidez. Normalmente quanto falamos deste tipo de investimento, é comum que o resgate ocorra apenas na data pré estabelecida. Se você precisar liquidar seu investimento (transformar em dinheiro) você pode perder significativamente a remuneração. Já quando falamos de títulos pré-fixados do Tesouro Direto o risco é que uma oscilação na taxa de juros pode acarretar prejuízos no curto prazo com a variação do preço a mercado (veremos mais sobre este assunto em outro artigo).

Quanto escolher

Há dois cenários que investir em títulos pré-fixados é uma boa alternativa. O primeiro e mais óbvio, é quando você precisa saber com exatidão quanto você receberá em uma data futura. A outra alternativa é quando há indícios de que a taxa de juros (SELIC) deve se manter estável ou ser reduzida. Desta forma você garante uma rentabilidade acima da média do mercado. 

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Investimentos Pós-fixados

Os investimentos pós fixados são aqueles em que você só sabe o quanto eles vão render no final do investimento. Este tipo de investimento é atrelado a alguma taxa do mercado como por exemplo o CDI ou a taxa SELIC. Assim como na modalidade pré-fixada, esta modalidade de remuneração é comum no Tesouro SELIC, CDBs, LCIs, Debêntures e outros títulos de renda fixa.

Vantagens

Quanto comparados aos investimentos pré-fixados, os pós-fixados costumam apresentar maior liquidez, ou seja, é mais fácil realizar o resgate. Dessa forma, se você precisar realizar um resgate antecipado, o risco de haver perdas é muito próximo a zero. Um exemplo é o investimento no Tesouro SELIC com vencimento para 2023. Se você investir hoje e precisar resgatar em 45 dias não haverão perdas. 

Desavantagens

O ponto positivo na comparação dos investimentos pós-fixados frente aos pré-fixados é a maior liquidez, em compensação se não houver oscilação na taxa de juros a rentabilidade dos investimentos pós-fixados é inferior a dos pré-fixados, justamente porque o seu risco é menor. A outra desvantagem é que em um título longo é difícil mensurar o retorno do investimento com maior precisão, uma vez que o índice de remuneração pode sofrer variação no longo do tempo.

Quando escolher

Há alguns cenários que os títulos pós-fixados possuem condições favoráveis. O primeiro deles seria para momentos em que você precisa fazer um resgate antecipado. O Tesouro SELIC é um ótimo lugar para deixar investida a sua reserva de emergência. Os investimentos pós-fixados são muito úteis também quando há uma expectativa de que a taxa SELIC vá subir. Desta forma quando a taxa subir (o seu investimento que é atrelado a taxa) também terá um acréscimo na remuneração.

Investimentos Atrelados a Inflação

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Os último dos tipos de investimento em renda fixa é o atrelado a inflação. Este é uma espécie de título misto porque mistura características dos investimentos pré-fixados e dos investimentos pró-fixados. Ao acessar o site do Tesouro Direto e verificar a remuneração do tesouro IPCA fica fácil constatar essa afirmação. Você verá que o título paga hoje 5,41% ao ano (característica pré-fixada) mais a correção do IPCA (característica pós-fixada). Este tipo de título misto é mais difícil de ser encontrado e os principais exemplos são o Tesouro IPCA, Debêntures e alguns raros CDBs.

Vantagens

A principal vantagem deste tipo de investimento é que seu patrimônio terá um acréscimo real (acima da inflação). De forma simples podemos afirmar que este é o único tipo de investimento que garante uma rentabilidade real acima da inflação porque além da taxa de juros o título paga também a correção da inflação. Um título pré-fixado pagando 10% ao ano pode ter uma rentabilidade real negativa se a inflação chegar a 10% no ano (no investimento temos a despesa com imposto de renda).

Desvantagens

Não chega a ser uma desvantagem mas uma característica negativa deste tipo de investimento é que geralmente são de longuíssimo prazo. No tesouro IPCA + por exemplo há títulos com vencimento em 2045 e 2050. É justamente este prazo alongado que deixa este investimento suscetível a variações no decorrer de sua vida útil. Como até 2045 temos 27 anos diversas oscilações na taxa SELIC ocorrerão influenciando a parte pré fixada do título e ocasionando oscilações no preço de mercado.

Quando escolher

A escolha pelos tipos de investimento em renda fixa com remuneração atrelada a inflação é excelente em duas situações. A primeira quando o objetivo é elevar o patrimônio com a segurança de uma rentabilidade real acima da inflação. A segunda e mais importante é quando seu objetivo é formar uma reserva de capital a longo prazo (como a aposentadoria).  O efeito dos juros compostos e a correção da inflação por um período de 27 anos (pagando o imposto de renda apenas após esse prazo) pode ser uma forma incrível de aumentar seu patrimônio e garantir a velhice.

Como você viu neste artigo sobre os tipos de investimento em renda fixa não existe algo melhor ou pior e sim o investimento mais adequado aos seus objetivos como investidor.

Estudando para uma certificação financeira? Venha participar do nosso grupo no Telegram. Temos grupos para todas certificações financeiras. Basta clicar aqui.

Gostaria de aprender a investir melhor? Conheça nosso curso de tesouro direto e pare de perder dinheiro no banco.