O assessor de investimentos, também conhecido como agente autônomos de investimentos, estão sendo cada vez mais disputados pelas corretoras.

A profissão de agente autônomo é uma das que mais cresce no Brasil, possibilitando o ingresso de profissionais em início de carreira e uma aposta para aqueles que querem fazer transição e ingressar no mercado financeiro.

O que faz um Assessor de investimentos

Como o próprio nome já diz, Agente Autônomo de Investimentos (AAI), é um especialista em investimentos. O dia a dia do trabalho de AAI é fazer o intermediário entre seus clientes e todas as modalidades de investimento que existem. Entre as atribuições da profissão estão a análise da situação atual e dos objetivos destes clientes para ajudá-los a tomar decisões mais assertivas na hora de investir.

Diferentemente do consultor de investimentos que pode trabalhar sem vínculo a instituição, o AAI deve ainda escolher uma corretora ou distribuidora para se afiliar. Vale lembrar que o Agente Autônomo de Investimento pode ser PF ou PJ.

Além de fazer esse diagnóstico da situação dos clientes, os assessores de investimentos também são responsáveis pela: prospecção comercial de clientes; abertura de novas contas; prestação de informações sobre produtos e serviços; recepção, registro e transmissão de ordens e operações no mercado; suporte educacional e operacional; e oferta de mesa de operações.

O que precisa para ser Assessor de Investimentos

Para exercer essa profissão, é necessário ser aprovado na prova Ancord, que é a entidade reguladora desse mercado e que vai permitir com que você seja registrado na CVM. Além dessa qualificação técnica, o profissional AAI precisa de algumas soft skills específicas, ser comunicativo e que goste de interagir com pessoas. Além, é claro, de ser focado em resultados. Quanto mais clientes você tiver, maior será a sua remuneração.

Curso online para certificação AAI da Ancord


Curso online para certificação AAI da Ancord

Quanto ganha um Assessor de Investimentos

Por falar em remuneração, é bem difícil estabelecer uma média de quanto ganha um AAI, justamente porque o salário pode variar conforme a região em que você está atuando, bem como, com os produtos financeiros do seu cliente. Mas, na maioria das vezes, o ganho do AAI pode ser dividido em renda fixa: toda vez que o cliente fizer uma aplicação, você ganha algo; renda variável: a remuneração acontece sempre que uma aplicação é feita na Bolsa de Valores; fundos de Investimento: a renda gerada é mensal. Em resumo, sua remuneração é reflexo da carteira do seu cliente. 

Na mesma medida em que o número de novos investidores cresce, sobe também a quantidade de iniciantes no assunto que precisam de ajuda para começar, ou até mesmo de clientes mais experientes, mas que não têm tempo para fazer essas transações. Algumas corretoras, já anunciaram que pretendem contratar no mínimo 5 mil novos assessores.

O que precisa fazer para ser um Assessor de investimentos

Se você quer ingressar numa profissão na área financeira onde o seu esforço será recompensado, com certeza, você deve investir carreira de Assessor de Investimentos. Para atuar como tal, você precisará passar na prova de certificação da Ancord AAI. Essa Instituição regulamenta a área e uma corretora de valores só poderá contratar você com o título. Para passar no exame, é preciso estudar e saber todos os conteúdos requisitados no edital. Para isso, existe escolas renomadas como a TopInvest que é referência no mercado em pela seriedade, qualidade e aprovações. E melhor? Estudando com a escola, você pode passar de primeira e em até 25 dias. Clique aqui e inicie seus estudos agora mesmo. 

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!