Certificações Financeiras

Fundos de Renda Fixa de longo prazo: o que são e como funcionam?

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 15 de janeiro de 2021

Os Fundos de Renda Fixa de longo prazo podem ser uma ótima opção de investimento para todos os poupadores. No Mercado Financeiro possuímos diversas opções, sendo que, eles surgem a partir da Classificação de Fundos de Investimento da CVM 555.

É importante ressaltarmos que essa norma é muito importante para quem está se preparando para realizar uma prova de certificação. Pois além de conhecer determinados fundos, eles devem ser analisados pelo profissional, perante seu cliente.

Se você encontrar alguém, ou esse alguém for você, que quer sair da poupança, mas não quer correr nenhum risco, talvez os Fundos de Renda Fixa de longo prazo seja a melhor escolha. Cada tipo de fundo aqui encontrado pode oferecer uma rentabilidade maior que a caderneta de poupança.

Lembra que sempre falamos que quanto maior a rentabilidade maior o risco? Mas aqui é Renda Fixa, como assim?

Acalma o coração!

Curso Online para Certificação CPA10

Quando falamos de Fundos de Renda Fixa queremos dizer que há tipos de aplicações que rendem mais, porém, na maioria da vezes, o nível de risco é bem inferior ao de outros produtos financeiros.

Por isso, não existe aquele risco de Renda Variável, mas sim o risco de Renda Fixa.

Na prática, como eles são?

Por serem registrados em uma classificação, os Fundos de Renda Fixa possuem uma característica bem peculiar: o tipo de investimento realizado e o seu risco.

Eles são fundos que tenham, pelo menos, 80% do patrimônio aplicado em ativos vinculados na variação da taxa de juros, de índices de preços, ou em ambos. Assim como qualquer outra aplicação em Renda Fixa, eles funcionam de modo bem simples, onde quem compra tais títulos estará “emprestando” grana em troca do recebimento dos juros, posteriormente.

Do mesmo modo como outros fundos de outras categorias, os Fundos de Renda Fixa de longo prazo funcionam na forma de um condomínio, reunindo recursos aplicados por diversos investidores e com ganhos divididos na proporção do valor investido pelos mesmos.

Em geral, são considerados aplicações mais conservadoras por apresentarem rendimentos definidos e conhecidos desde o momento da compra. Possuem taxas cobradas pelas Instituições Financeiras, por conta do envolvimento de administração da carteira, que podem ser:

  • taxa de administração
  • taxa de performance

Além disso, sua tributação é realizada a partir da Tabela Regressiva de Imposto de Renda.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Tipos de Fundos de Renda Fixa de longo prazo a partir da Classificação CVM

Já mencionamos lá no início, os Fundos de Renda Fixa são classificados, e recebem nomes específicos dependendo da aplicação. Eles são classificados em:

  • Curto Prazo
  • Referenciado
  • Dívida Externa
  • Simples

Como saber se é um fundo de longo prazo?

Para identificar se o fundo é de longo prazo, é obrigatório que em sua denominação esteja escrito: longo prazo.

Nada difícil, né?

Quer saber mais? Então, já clica no vídeo para saber tudo!

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *