Certificações Financeiras

Tipos de Fundos de Investimento

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 7 de novembro de 2019
Junte-se a mais de 100 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Se você quer investir e pesquisou um pouco já sabe basicamente o que são Fundos de Investimento. Nesta jornada você também aprendeu os fundos dividem-se em algumas categorias. Para que você economize tempo separei os principais tipos de Fundos de Investimento em um lugar só para você.

Então, não vamos perder tempo e já saber tudo sobre eles.

Quais são os tipos de Fundos de Investimento?

A gente precisa anotar antes de tudo que existe diferença entre os fundos, pois eles podem ser FI – Fundos de Investimentos ou FIC – Fundo de Investimento em Cotas. Podem também ser Fundos Abertos, que possuem resgate a qualquer momento, e podem ser Fundos Fechados, que tem seu resgate em momento pré-definido ou no encerramento.

Além disso, eles podem ser Fundos para Investidores Qualificados e Profissionais, ou ainda um Fundo Exclusivo.

Fundo de Investimento (FI) x Fundos de Investimento em Cotas (FIC)

  • Fundo de Investimento(FI):  compõem suas carteiras comprando ativos no mercado de capitais de acordo com seu regulamento;
  • Fundo de Investimento em Cotas (FIC): compõem suas carteiras com, no mínimo, 95% de cotas de outros fundos.

Curso Online para Certificação CPA10

Fundos Abertos x Fundos Fechados

  • Fundos Abertos: o investidor pode entrar no fundo a qualquer momento. O número de cotas do fundo é variável e aumenta caso um investidor investir ou pode vir a diminuir, caso um investidor resgatar. Esse resgate das cotas pode ser feito a qualquer momento. A recompra das cotas é garantida pelo administrador.

Fundos Abertos podem ser com ou sem carência. Os fundos sem carência o investidor pode comprar e vender as cotas a qualquer momento. Já nos fundos com carência, é permitida a compra em qualquer momento, mas o resgate só é possível depois do final do prazo de carência.

  • Fundos Fechados: o investidor não tem a comodidade de entrar e sair a qualquer momento. O número de cotas é limitado, logo o gestor não pode criar novas cotas para aplicações de novos cotistas. Tem data para a compra de cotas pelos cotistas – quando há abertura do fundo ao mercado ou período de novas captações.

O fundo pode ter vencimento ou não. Fundos com vencimento fazem o resgate compulsório das cotas no respectivo vencimento. A recompensa das cotas a qualquer momento não é um benefício desse tipo de fundo.

Caso o investidor queira suas cotas, será necessário negociar com outro investidor pelo mercado secundário. Por isso, esse tipo de fundo é muito presente no ambiente de negociação da Bolsa de Valores, dando maior liquidez para o cotista.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Fundo para Investidor Qualificado x Fundo para Investidor Profissional

  • Fundo para Investidor Qualificado: Um fundo destinado exclusivamente para investidores qualificados (pessoas físicas e jurídicas com mais de R$ 1 milhão em aplicações ou que atestam conhecimento por meio de certificações CEA, CGA, CFP, CFA, AAI e CNPI).
    • Estes fundos admitem:
      • a utilização de ativos financeiros na integralização e resgate de cotas, com o estabelecimento de critérios detalhados e precisos para adoção desses procedimentos;
      • dispensam, na distribuição de cotas de fundos fechados, a elaboração de prospecto e a publicação de anúncio de início e de encerramento de distribuição;
      • cobram taxas de administração e de performance, conforme estabelecido em seu regulamento;
      • estabelecer prazos para conversão de cota e para pagamento dos resgates diferentes maiores de D+5;
      • prestar fiança, aval, aceite ou coobrigar-se de qualquer outra forma, em nome do fundo, relativamente a operações direta ou indiretamente relacionadas à carteira do fundo, sendo necessária a concordância de cotistas representando, no mínimo, dois terços das cotas emitidas pelo fundo.
  • Fundo para Investidor Profissional: Semelhantes aos fundos destinados a investidores qualificados, se diferenciam apenas no tipo de investidor que admite. Além dos investidores profissionais, esse fundo pode admitir:
    • os empregados ou sócios das instituições administradoras ou gestoras deste fundo ou empresas a ela ligadas, desde que expressamente autorizados pelo diretor responsável da instituição perante a CVM;
    • investidores relacionados a investidor profissional por vínculo familiar ou vínculo societário familiar, desde que no mínimo 90% (noventa por cento) das cotas do fundo em que se pretenda ingressar sejam detidas por tais investidores.

Fundo Exclusivo

Essa aqui é um fundo para bilionário. Não é a toa que seu nome é esse. Ele é um fundo criado para receber apenas um cotista, sendo um investidor profissional.

Dúvidas, críticas, sugestões? 

Deixe nos comentários abaixo. É sempre um prazer ter seu feedback.

😉 

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *