Cobrança em cima de cobrança, exigências cada vez mais altas, novas atribuições e a necessidade de certificações obrigatórias. São várias as opções que o mercado dispõe, mas hoje eu venho aqui te ajudar a simplificar tudo isso.

Você não precisa ter todas as certificações, até porque uma pode ser substituída por outra. Mas ter apenas uma não é o suficiente para você garantir uma carreira de sucesso no mercado financeiro. 

Elas permitem que você atue em determinada função. Conheça um pouco mais sobre algumas delas, bem como a sua área de atuação. 

A CPA-10 permite que você distribua produtos de investimentos para pessoas físicas e jurídicas em geral.

A CPA-20 te permite distribuir produtos de investimentos para pessoas físicas e jurídicas de alta renda.

Com a CEA, você se torna um especialista de investimentos da Anbima, podendo trabalhar com alta ou baixa renda.

O CFP é uma certificação muito mais ampla, na qual você aprende tudo que está englobado nas certificações anteriores com o acréscimo de alguns assuntos: seguros, planejamento sucessório, planejamento de investimentos, planejamento tributário, etc.

O CNPI é para um profissional que quer trabalhar numa  casa de research.

Nós recebemos diariamente perguntas de quantas certificações precisam ter. E a minha resposta é sempre a mesma. Normalmente, duas!

Quando falamos num contexto bancário,  se você faz a CPA-20, automaticamente você já tem a CPA-10. E, se você faz a CEA, automaticamente você já tem a CPA-20 e a CPA-10.

Portanto, analise o contexto que você está inserido e escolha a melhor certificação para você! Entenda os seus objetivos com a sua carreira, com o que mais se identifica e onde quer trabalhar. Por exemplo, as certificações da Anbima são na sua maioria voltadas para trabalhar em Bancos. Enquanto a da Ancord  de Agente Autônomo de Investimentos é direcionada para atuar em corretoras de valores.

Você sabe qual caminho quer seguir?

Com exceção da CFP, todas as certificações são exigências do Banco Central! Portanto, por mais que você entre no banco sem certificação, em algum momento o banco irá exigir o título para que fique de acordo com as regras.

Agora que você já sabe para que serve cada uma delas, fica muito mais fácil escolher a certificação que você necessita.

É óbvio que um currículo mais completo tem mais possibilidade de ser escolhido em uma seleção, mas não estude apenas por obrigação. Você precisa focar naquilo que é melhor pra você, vá além, supere-se a cada dia e invista em diferenciais que irão te destacar. Seja o protagonista da sua própria carreira. Tenha em mente que você pode muito mais! E nós estaremos aqui sempre para auxiliá-los. 

Vou deixar um dado aqui muito importante e que talvez faça você mudar de ideia e ir atrás dos seus objetivos: no Brasil, pouco mais de 5.000 profissionais têm a certificação CFP, já pensou que ótimo diferencial para a sua carreira? É garantia de pouca concorrência e uma ótima remuneração. 

Agora que você já está habituado com esse panorama das certificações, assiste esse vídeo completo, onde eu mostro tudo que você precisa saber sobre cada uma delas. Se ficou com alguma dúvida, é só mandar uma mensagem pra nós!