A base de uma carreira de sucesso é, sem sombra de dúvidas, a educação. Quando se trata da carreira financeira, entretanto, muita gente não sabe exatamente por onde começar, ou qual curso fazer para trabalhar em banco, por exemplo.

De uma coisa eu tenho certeza: os caminhos para alcançar esse objetivo são vários. Neste artigo, eu trouxe alguns para te ajudar a visualizar melhor o seu futuro.

Qual curso fazer para trabalhar em banco?

Começar um curso superior é o primeiro passo para se trabalhar em um banco. É nesta fase, inclusive, que um profissional pode começar a ter suas primeiras experiências na área, normalmente por meio de estágios.

No entanto, é natural que cada graduação te direcione para um futuro diferente. 

Curso de Administração

O Curso de Administração é uma excelente opção para quem deseja investir em um diploma que abra inúmeras portas na carreira financeira. Com essa formação, um profissional pode atuar tanto em cargos gerais de gerência, como também no marketing e no setor de recursos humanos.

Curso de Análise de Sistemas

A área de tecnologia é uma das mais promissoras do mercado – e, naturalmente, ainda continuará sendo por muito tempo. 

Dentro de um banco, a utilização de sistemas em inúmeros processos diários é mais do que comum. Logo, desenvolvedores capazes de construir e manter essa tecnologia em perfeita ordem é basicamente uma prioridade nessas instituições.

Curso de Ciências Econômicas

A economia é, em poucas palavras, a base do funcionamento de uma sociedade. É, portanto, um assunto bastante complexo e que requer atualização constante. 

Nesta área, além de poder ocupar cargos de assistência e gerência, por exemplo, ainda é possível atuar no ramo dos investimentos e dos estudos econômicos dentro de um banco. 

Curso de Comunicação Social

Na maioria das vezes, as pessoas nem sequer cogitam estudar um curso dessa área para trabalhar em banco. Contudo, assim como qualquer empresa de qualquer ramo, a comunicação entre a instituição e seus clientes é primordial para que esta continue em pleno funcionamento.

Nesta área, o profissional pode atuar tanto com marketing – por meio do desenvolvimento da comunicação do banco nas redes sociais, por exemplo, ou em uma pegada mais jornalística, junto à imprensa.

Curso de Direito

O trabalho em um banco é extremamente vinculado à legislação do Brasil. Logo, os advogados compõem mais um grupo de profissionais que está presente em todas essas instituições.

Assim, se o seu interesse está nas leis e na justiça, saiba que o curso de Direito também te abre portas em instituições financeiras.

Curso de Logística

Para aprimorar técnicas de venda, atendimento ao cliente e até de gestão de equipes, são necessários profissionais que atuem com logística.

Aqui, temos mais uma opção para quem deseja trabalhar em um banco, mas em um setor no qual o capital humano seja o foco das atividades.

Curso de Ciências Contábeis

Já imaginou trabalhar com contabilidade ou gestão financeira dentro de um banco? Essa é uma carreira bem promissora e, para isso, basta se graduar em Ciências Contábeis. 

Em suma, sempre que um curso te preparar para lidar com números, é natural que ele consiga te garantir, também, oportunidades em instituições financeiras. Com uma experiência dessas no currículo, acredite, a sua carreira pode deslanchar! 

Curso de Segurança da Informação

A maior parte da sociedade, hoje, organiza-se sobre uma base que é puramente digital. Com os bancos acontece o mesmo, e você já deve saber disso – afinal, é raro precisar ir fisicamente até uma agência bancária para resolver algum problema.

Com uma estrutura dessas, a proteção dos dados tanto das instituições, quanto dos clientes, é uma urgência. Assim, ao se especializar nessa área, é muito provável que você consiga a sua tão sonhada vaga em um banco.

Curso de Estatística e Matemática

Lembra que eu falei sobre o poder da familiaridade com números de te abrir portas em um banco? Pois é: aqui, temos outro exemplo disso.

Com uma graduação dessas, as possibilidades são várias: vão desde o trabalho com linhas de crédito até pesquisas de mercado. Em suma, ser formado em Estatística ou Matemática te dará a chance de escolher entre mais de um caminho dentro de um banco.

Curso de Ciências Atuariais

Nesta área, o profissional prepara-se para trabalhar com riscos – como evitá-los e bolar estratégias para que estes estejam sempre contidos. Tudo a ver com bancos, né?

Afinal, além de gerir os riscos da própria instituição – o dever de pagar suas dívidas, por exemplo, é possível, ainda, atuar na gestão de riscos relacionados aos clientes – como quando temos que lidar com investidores.

Curso de Gestão Financeira

Quem opta por uma carreira em Gestão Financeira tem um futuro de amplas possibilidades pela frente. Em resumo, é possível atuar tanto nas áreas administrativas de um banco, quanto nas áreas contábeis e econômicas.

Se a sua ambição é trabalhar em um banco, mas você ainda não tem exata certeza de quais cargos deseja ocupar, talvez esse curso seja o ideal. Assim, será possível aprender um pouco sobre cada área e se especializar em alguma no futuro.

Bacharel ou técnico para trabalhar em banco?

Aqui, a resposta depende de suas pretensões para o futuro. Afinal, ambas as opções permitem que você trabalhe em um banco.

No Brasil, os cursos de categoria Bacharel são mais comuns, e normalmente têm duração de cerca de 4 anos. Os técnicos, por sua vez, são mais curtos – 2 anos, aproximadamente. 

Na prática, os bacharéis são mais teóricos e completos. Já os técnicos voltam-se mais para questões práticas da profissão. Assim, profissionais da tecnologia, por exemplo, geralmente optam por essa modalidade. 

Entretanto, como eu mencionei, tudo depende dos seus planos e ambições. Antes de escolher, tente considerar – por mais difícil que seja – o seu futuro a longo prazo – os cursos que fará posteriormente, os imprevistos, as oportunidades inesperadas que podem surgir, carreira internacional etc.

Qual melhor certificado para trabalhar em banco?

Além das graduações, muitas funções dentro de um banco exigem mais um detalhe de formação: uma certificação financeira. Para alguns cargos, elas são exigência. Para outros, podem até não ser obrigatórias por lei, mas são, sim, pré-requisitos, ou o que vai fazer você se destacar frente à concorrência. Seja como for, fato é que, nessa carreira, ficar sem uma certificação é impossível.

Como um primeiro passo, a CPA-10 Anbima é a preferida da maioria. Esta é uma certificação mais básica e que pode ser o melhor caminho para começar a sua carreira em banco. Contudo, eu sempre reforço que um profissional jamais deve parar em uma certificação só. 

Logo após a CPA-10, seguindo a hierarquia da Anbima, temos ainda a CPA-20 e a CEA. A Anbima, porém, não é a única instituição certificadora do mercado. Para quem deseja trabalhar com investimentos, temos a AAI da Ancord. Já para quem deseja uma carreira internacional, por exemplo, há a CFP da Planejar

Em resumo, o setor financeiro é amplo. Logo, suas certificações também o são. Para decidir quais farão parte do seu currículo, eu recomendo manter-se atento à evolução da sua carreira. No começo, é normal optar pelas mais básicas. Com o passar do tempo, porém, muitos profissionais dedicam-se a conquistar certificações que façam sentido com os rumos que suas jornadas estão tomando.

Qual o perfil para trabalhar em banco?

Cada instituição terá seus pré-requisitos. No entanto, boa comunicação, familiaridade com números e perfil inovador são três aspectos amplamente procurados hoje em dia. 

Essas habilidades, inclusive, são bem justificáveis. Primeiramente, os números farão parte da sua rotina o tempo todo. Logo, não há nenhum mistério aqui.

Do outro lado, temos duas características que são mais humanas do que exatas, digamos assim. Hoje, elas têm sido buscadas porque os bancos têm, cada vez mais, se adaptado a uma era na qual a inovação tecnológica e a valorização do capital humano são prioridades para a maioria das empresas. 

A TopInvest te ajuda a trabalhar em banco!

A graduação é, na maioria das vezes, a base de um currículo. Contudo, ela sozinha não sustenta carreira. Ou seja: é necessário ir além – se tornar um profissional certificado, capaz e atraente para o mercado de trabalho. Por aqui, na Top, trabalhamos para que você seja esse profissional completo. É por esse motivo que criamos não apenas cursos preparatórios para certificações financeiras, como também de desenvolvimento profissional. Quer ser top? Vem com a gente!

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!