CEA - Certificação Especialista de Investimentos

Termos em inglês das provas da Anbima

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 4 de fevereiro de 2020
Junte-se a mais de 100 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Hi guys, how are you? Let´s study? Hoje vamos falar sobre Termos em inglês das provas da ANBIMA.

So, come on!

Opa, peraí! Se você está achando que tá assistindo a um filme em inglês e não colocou dublado, ou ainda, que foi teletransportado para outro país e que o português está fora de cogitação, você está muito enganado!

Não se preocupe que você está no mesmo lugar de sempre e aqui comigo em mais um dia de muito aprendizado aqui na TopInvest.

Como assim em inglês?

Sabe por que eu comecei falando em inglês com você? Eu já falei várias vezes e não vou cansar de repetir: aprender inglês é essencial e obrigatório para a sua vida. Isso porque ele está presente em diversos momentos do nosso dia a dia.

Um desses momentos é em diversos termos utilizados nas provas de certificações da ANBIMA, a CPA 10, CPA 20 e CEA, e que deixam muita gente de cabelo em pé.

É por isso que hoje vamos falar desses diversos termos em inglês das provas da Anbima. Vou te apresentá-los e te ajudar a compreender a importância que cada um possui, como também a linguagem utilizada no mercado financeiro e de capitais.

Mas, antes de começar, dá um play aqui no vídeo e já começa sabendo de tudo o que iremos aprender:

Aprender inglês é importante?

Novamente, SIM, o inglês é mega importante. Te digo e afirmo isso, pois você não irá agregar esse conhecimento apenas para a sua vida profissional, mas sim para a sua pessoal também.

Já pensou em ter a oportunidade de viajar, conhecer pessoas, saber falar sobre seus investimentos e trabalho, e de quebra ainda entender as suas músicas “estrangeiras” favoritas?

É isso e muito mais que o inglês te proporcionará!

Então, anota aí: aprender inglês é muito importante e deve estar em sua lista de metas.

E os termos em inglês das provas da Anbima?

Bom, agora que você já sabe que o inglês é de grande valor para sua vida, bora compreender e conhecer cada termo e suas especificações. Prepare o papel que a lista é longa:

Day Trade

A palavra day significa dia, no bom português. Já a palavra Trade significa troca. Logo, é uma troca durante o dia. Isso quer dizer que quando falamos em negociação de ações, temos as operações normais, que duram mais de um dia, e as operações que duram apenas um dia, e esta chamamos de Day Trade.

Ou seja, a duração dessa negociação é inferior a um dia, sendo uma forma de especulação do que pode vir. 

Buy and Hold

Se traduzirmos buy teremos a palavra comprar, já palavra hold, se traduz como segurar. Com estas duas palavras traduzidas temos o comprar e segurar, que é uma forma de investimento de longo prazo. 

Então, pela nossa lógica, ele é um investimento que compramos e seguramos um bom tempo. 

Swing Trade

Agora este outro termo tem por tradução livre uma coisa muito parecida com o Day Trade, olha só: enquanto o Day Trade possui troca no mesmo dia, o Swing Trade é uma troca mais lenta.

E para ser chamada assim ela deve ter uma troca com mais de um dia. Ainda é essencial saber que todo Swing Trade é o que chamamos de operação normal.  

Benchmark

Esta palavra que pode ser um quanto assustadora, serve para chamarmos a carteira de mercado. Olha que lindo!

Ele é muito utilizado na CEA e CFP quando começamos a falar de cálculos. Além de ser um indicador de referência

Lembra que quando falamos de renda fixa, muito provavelmente estamos falando do DI, o benchmark é o indicador. E quando falamos de renda variável, estamos falando, beem provável de Ibovespa.

Sim, pois a bolsa é B3, mas, o índice continua Ibovespa.

Taxa Selic Over

Sabemos que temos a Taxa Selic Meta e a Over, que é a que estamos falando. A tradução dessa taxa é que ela é sobre alguma coisa. Logo, se ela é sobre alguma coisa, essa coisa, julgamos ser do mercado financeiro, podendo ser, a Selic Meta, que aí iremos negociar a Taxa Selic Over.

Taxa de Câmbio Spot

A palavra significa pronto, logo, estamos falando de um câmbio pronto, não é? Isso representa a cotação do dólar no câmbio que chamamos de à vista. Você sabe o por quê?

No mercado financeiro podemos ter o Mercado de Câmbio a Termo, a Taxa Ptax, opção de dólar e muitas outras que é possível encontrar. 

Curso Online para Certificação CPA10

Hedge e Hedger

Estes dois termos podem ser utilizados para o Mercado de Derivativos, e é válido lembrar que estamos falando de Mercado Futuro e de Opções. E são formas de especulamos ou protegermos a nossa carteira.  

E é nesse momento que estes termos entram em cena. O Hedge está ali para proteger os seus investimentos, exercendo sua função como um seguro. Já o Hedger ele “faz o hedge” da sua posição de investimentos.

Termos em Inglês referente às operações com Opções

Call

Uma opção de compra.

Falando de opções, sabemos que temos duas: a opção de compra e a opção de venda. Mas, pensa comigo uma forma de você lembrar de cada um: compra começa com a letra C, não é? Logo, o Call, é uma opção de compra.

Put

Uma opção de venda.

E se possuimos uma opção de compra, óbvio que temos a de venda, mas essa não se encaixa com as letras iniciais, mas, é a seguinte, o Put.

Strike

Strike é o preço de exercício de uma opção.

E a última opção, lembra do strike em jogos de boliche? O strike acontece quando acertamos todas as paradas possíveis e que esperávamos. Logo, ele é o preço de exercício

Outros termos do mercado financeiro em inglês

In the Money

A palavra in do inglês significa que está dentro.

At the Money

Aqui a palavra “at” significa “na”. Isso mesmo! Lembra que lá no início do vídeo eu falei: Hi, my name is Kléber and I am the teacher and I founder at TopInvest.

Esse “at” quer dizer que eu sou fundador aqui na TopInvest. Logo, essa é uma opção no dinheiro.

Out the Money

E sabemos que out significa fora, então, é uma opção fora do dinheiro.  

Suitability

Lembra o que temos que fazer para ofertar um produto de investimentos para o cliente? 

A gente deve fazer um negócio que se chama API, que é a Análise do Perfil do Investidor. Nessa análise poderemos saber que tipo de investidor é este nosso cliente e é aí que entra o suitability.

Sabemos que não podemos ofertar um produto de renda variável para um investidor conservador para curtíssimo prazo, né? O suitability é a prática de adequação do perfil do cliente, pois será colocado investimentos de acordo com a sua personalidade de investidor.  

Compliance

Aqui estamos falando de jurídico, sendo que há a obrigação e certeza que a empresa está seguindo todas as normas, regularmos e legislações possíveis para o seu exercício. 

E é caracterizado pela galera do próprio jurídico que analisa e avalia os contratos que possam existir, para que assim não aconteça nenhum problema com o PROCON ou com o BACEN.

Know Your Customer (KYC)

A tradução literal deste termo é: conheça o seu cliente. Ele que é importante para a prevenção da lavagem de dinheiro. Por isso é essencial conhecermos primeiro o cliente para aí poder adequar ao seu perfil, para saber se não há operações feitas por ele que não se encaixem ao seu perfil e serem suspeitas de lavagem de dinheiro. 

Chinese Wall

Pode até ser o nome da Muralha da China, mas aqui ela representa um negócio que chamamos de segregação de recursos.  Veja bem, essa segregação é importante para que não haja conflitos de interesses dentro de uma instituição. 

Os dois termos a seguir são aqueles que chamamos de crimes contra o mercado de capitais. Dá uma olhada aqui embaixo que te explico: 

Front Running

Traduzindo para o nosso bom português, front significa frente. Então, isso ocorre quando o cara da corretora possui um cliente bem grandão e pede para comprar R$ 10 mi em ações da Petrobras.  

E se formos analisar, no momento em que o cliente comprar esse montante de valor em ações, é óbvio que irá aumentar essa parada toda.

Aí, o carinha da corretora resolve colocar R$ 10 mil próprios antes do valor do cliente, para executar, e quando os R$10 mi estiverem em conta haverá o “tibum” e sai fora. 

Isso é o front running, que quer dizer correr na frente

Insider Trading

Já o insider significa dentro. E isso ocorre quando o cara é diretor de uma empresa negociada em bolsa e pede para alguém comprar ações em sua conta para fazer uma fusão e bombar com tudo.

Logo, é uma operação de dentro para obter vantagens ilegais.

Commodities

Esse eu tenho certeza que você conhece! Os commodities são muito conhecidos em nosso país, e muito se fala na comoditização das coisas, ou seja, é uma coisa que não possui valor agregado e é basicamente apenas o produto

Aí lembramos das principais commodities aqui do Brasil: o milho, boi gordo, soja, dentre outros.

Dealers

Aqui no mercado financeiro esse cara é o negociador. É ele que muito é citado os Dealers do Tesouro. Isso porque, temos as operações de Open Market – chegaremos nesse assunto –  que o Banco Central quer vender títulos para enxugar, ou, colocar mais liquidez no mercado.

Aí é que os dealers entram em cena, pois eles são os principais bancos negociadores de Títulos Públicos Federais, para que assim possa movimentar esse negócio, portanto, são chamados de negociadores. 

Clearing Houses

Essas são as casas de liquidação e custódia. Quando compramos uma ação na bolsa, temos que ter uma liquidação, pois deve-se ter alguém para negociar e liquidar a operação.

Pois, não basta nosso nome estar lá bonito no sistema, ele deve estar cuidado por alguém. E é aí que as clearing houses entram no trabalho.  

IPO (Initial Public Offering)

O Initial Public Offering, mais conhecido como IPO ou Oferta Pública Inicial, ocorre quando uma empresa vende pela primeira vez no mercado as suas ações. 

Player

Esse temos muito no nosso mercado financeiro. E basicamente ele é o jogador, assim mesmo nessa tradução. Se você jogou qualquer jogo em inglês, já sabe desse termo, não é?  

Open Market

Traduzindo, este termo significa mercado aberto. É ele que é uma política monetária que pode ser expansionista ou ainda retracionista.   

Underwriting

Este é a subscrição, que é quando uma empresa te dá o direito de subscrição. Ocorre quando uma empresa emite valores várias vezes e quando alguns investidores deixam de comprar ações da mesma, a participação dos investidores será reduzida, mas para que a participação não seja reduzida existe a subscrição. E também ocorre na venda das mesmas.  

Depositary Receipt

Aqui são encontrados dois tipos: os ADRs e os BDRs. Eles são recibos de depósitos.

Exchange Traded Fund

Já estes possuem a principal característica de serem negociados em bolsa. 

Swap

Este termo caiu muito na CPA 20 e CEA. Ele é uma troca e faz uma “swapada” nos negócios que fizemos.

Non Deliverable Forward (NDF)

Esse que está presente no Mercado a Termo significa não entregável à frente, ou seja, são contratos que não possuem liquidação física.  

Spread

Este termo é a diferença. Olha só, quando vamos no banco conseguimos um investimento de CDB que custa 0,50% ao mês. E aí, o banco vai emprestar na outra ponta, a 9,5% a taxa do cheque especial.

Veja que temos uma diferença de 9%, e é este percentual que pagará a conta do banco e é o que chamamos de spread bancário.

Current Yield

A palavra current significa corrente, já yield significa dividendo/rentabilidade. Então, para você entender melhor, pense que temos uma ação que paga R$ 0,30 e R$ 0,40, por exemplo, e ela pagou R$ 1,20 de dividendos durante um anos, sendo que esta ação custa R$ 10,00.

Esse R$ 1,20 que é o acumulado de dividendos que recebemos é o que chamamos de Current Yield. 

Value at Risk (VAR)

Este termo significa a medida da perna máxima um investimento. É por aqui que se testa o quanto se perderia com um investimento.

Back Test

Já este é a forma de validar o VAR. É a validação de uma maneira estatística de legitimar o mesmo. 

Prosseguindo que ainda não acabou:

Stop Loss

Todos soubemos que stop significa pare e o loss ali juntinho significa perda.

Stop Gain

Agora neste termo, o gain significa ganho.

Estas duas ordens que vimos acima, são ordens automáticas que podemos colocar na bolsa e ainda decidir quando ela deve parar de ser negociada. 

Cross Default

Olha agora esta que maluco. Usamos muito este termo quando falamos de Debêntures, isso mesmo, pois significa na cruz/cruzado e calote

Então, quando uma Debênture não paga os juros, por exemplo, temos uma cláusula de cross default, pois está tudo vencido  e sendo cobrado. 

Duration de Macaulay

Esta mede  rentabilidade até o vencimento do título.

Stress Testing

Lembra que falamos do VAR? O Stress vai criar cenários de crises para testar e analisar o nosso VAR. Por isso é mais e mais estatísticas.  

Tracking Error

Este termos tem tradução de traqueamento ou acompanhamento do erro. Falei anteriormente do Benchmark e que temos uma carteira, e nela mesma é que o tracking irá medir o quanto a nossa carteira vai diferenciar do próprio Benchmark.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Yield to Maturity

Esse é a rentabilidade até o vencimento do título.

Private:

Este é muito utilizado em instituições de Private Bank, portanto, são bancos de ALTÍSSIMAS rendas

Rating

Este termo é a nota. Falamos muito de rating de crédito que é quando temos as empresas de rating que vão dar uma nota para cada uma outra empresa. 

Tag Along

Este tem significado de dar o direito ao acionista. Se eu sou dono da TopInvest e tenho diversos outros acionistas, em um belo dia eu chego você não quer ser mais acionista, não dará, a não ser que eu tiver um Tag Along.

Por isso ele dá o direito do acionista vender as suas ações e ele sempre começará com a venda de 80%.   

Global Bonds

A palavra global significa mundial e bonds títulos. Lembra que aqui no Brasil temos os Títulos Públicos Federais e no EUA há os Bonds.

T-Bill

Este é uma nota de um título público americano de curto prazo.

T-Note

Já o note para quem está fazendo a CEA é importante lembrar. Note é parecido com nothing, porque a inflação dos EUA é muito próxima a zero. Sendo que é um título de até dez anos e paga uma taxa de juros mais a inflação.

T-Bond

E para finalizar os títulos americanos, os Bonds são títulos de longo prazo do governo americano. 

E aí, o que achou dessa pequena lista? É muito importante saber que além de você ter acesso a este conteúdo, ele é essencial para a sua construção como profissional e pessoa dentro do mercado financeiro. 

E ainda, todos podem aparecer nas provas da ANBIMA!

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *