Eis aqui mais um conteúdo de prova e que é extremamente fundamental para a sua carreira financeira. Conta pra mim: você já tinha ouvido falar de intermediários financeiros? Se ainda não conhece muito bem, fique comigo até o final deste artigo!

O que são os intermediários financeiros?

Intermediários financeiros são, em resumo, aqueles que existem para que o Sistema Financeiro Nacional (SFN) e o Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB) funcionem corretamente.

Existem os intermediários financeiros que são a ponte entre os investidores (Agentes Superavitários) e os tomadores de empréstimo (Agentes Deficitários).

A maioria destas instituições financeiras, aliás, é constituída sob a forma de Banco Múltiplo. Em conjunto a ele, atuam também os correspondentes bancários, que vão desde lotéricas a caixas eletrônicos em farmácias e supermercados.

A definição de banco é simples. Em suma, são instituições pertencentes ao Sistema Financeiro Nacional e reguladas pelo Banco Central do Brasil com a função de receber recursos dos agentes superavitários (investidores) e emprestá-los aos agentes deficitários (tomadores de crédito). Nesse processo, eles lucram por meio dos juros e comissões gerados na operação, o que chamamos de spread bancário.

O que são agentes superavitários e deficitários?

Dentro desse conceito de intermediários financeiros, temos ainda os agentes superavitários e os deficitários. Vamos agora entender o que é cada um deles.

Agentes superavitários

Normalmente você vai ver esse termo sendo usado para se explicar como o Sistema Financeiro Nacional funcional. Ou seja, é sobre o processo de o dinheiro sair de um lado (os que têm capital de sobra) para aqueles que precisam de crédito. Aqui, entram os juros, que é uma forma de pagar pela disponibilidade de recursos da parte que empresta.

O agente superavitário, portanto, é quem empresta o dinheiro. Fácil, não? Apesar do nome diferente, a dinâmica é a mesma que já nos é bastante familiar.

Agentes deficitários

O agente deficitário, então, é o oposto do agente superavitário. Assim, é aquele indivíduo que tem muitas dívidas e recursos insuficientes para quitá-las. Por isso, quando essa pessoa precisa de uma quantia de dinheiro que ela não tem, pode recorrer a um agente superavitário para ajudá-la.

Qual é o papel dos intermediários financeiros?

Basicamente, os intermediários financeiros existem para tornar esse processo de concessão de crédito mais seguro para todas as partes envolvidas. Dentro dessa explicação, o papel dessas instituições se divide em: 

  • Direta: aqui, a captação de recursos das instituições acontece por meio da aplicação em CDBs, poupanças e afins;
  • Indireta: já neste caso, os recursos vêm das aplicações feitas por investidores.

Quem são os intermediários financeiros?

Você já entendeu que intermediários financeiros são instituições. Mas, afinal, que instituições são essas? Vamos conhecer as principais.

Banco Comercial

São aquelas instituições captadoras de depósito à vista. Além disso, prestam serviços como cobrança bancária, conta corrente e cheques. 

O principal objetivo dos bancos comerciais é destinar o crédito de curto e médio prazo, tanto para pessoas físicas como jurídicas. Os bancos comerciais são aqueles que possuem o efeito multiplicador de moeda.

Banco de Investimento

Os bancos de investimento podem captar depósitos à vista, desde que não movimentáveis por cheques.

Estas instituições, ademais, captam recursos somente através de depósitos à prazo (CDB). Diferente dos bancos comerciais, os bancos de investimento têm como objetivo destinar crédito de médio e longo prazo.

De acordo com a Resolução 2.624, de 1999, do Conselho Monetário Nacional, as principais operações ativas dos bancos de investimentos são financiamento de capital fixo e de giro, subscrição ou aquisição de valores e títulos, depósitos interfinanceiros e repasses de empréstimos externos.

Caixa Econômica

Assim como os bancos comerciais, a Caixa Econômica também pode ser constituída sob a forma de banco múltiplo. Com diversas carteiras, assim como os bancos comerciais, a Caixa Econômica capta recursos através de depósitos à vista (Conta Corrente).

Além disso, assim como um banco múltiplo, ela concede empréstimos de curto e médio prazo a pessoas físicas e jurídicas.

A grande diferença da Caixa Econômica em relação a um banco comercial é que ela tem funções sociais como o controle de benefícios do governo federal como Bolsa Família e também é administradora dos recursos do FGTS.

Cooperativas de Crédito

As Cooperativas Bancárias, ou Cooperativas de Crédito, também captam depósitos à vista e concedem o crédito a pessoas físicas e jurídicas de curto e médio prazo, assim como os bancos comerciais.

Diferem-se dos Bancos múltiplos e da Caixa Econômica, contudo, por serem destinados apenas aos cooperados, geralmente produtores rurais ou outras entidades de classe.

Sociedades de Crédito Imobiliário

As sociedades de crédito imobiliário são voltadas ao financiamento habitacional. Estas instituições captam recursos através da caderneta de poupança e Letras de Crédito Imobiliário (LCI) ou Créditos de Recebíveis Imobiliários (CRI).

Além disso, essas sociedades concedem crédito exclusivamente ao setor habitacional.

Financeiras

As financeiras captam os recursos exclusivamente através de Letras de Câmbio.

Uma financeira, ademais, visa conceder crédito para o financiamento de bens, serviços e capital de giro. Financiam em geral itens que não possuem linhas de financiamento específicas, como veículos e eletrodomésticos.

Corretoras de Valores

As corretoras de valores são as intermediárias do mercado de capitais. Elas atuam na intermediação da compra e venda de títulos e valores mobiliários entre os investidores e a Bolsa de Valores (BVMF&Bovespa).

Lembre-se, porém, que nenhum investidor pode negociar diretamente com a bolsa sem a intermediação de uma Corretora ou Distribuidora de Títulos e Valores Mobiliários. Entendeu o conteúdo? Se você quiser continuar progredindo na carreira financeira, pode estudar conosco! Além de nossos cursos, também temos muitos artigos para você continuar expandindo o seu conhecimento sobre o mercado financeiro.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!