Aqui está um tipo de instituição sem a qual o Sistema Financeiro Nacional não funcionaria: os bancos comerciais.

Fundamentais tanto para empresas, quanto para pessoas físicas em geral, estes bancos são, além de tudo, conteúdo de prova. Vem comigo para aprender mais sobre o assunto?

O que são bancos comerciais?

O Banco Central é bem claro quanto à definição de banco comercial: são instituições públicas ou privadas fornecedoras de recursos para comércio, indústria, prestadores de serviços e, é claro, para a população.

Em outras palavras, um banco comercial vai oferecer o quê? Empréstimos, operações de crédito, pagamento de contas, transferências e todos aqueles serviços que nós, como clientes, conhecemos muito bem.

Qual a origem dos bancos comerciais?

Olha só que interessante: muitas operações bem semelhantes a estas que acabei de citar já aconteciam por volta de 4 mil anos atrás, na época da civilização fenícia.

Contudo, esse modelo atual bancário, oficialmente organizado, digamos assim, surgiu muito mais tarde. A primeira aparição deste sistema ocorreu em 1406, em Florença, na Itália, com a fundação do Banco de San Giorgio.

O desenvolvimento de uma instituição dessas foi uma ideia de sucesso, e logo inúmeros outros povos e países passaram a ter bancos também. Apesar da crise de 1929, por exemplo, ter encerrado as atividades de muitas deles, os bancos comerciais ainda são, hoje, algumas das instituições financeiras mais importantes que temos.

Quais as funções básicas dos bancos comerciais?

Da forma mais simplificada possível, a função básica de um banco comercial é ocupar o papel de intermediador entre quem empresta o recurso e quem precisa dele. Ou seja, faz a mediação entre o investidor e o tomador de crédito.

A prática dessa definição toda acontece a partir do oferecimento destes serviços aqui:

  • Operações de crédito;
  • Transferências;
  • Abertura de contas;
  • Serviços de câmbio;
  • PIX;
  • Emissão de cheques e cartões de crédito;
  • Recebimento de impostos;
  • Aluguel de cofres;
  • Pagamento de boletos.

Quais as características dos bancos comerciais?

A principal característica de um banco comercial é a sua participação na criação da nossa moeda, o real brasileiro. Como isso acontece? Por meio da captação de recursos!

Assim, o dinheiro é repassado na forma de operações de crédito. Além disso, é claro, um banco comercial tem autorização do Banco Central para trabalhar com todos aqueles outros serviços que listei no tópico anterior.

Quantos bancos comerciais existem no Brasil?

De acordo com o relatório mais recente fornecido pelo Banco Central, datado de março de 2022, o Brasil conta com pouco mais de 170 bancos comerciais em funcionamento. Muitas das instituições listadas também se enquadram na categoria de “bancos múltiplos” – assunto do qual vou tratar daqui a pouco, neste artigo!

Quais são os bancos comerciais?

Vamos ver alguns exemplos para entender melhor quem são esses bancos comerciais? Eu tenho certeza que você já conhece todos eles, olha só:

Qual a diferença entre bancos múltiplos e comerciais?

Agora sim, vamos entender juntos qual é, afinal, a diferença entre um banco múltiplo e um comercial. Como você deve ter reparado na listagem de bancos comerciais do Banco Central, muitas dessas instituições aparecem classificadas como múltiplas.

Isso acontece porque um banco múltiplo é aquele que, além de prestar os serviços de um banco comercial, ainda tem autorização para operar como banco de investimento. Dessa forma, não somente fornece todos os serviços que você aprendeu até aqui, como também intermedia outras operações no mercado financeiro.

Qual a diferença entre bancos comerciais e fintechs?

Outra confusão bem comum tem a ver com as fintechs. Essas, entretanto, têm sua grande diferença na utilização da tecnologia para tornar os processos de um banco menos complexos e burocráticos.

Então, como os produtos e serviços das fintechs se baseiam primordialmente nessas premissas, eles chegam ao público de forma exclusivamente online.

O que é preciso para trabalhar em um banco comercial?

Resumidamente, bancos públicos requerem a aprovação em um concurso e bancos privados trabalham com o modo clássico de recrutamento. Independente da forma escolhida para conseguir uma oportunidade nessas instituições, fato é que se o seu currículo for atraente, suas chances de ter uma carreira de sucesso neste mercado serão maiores.

Para isso, eu te recomendo escolher, para começar, a certificação financeira que tem mais a ver com os seus planos para o futuro e começar a estudar com um dos cursos preparatórios para certificações financeiras da TopInvest.

Com esse recurso, você não se torna somente um profissional certificado: se torna um profissional Top!

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!