Política monetária: eis aqui mais um dos termos que tanto ouvimos falar na carreira financeira. 

Basicamente, ela é uma forma de controle econômico. Com ela, é possível regular a oferta de moedas em circulação no Brasil, por exemplo. Por consequência, isso também controla a inflação.

Entretanto, essa explicação é só o começo. Vamos entender melhor o que é a política monetária?

Quem define a política monetária do Brasil?

Aqui no Brasil, a política monetária fica nas mãos do Banco Central do Brasil (Bacen)

Contudo, o Bancão não é o único envolvido no processo. Para normatizar as ações do Bacen, existe o Conselho Monetário Nacional. Além destes, há ainda o Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM). Este último, por sua vez, é uma entidade do Bacen que define as taxas de juros praticadas pelo Estado.

Como funciona a política monetária?

O principal meio de aplicação da política monetária é através da taxa de juros. Assim, instituições com poder para tal – as já citadas aqui – empreendem algumas alterações a fim de interferir na economia do país.

Quando a taxa de juros está baixa, a inflação aumenta e o orçamento das famílias é afetado. Desse modo, o aumento desta mesma taxa dificulta o acesso da população ao dinheiro. Ao mesmo tempo, serve para manter a inflação controlada. 

Quais os tipos de política monetária

Dentro desta explicação, desdobram-se dois conceitos bem importantes:

Política Monetária Expansionista

Neste tipo de política monetária, o Banco Central aumenta a oferta de moeda em circulação no país. Além disso, reduz as taxas de juros. Tudo isso serve para melhorar o desempenho da economia. Afinal, as medidas proporcionam um aumento no poder de compra da população, o que incentiva o consumo.

Política Monetária Contracionista

Aqui, acontece o oposto. Ou seja, a economia é desacelerada. Para isso, o Banco Central aumenta a taxa de juros. Por consequência, isso diminui a demanda por crédito nos bancos. No fim, a moeda circula menos e a inflação diminui.

Quais são os principais objetivos da política monetária?

Como você já pode ter percebido, um dos principais objetivos é manter a inflação sob controle. Entretanto, esta não é a única missão da política monetária.

Outro objetivo bastante importante é o estímulo ao crescimento econômico. Todas as ações tomadas pelo Bacen (e seus órgãos) visam o desenvolvimento do Brasil.

O aumento na taxa de pessoas empregadas também deve ser listado aqui. Afinal, desenvolvimento econômico também significa que há mais emprego para a população.

Não menos importante, também devo citar o equilíbrio nas transações econômicas com o exterior.

Quais os principais instrumentos da política monetária no Brasil?

Para vigorar no país, a política monetária se utiliza destes instrumentos aqui: 

  • Recolhimento compulsório: taxa cobrada dos bancos a fim de reduzir a moeda em circulação;
  • Redesconto bancário: é a taxa de juros aplicada em empréstimos para bancos comerciais. Quando alta, os bancos impõem maiores dificuldades para emprestar dinheiro para pessoas físicas e empresas. Assim, a circulação da moeda também diminui;
  • Operações com títulos públicos: também conhecidas por “mercado aberto”. Aqui, o Bacen administra a compra e venda de títulos públicos, para conter ou expandir a circulação da moeda;
  • Controle e seleção de crédito: este é um recurso menos usado. Ele, por sua vez, significa a imposição de taxas e condições para controlar o volume de crédito no país.

Manter-se atualizado também é uma forma de estudar a política monetária

Agora que você já entendeu o básico sobre política monetária, já pode analisar as notícias sobre a economia brasileira de forma mais crítica. O nosso cenário econômico oscila bastante. 

Você, como alguém que está (ou deseja estar) na carreira bancária, deve saber que as notícias sobre o assunto são muitas. Para compreender o conceito de política monetária em sua totalidade, eu te recomendo manter um olho bastante atento nessas notícias. E, é claro, aperfeiçoar os seus conhecimentos com a TopInvest.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!