Quem está familiarizado com o assunto “certificações” sabe que a Ancord é uma das mais populares. Ao mesmo tempo, com tantas opções disponíveis, muita gente não sabe exatamente o que é essa prova e para que serve, afinal. 

Compartilha dessas dúvidas? Então, continua comigo! 

O que é a Ancord?

O significado da sigla é grande: Associação Nacional das Corretoras e Distribuidores de Títulos e Valores Mobiliários, Câmbio e Mercadorias. Ufa!

Em resumo, a Ancord agrupa e representa as empresas do mercado de capitais e financeiro. Alguém que toma a frente ao lidar com o governo e os órgãos reguladores, sabe? Já que se propõe a regular o mercado, oferece aos representados treinamentos, cursos e certificações.

E não menos importante: ela é quem certifica os Agentes Autônomos de Investimento (AAIs). Inclusive, é a única instituição autorizada pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) a emitir este documento.

Quais são as certificações da Ancord?

Como assim? Existe outras além da certificação para AAIs? Existe, sim! E eu vou falar sobre elas agora.

1 – Agente Autônomo de Investimentos (AAI) 

Ao conquistar esta certificação, o profissional pode ser um assessor de investimentos. Assim, vai auxiliar as pessoas em seus investimentos e em sua educação financeira. 

Nesta profissão, o relacionamento com o cliente é outra função a ser desempenhada. Afinal, o AAI deve apresentar aplicações financeiras e oferecer orientações gerais. Tudo isso para guiar o seu cliente da melhor forma possível neste mercado.

Eu costumo afirmar que essa é uma das profissões que mais prometem sucesso no futuro. Pense comigo: sobre quantos golpes financeiros você já ouviu falar? Investimentos que são uma furada, esquemas de pirâmide… Eles não são poucos. Ao mesmo tempo, investir tem se tornado muito popular. Hoje, mais pessoas entendem que não é preciso ser rico para tomar conta das finanças dessa forma. 

Logo, somando dois mais dois, percebemos que, cada vez mais, essas pessoas vão buscar por orientação profissional. Nada melhor, afinal, do que ver o seu dinheiro trabalhar para você, mas com segurança. 

2 – Ouvidores

Outro “braço” do relacionamento com o cliente é a ouvidoria. Em resumo, é aquele setor ao qual as pessoas recorrem quando precisam resolver problemas, sanar dúvidas ou dar sugestões.

Por isso, a Ancord conta também com um curso voltado exclusivamente para esta área, que também certifica esses profissionais.

3 – Dirigentes/Previc

Através da certificação para AAI, é possível obter a habilitação de dirigente perante à PREVIC. Esta, por sua vez, atua na fiscalização das atividades de entidades fechadas de previdência complementar.

Já o dirigente é o gestor dessas entidades fechadas. Entre suas principais atribuições está a de administrar os recursos de terceiros.

4 – Certificação do PQO da B3

Esta é a certificação ideal para aqueles que desejam trabalhar com a Bolsa de Valores, a nossa B3. 

Em resumo, a prova atesta os conhecimentos dos profissionais atuantes em diversas áreas nos mercados administrados pela Bolsa. Apesar disso, qualquer interessado pode obter a certificação, mesmo sem ter vínculo com um participante da B3.

Como é a prova da Ancord?

A prova é eletrônica e aplicada em locais homologados pela FGV. Ela tem duração de 2h30 e 80 questões de múltipla escolha. Nessas questões, são abordados conteúdos do mercado financeiro e de investimento. Para ser aprovado, é preciso ter 70% de acerto – ou seja, acertar, no mínimo, 56 questões. Além disso, é necessário obter o mínimo de 50% nos módulos I, II, III, VIII e XV.

E quais módulos são esses?

A prova se divide em 15 módulos. São eles:

  • I. A Atividade do Agente Autônomo de Investimento – CVM 497/11;
  • II. Ética Profissional e Aspectos Comportamentais;
  • III. Lavagem de Dinheiro – Leis nº 9.613/98; Circular BACEN 3461/09; Instrução CVM nº 301/99;
  • IV. Fundamentos de Economia;
  • V. Estrutura do Sistema Financeiro Nacional – SFN;
  • VI. Instituições e Intermediadores do Sistema Financeiro Nacional;
  • VII. Administração de Risco;
  • VII. Mercado de Capitais: Produtos, Modalidades Operacionais, Tributação e Regulamentação Básica;
  • IX. Fundos de Investimento;
  • X. Outros Fundos de Investimento Regulados pela CVM;
  • XI. Securitização de Recebíveis;
  • XII. Clubes de Investimento;
  • XIII. Matemática Financeira;
  • XIV. Mercado Financeiro: Produtos, Modalidades Operacionais, Tributação e Regulamentação Básica;
  • XV. Mercado de Derivativos: Produtos, Modalidades Operacionais, Tributação e Regulamentação Básica;
  • As responsabilidades da Ancord e da FGV.

Uma lista bem longa, de fato! Se você prestar bem atenção, o conteúdo todo pode ser categorizado assim:

  • 20% dos módulos são regras;
  • 15% envolve derivativos e cálculos;
  • 65% é conteúdo da certificação CPA 20.

Quem pode fazer a prova da Ancord?

Basicamente, qualquer um! As exigências para realizar a prova não são muitas. Olha só: não precisa ter nem faculdade, apenas o ensino médio completo. Além disso, não pode ter sido condenado por crimes ao Sistema Financeiro Nacional, ou qualquer crime que te impossibilite de atuar em cargos públicos. 

Como se inscrever para a prova da Ancord?

Primeiramente, você deve acessar a página de inscrição, aqui. Após ler todas as informações sobre a prova (recomendamos que faça isso!) e preencher o formulário, basta finalizar a inscrição.

Como agendar a prova?

Após se inscrever, você receberá um login e senha no seu e-mail. De posse destes, acesse o site novamente e utilize essas informações para acessar o seu cadastro. Lá você agenda a data da sua prova da Ancord. Simples, não?

E por falar em agendamento, eu tenho duas dicas de ouro para você levar em consideração ao escolher a data da sua prova:

  • Busque agendar a prova com, no mínimo, sete dias de antecedência. Dessa forma, se precisar trocar a data, poderá fazê-lo até duas vezes sem custo. Mas atenção: depois disso, a sua prova vai ser confirmada e você não poderá fazer mais nenhuma alteração;
  • Ao cancelar o agendamento antes que este seja confirmado, você terá 60 dias para agendar uma nova data. Se você não o fizer, perderá a inscrição.

Quanto custa a inscrição?

A inscrição tem, sim, uma taxa. Esta é de R$420. 

Como estudar para a Ancord?

Este artigo com certeza já te deu um excelente norte. Afinal, alguns parágrafos atrás, listei cada conteúdo que cai na prova. Com eles, é possível montar um cronograma eficaz de estudo.

Reparou que é bastante conteúdo? Com certeza sim. Não tenha dúvidas: vai, sim, ser preciso estudar bastante. Principalmente, aliás, se você ainda não for muito familiarizado com os assuntos. A matemática financeira e os derivativos, por exemplo, costumam exigir bastante dos candidatos.

Por isso, eu trouxe aqui dois fatos para você levar em consideração na hora de montar seu planejamento:

  • O tempo de estudos pode variar entre 15 a 45 dias, dependendo do seu grau de conhecimento;
  • A carga horária semanal de estudos, por sua vez, pode variar de 25 a 50 horas. 

Lembre-se: duas horas produtivas de concentração valem mais do que um dia todo estudando, sem conseguir entender muita coisa. Com isso, eu quero dizer para você encaixar os estudos na sua rotina, sem esquecer de reservar para si um tempo para relaxar a cabeça, se hidratar, se alimentar e dormir adequadamente.

Além de tudo isso, recomendamos fortemente que você utilize materiais confiáveis, de qualidade e atualizados para estudar. Na TopInvest, por exemplo, você encontra esses materiais. Não somente contamos com cursos pagos específicos para essa certificação, como também disponibilizamos artigos e apostilas gratuitos. Com certeza vale dar uma olhada lá durante os estudos. 

Hora de se preparar para a prova!

Entendeu tudo sobre a prova da Ancord? Agora, é hora de estudar e se tornar um AAI! Se precisar de ajuda, não se esqueça: a TopInvest está aqui para te transformar em um profissional top de linha.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!