Com a popularização dos investimentos, também se tornou popular a profissão de AAI – Agente Autônomo de Investimentos. Com tantas pessoas retirando seu patrimônio da poupança para aplicar em títulos mais rentáveis, o AAI entra como uma profissão do futuro.

Mas antes de pensarmos no futuro, voltemos um pouco para o presente para entender tudo sobre o que esse tal de AAI faz!

Agente Autônomo de Investimentos (AAI): o que é?

Em resumo, um Agente Autônomo de Investimentos é um especialista em, adivinhe: investimentos! Em seu dia a dia, o AAI vai ser, basicamente, um intermediário entre seus clientes e todas as modalidades de investimento que existem. 

Assim, serão responsáveis por analisar e entender a situação atual e os objetivos destes clientes para ajudá-los a tomar decisões mais assertivas na hora de investir.

O que faz um AAI?

Entretanto, é claro que esta é uma definição bastante resumida do que é ser um AAI e o que este profissional faz. 

Além de tudo o que já comentei, este profissional é responsável por prospectar novos clientes.

Não obstante, ainda fica responsável por explicar o funcionamento das aplicações financeiras e os produtos de investimentos. A partir disso, pode montar uma boa carteira para os investidores que o contrataram. Por consequência, é importante que esteja a par sobre a situação da economia local, brasileira e até mesmo mundial.

O AAI deve ainda escolher uma corretora ou distribuidora para se afiliar. Contudo, vale lembrar que o Agente Autônomo de Investimento pode ser PF ou PJ, com seu próprio escritório ou, o mais comum, escolher fazer parte de um escritório AAI. Consequentemente, neste caso, você acaba sendo um sócio, visto que é uma sociedade anônima e, portanto, o profissional trabalha oficialmente como autônomo.

Dá uma olhada em mais algumas atribuições do AAI:

  • Prospecção comercial de clientes;
  • Abertura de novas contas;
  • Prestação de informações sobre produtos e serviços;
  • Recepção, registro e transmissão de ordens e operações no mercado;
  • Suporte educacional e operacional;
  • Oferta de mesa de operações e profissionais especializados para operações estruturadas.

Qual a diferença de um AAI para um gestor de investimentos?

Há duas diferenças essenciais entre um AAI e um gestor de investimentos. Primeiramente, o gestor é pago unicamente pelos clientes e não recebe nenhuma outra remuneração além desta.

Ademais, há o fato de que um AAI jamais pode fazer o papel de gestão em uma carteira. Afinal, a sua função é apenas ofertar aos clientes as opções de títulos que mais se enquadram em seus perfis e realizar aplicações apenas quando autorizados.

Como ser um AAI?

Para que você possa exercer a função de AAI, é necessário ser aprovado na ANCORD. Essa que é a entidade autorreguladora deste mercado e que te permite ser registrado na CMV.

Para trabalhar como AAI, é essencial ser alguém comunicativo e que gosta de interação com pessoas (fazer networking).

Pense comigo: óbvio que surgem clientes na corretora. Contudo, a interação constante e o famigerado networking é o que mais vai te ajudar a captar clientes, por isso é preciso estar disposto a isso. 

Certificação ANCORD AAI, o que é?

A certificação de AAI é fornecida pela ANCORD e existe para garantir a segurança dos clientes que contratam esses profissionais e para manter o mercado justo para quem trabalha nele.

Por essa razão, antes de trabalhar nisso, é preciso se certificar e “provar” para a ANCORD que você está apto para ajudar investidores a tomar decisões melhores.

Quais os pré-requisitos para tirar a certificação ANCORD?

Não há nenhum pré-requisito a ser contemplado além daqueles que já são bastante óbvios, como pagar a taxa de inscrição, ter o ensino médio completo e não ter nenhum antecedente criminal que o impeça de trabalhar no mercado financeiro. Além disso, é necessário estar domiciliado no Brasil. 

Quanto custa ser um AAI?

Para se tornar um AAI, a taxa de inscrição do exame é de R$460. Lembre-se: você só estará oficialmente apto a prestar o exame quando efetuar o pagamento desta taxa.

Como é o exame da certificação ANCORD?

A prova tem 80 questões e, para respondê-las, o tempo máximo é de 2h30. Para conquistar a aprovação, é preciso acertar no mínimo 70% do conteúdo. 

E por falar em conteúdo, ele é dividido em 15 módulos:

  • I. A Atividade do Agente Autônomo de Investimento – CVM 497/11;
  • II. Ética Profissional e Aspectos Comportamentais;
  • III. Lavagem de Dinheiro – Leis nº 9.613/98; Circular BACEN 3461/09; Instrução CVM nº 301/99;
  • IV. Fundamentos de Economia;
  • V. Estrutura do Sistema Financeiro Nacional – SFN;
  • VI. Instituições e Intermediadores do Sistema Financeiro Nacional;
  • VII. Administração de Risco;
  • VII. Mercado de Capitais: Produtos, Modalidades Operacionais, Tributação e Regulamentação Básica;
  • IX. Fundos de Investimento;
  • X. Outros Fundos de Investimento Regulados pela CVM;
  • XI. Securitização de Recebíveis;
  • XII. Clubes de Investimento;
  • XIII. Matemática Financeira;
  • XIV. Mercado Financeiro: Produtos, Modalidades Operacionais, Tributação e Regulamentação Básica;
  • XV. Mercado de Derivativos: Produtos, Modalidades Operacionais, Tributação e Regulamentação Básica.

O exame, aliás, pode ser feito de forma online ou presencial – você quem escolhe. Para se inscrever, basta clicar neste link.

Lembrando que todo este conteúdo você encontra no simulado ANCORD AAI da Top.

Vale a pena ser Agente Autônomo de Investimentos?

Como eu disse lá no começo deste artigo, o número de pessoas conscientes de que investir é muito melhor do que deixar o dinheiro parado já é muito grande. 

Agora, felizmente os investimentos deixaram de ser algo conhecido como exclusivo aos já ricos e se disseminou a informação de que, mesmo com bem pouco, já é possível começar a fazer o seu dinheiro render.

Na mesma medida em que o número de novos investidores cresce, sobe também a quantidade de iniciantes no assunto que precisam de ajuda para começar, ou até mesmo clientes mais experientes, mas que não têm tempo de sobra para fazer pessoalmente essas aplicações.

O que eu quero dizer com tudo isso é que o mercado para os AAI está em constante crescimento e as chances de você obter sucesso na área são grandes.

Quanto ganha um Agente Autônomo de Investimentos?

A média salarial de um AAI pode depender de vários fatores, como região na qual trabalha, a forma com a qual exerce a sua profissão e, é claro, o tamanho da carteira de clientes – quanto mais, melhor.

Contudo, eu posso trazer para cá os seguintes valores: de início, a média salarial brasileira para um AAI é de aproximadamente R$2.500. Alguns profissionais podem chegar a ganhar por volta dos R$7.000. 

Quantos AAI existem no Brasil?

De acordo com dados da ANCORD, em junho de 2021 o país contava com 12.624 Agentes Autônomos de Investimento. Se comparado com junho de 2020, o número de profissionais teve um salto bastante grande, uma vez que, à época, havia pouco mais de 8.000 AAIs no Brasil todo.

Esses números reforçam, inclusive, tudo o que falei sobre o AAI ser uma profissão do futuro. Afinal, de um ano para o outro já tivemos um aumento bem significativo na quantidade de pessoas que exercem essa função, o que indica que o mercado está, sim, aquecido.

Agora, que tal começar a estudar?

Nós podemos te ajudar nessa!

#VemPraTop, pois aqui possuímos o curso de Agente Autônomo de Investimentos e diversos outros materiais que irão te ajudar em sua aprovação:

Partiu?

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!