Se você é bancário ou busca ingressar na carreira bancária, sabe da importância que as provas da ANBIMA têm na sua carreira, seja a CPA-10, a CPA-20 ou a CEA. Então, saber destas 5 pegadinhas recorrentes nas provas das CPAs pode ser fundamental para a sua aprovação.

Todas as provas da ANBIMA têm alguns conteúdos em comum nos capítulos, como:

Para te ajudar, eu fiz uma pesquisa nos mais de 1.000 comentários sobre as questões dos simulados aqui do site e encontrei algumas pegadinhas clássicas com o maior índice de erros.

Dá uma olhadinha nas 5 principais e se prepare para sair em disparada em busca da sua aprovação.

1ª pegadinha

Um cliente, contador, de 50 anos de idade, assalariado, faz declaração completa de ajuste anual e sabe que vai se aposentar em, no máximo, 12 anos. Ele quer se preparar financeiramente para esse momento e, por isso, decide alocar 24% dos seus rendimentos brutos para este fim. O que você recomendaria a ele:

a) Colocar 50% dos recursos em um PGBL com tabela regressiva de IR e o restante em um VGBL com tabela progressiva;

b) Colocar 100% dos recursos em um VGBL com tabela regressiva de IR;

c) Colocar 50% dos recursos em um PGBL com tabela regressiva de IR e o restante em um VGBL com tabela regressiva;

d) Colocar 100% dos recursos em um PGBL com tabela regressiva de IR.

Nesta questão, você precisa lembrar que os planos de PGBL possuem benefício fiscal de, no máximo, 12% da renda tributável do cliente. Nos planos de PGBL, por outro lado, a tributação é sobre todo o montante, e não somente sobre os juros, como no VGBL.

Por isso, nunca é interessante alocar mais de 12% da renda tributável no PGBL. Como o cliente deseja alocar 24%, o ideal é que seja 50% em cada um. Uma vez que o cliente deseja se aposentar em 12 anos, a tabela regressiva se torna mais atrativa porque a tributação será de apenas 10%.

2ª pegadinha

Na questão abaixo é preciso muita atenção, porque ela induz o candidato a responder 67%.

Conforme a Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a carteira de um Fundo de Ações deverá ser composta por:

a) No mínimo 67% em títulos públicos;

b) No máximo 33% em títulos públicos;

c) No máximo 67% em ações;

d) No máximo 33% em ações;

Um fundo de ações deve ter, no mínimo, 67% em ações. Ao ver a alternativa que fala em 67% de ações, os candidatos nem sequer pensam duas vezes antes de marcá-la. Contudo, neste caso, a resposta correta é a letra B, na qual o fundo de ações tem no máximo 33% em títulos públicos, uma vez que os outros 67% devem obrigatoriamente estar alocados em ações.

3ª pegadinha

É o órgão fiscalizador das corretoras e distribuidoras de valores mobiliários:

a) CVM;

b) BACEN;

c) ANBIMA;

d) B3.

Aqui, sou obrigado a concordar: essa questão é difícil mesmo.

Quando falamos em corretoras de valores mobiliários, logo lembramos da CVM. Entretanto, a pegadinha nesta questão da prova da ANBIMA é que as corretoras e distribuidoras de valores mobiliários são instituições financeiras. Por isso, são fiscalizadas pelo BACEN.

Agora, as operações realizadas pelas corretoras, sim, são fiscalizadas pela CVM.

4ª pegadinha

Qual é a taxa média de captação em CDB onde se aplica um redutor estipulado pelo governo?

a) TR;

b) Taxa Selic Over;

c) CDI;

d) PTax;

Assim como na questão da pegadinha de número 2, essa é uma armadilha para os apressados. CDB, por exemplo, lembra imediatamente CDI. Contudo, é preciso pensar duas vezes.

A taxa de captação do CDB é o TBF (Taxa Básica Financeira) e o redutor aplicado pelo governo, no caso, o Bacen, é a TR.

5ª pegadinha

No Tesouro Direto:

a) As pessoas físicas podem comprar títulos públicos federais;

b) As pessoas físicas e jurídicas podem comprar títulos públicos federais;

c) As pessoas físicas podem comprar e vender títulos públicos federais.

d) As pessoas físicas e jurídicas podem comprar e vender títulos públicos federais;

Essa questão tem uma cilada dupla. A primeira é porque a primeira resposta é aparentemente correta, mas existe uma alternativa mais completa. A segunda armadilha é a pessoa jurídica.

O Tesouro Direto é direcionado somente às pessoas físicas. Por consequência, as empresas não compram e nem vendem títulos públicos através dele.

Como mandar bem na prova da ANBIMA?

Se depois de ler estas pegadinhas das provas ANBIMA você está preocupado com o seu desempenho, pode relaxar. Afinal, eu trouxe aqui alguns passos que vão te ajudar a mandar bem na CPA-10 e na CPA-20.

1. Se prepare para o dia da prova

Aqui, não falo apenas de estudar, mas também de se manter descansado, bem alimentado e bem hidratado. Isso porque as suas condições físicas podem aumentar o seu nervosismo, ou o cansaço na hora da prova. É preciso, portanto, estar completamente bem.

2. Escolha o melhor horário

Na hora de escolher o horário da sua prova, lembre-se de ser estratégico. Considere, por exemplo, o tempo de deslocamento até o local da prova, sempre deixando margem para possíveis imprevistos.

3. Não deixe para estudar na última hora

Ao estudar na última hora, você vai, com certeza, estar extremamente nervoso. Além disso (e também por causa disso), é bastante provável que muito conteúdo importante seja deixado para trás. 

4. Cuidado com as pegadinhas como PGBL e VGBL

Ou alguns erros podem acontecer, como vimos nas pegadinhas. Estes conteúdos, especificamente, são bastante complexos. Portanto, tanto na hora de estudar, quanto na hora da prova, lembre-se de ler tudo com atenção dobrada.

5. Faça simulados

Os simulados da TopInvest, por exemplo, têm muitas questões idênticas às das provas de verdade. Esse tipo de material te ajuda a se sentir preparado de verdade para os exames. Não obstante, também é ideal para que você entenda quais são os seus pontos fortes e fracos, e trabalhar neles.

6. Leia duas vezes as porcentagens

Na hora da prova, muitos candidatos leem os enunciados e as alternativas de resposta na pressa. Por consequência, acabam cometendo equívocos em relação às porcentagens. Ao se preparar para os exames, lembre-se de trabalhar, também, a organização do tempo. Assim, você não precisará, no grande dia, resolver nenhuma questão sem atenção.

7. Esteja atento à hierarquia das instituições

Parece um tópico bastante simples, mas a quantidade de pessoas que erra essas questões ainda é grande. Portanto, não subestime a hierarquia das instituições, ou o Sistema Financeiro Nacional, ao organizar o seu cronograma de estudos.

8. Podem existir duas alternativas corretas

Pois é! Às vezes, quando duas alternativas parecem corretas, é porque elas são mesmo. Mais uma vez, eu te recomendo ler tudo com bastante atenção para ter certeza de que você está fazendo as escolhas certas.

É difícil passar nas provas ANBIMA?

Todos os anos, os relatórios da ANBIMA mostram que quase metade dos candidatos reprovam nos exames da CPA-10 e da CPA-20. Os motivos que justificam esses números podem ser vários: o grau de dificuldade das provas, a extensão do conteúdo, a falta de preparo, o nervosismo etc.

De forma geral, por mais clichê que isso soe, eu te garanto que, se você estudar apropriadamente, não há razões para sentir medo das provas ANBIMA. E por “apropriadamente”, eu quero dizer: com material atualizado e confiável, suporte de professores que entendem do assunto e simulados que sejam fiéis às provas reais.

Quantas questões preciso acertar na CPA-10?

A prova da CPA-10 tem 50 questões e, para ser aprovado, o índice de aproveitamento deve ser de, no mínimo, 70%. Por isso, você deve acertar 35 questões do exame.

Quantas questões preciso acertar na CPA-20?

Na CPA-20, o índice de aproveitamento também é de 70%, no mínimo. Contudo, a prova tem 60 questões. Portanto, para conseguir a sua certificação, é necessário acertar 42 questões.

Onde encontro questões das provas ANBIMA para responder?

Você encontra aqui mesmo, nos simulados da TopInvest! Como disse, nossos simulados são bastante semelhantes às provas reais, afinal, trabalhamos constantemente para mantê-los atualizados. Eles são gratuitos e submetem você ao mesmo tempo de realização de exame da CPA-10 e da CPA-20. Bom demais, né?

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!