Certificações Financeiras

FUNDOS DE INVESTIMENTO: o queridinho das provas da Anbima

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 31 de março de 2021

Esse é mais um daqueles conteúdos super importantes e que são presença garantida nas provas da Anbima: CPA-10, CPA-20 e CEA. 

Mas, antes de entrar nesse assunto, precisamos esclarecer algumas coisas. Fundos de investimento são aplicações que coletam valores de diversos investidores, chamados de cotistas. O objetivo deles é lucrar com a compra e venda de títulos e valores mobiliários, seja no Brasil ou no exterior. 

Eu sempre faço uma alusão a fundos de investimento com condomínios. Assim, fica bem mais fácil fazer essa associação, podendo ser um tipo de condomínio aberto, em que o resgate das cotas pode ser solicitado pelos investidores, de acordo com o regulamento do fundo, ou fechado, em que os resgates acontecem no prazo de vencimento do fundo.

O investimento em fundo pressupõe a existência de uma gestão profissional, que vai definir a alocação do fundo em renda fixa e variável, sempre limitadas às regras e limites estabelecidos no regulamento do fundo.

Um fundo de investimentos é dividido em cotas. Quando você faz um aporte de capital, está na prática adquirindo cotas, uma fração desse fundo.

Assim, o valor da cota se altera a cada dia, mas a quantidade de cotas que você possui é sempre a mesma. 

É preciso, porém, ficar atento às peculiaridades desse tipo de investimento, como o recolhimento do Imposto de Renda, as taxas existentes de administração, performance e saída, os prazos de resgate, política de investimentos, entre outras.

Assim como a maioria dos investimentos, para investir em fundos, você precisa de uma corretora ou um banco de investimentos da sua confiança. Descubra qual o seu perfil de investidor e escolha opções que se enquadrem com você. 

Existem diferentes tipos de fundos de investimentos, como de ações, de renda fixa, cambiais e multimercados. Conheça um pouco mais sobre cada um deles:

  • Fundos de renda fixa: Os fundos de renda fixa têm foco em retornos por meio de investimentos em ativos de renda fixa, não sendo aceitas exposições em rendas variáveis como ações.
  • Fundos de ações: Composta principalmente por ativos de renda variável, ações à vista, certificados de depósito de ações, bônus ou recibos de subscrição.
  • Fundos multimercados: São os mais dinâmicos e podem ter estratégias bem amplas e complexas, envolvendo diversos fatores de risco. 
  • Fundos cambiais: Os fundos cambiais reúnem aplicações com pelo menos 80% da carteira em ativos (qualquer risco de crédito) relacionados diretamente ou sintetizados a partir de moedas estrangeiras.

Qual a influência da nova Selic sob os fundos de investimento?

Após 6 anos de manutenção ou queda, a Taxa Selic, que estava até então estagnada em 2%, finalmente recebeu um aumento. Agora, ela está em 2,75% ao ano e foi divulgado no último dia 17, pelo Comitê de Política Monetária (Copom)

Uma das principais implicações do aumento da taxa é a desestimulação do consumo, isso porque com as taxas mais caras, o acesso ao crédito fica bem mais difícil e menos atrativo. Podemos afirmar, portanto, que se a Taxa Selic está alta, todas as outras taxas também estarão. 

Mas é aqui que entra o pulo do gato, porque o aumento da taxa é uma excelente oportunidade para os investidores dos fundos de investimento de renda fixa. Portanto, você como um bancário, precisa oferecer aos seus clientes que tem esse perfil mais conservador ou que já tem investimentos desse tipo. Aliás, a cada 45 dias, o Copom decide se terá novas atualizações na taxa ou não, e, para a próxima mudança, um novo aumento também é esperado. 

Quando você estiver na carreira bancária, se já não está, você precisa saber dessas variações para indicar a melhor opção de investimento que combine com o cliente. E se você também investe, essa dica também serve pra você.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *