Veja no YouTube da TopInvest: Como ingressar na Carreira Bancária?

Iniciar uma carreira na área bancária é o sonho de muitas pessoas.

Cada um tem seu motivo para procurar essa carreira. Alguns procuram pela alta remuneração inicial que é em torno de R$ 3.000,00 por 30 horas semanais, a possibilidade de crescimento dentro de uma empresa sólida ou mesmo a carga horária reduzida para ter tempo para os estudos.

É claro que nem tudo são flores. É uma responsabilidade gigantesca trabalhar no caixa por exemplo. Além disso, somamos a pressão das metas e a cobrança por atingi-las. A vantagem é que, a pressão existe em todos os trabalhos, no banco ao menos você é bem remunerado.

Quais cursos superiores devo ter?

Toda carreira começa assim: pelos estudos. Na carreira bancária, não é diferente. Normalmente, os profissionais iniciam sua jornada em um curso superior. Dá uma olhada nas opções:

  • Administração;
  • Economia;
  • Tecnologia da Informação;
  • Ciências Contábeis;
  • Marketing;
  • Direito;
  • Recursos Humanos;
  • Estatística.

Antes de decidir qual curso fazer, é preciso que você tenha objetivos profissionais bem claros. Por exemplo, onde você deseja trabalhar exatamente? E em qual função? Tudo isso interfere na sua escolha!

Alta concorrência pelas Vagas

Seja uma instituição financeira de grande porte como o Bradesco ou Itaú, um banco público como Banco do Brasil ou Banrisul ou mesmo um banco de menor porte como Banco BMG ou Sicredi as oportunidades de crescimento são excelentes.

Salvo algumas exceções por experiência prévia na área, você irá começar trabalhando nestas empresas com o cargo inicial, que é o escriturário com a remuneração que citei acima (bem atrativo não é mesmo?). Devido a alta atratividade desta função, a concorrência como você deve imaginar é gigantesca, mas calma, estou aqui para lhe ajudar.

Devido a grande variedade e alta complexidade dos produtos bancários, existe a regulamentação por parte do governo através do BACEN (Banco Central do Brasil) e a autorregulação. Esta autorregulação é realizada por uma instituição chamada Anbima – Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais.

Quais certificações financeiras são necessárias?

Para muitos cargos, ter uma certificação financeira é indispensável. Seja para começar na carreira, ou para progredir nela, essa exigência é frequente. 

Aliás, uma certificação não serve apenas para mostrar que um profissional é qualificado. Além disso, ela comprova que este tem pleno conhecimento da atividade que pretende exercer, bem como de suas regulamentações.

Vamos dar uma repassada nas certificações principais?

Uma dica Valiosíssima para sua carreira bancária

Se você já é bancário e está em dúvida em fazer ou não a prova, escrevi um artigo específico para você falando se você precisa, ou não fazer as provas. Mas se você está procurando por uma vaga para ingressar nesta carreira aqui vai uma dica que não tem preço.

Faça a prova da Anbima, e faça a prova da CPA 20. O motivo é simples. Para que você possa um dia ocupar qualquer cargo de gerência seja em uma agência bancária ou central de atendimento, você precisará ter no mínimo a CPA 10.

E aqui vai o grande segredo, muitas pessoas que já trabalham em banco não tem nenhuma das certificações. Como você pode ver acima, a diferença básica entre elas é que um profissional certificado pela CPA 20 pode atender o público de alta renda e private banking.

Você deve estar se perguntando, mas e a prova é muito difícil? Não. A prova não é nada de outro mundo posso até dizer que é bem simples apesar da alta taxa de reprovação.

Procurando pela Vaga

Aqui vai uma grande sacada que aprendi ao longo destes mais de 10 anos a frente da TopInvest. Pode compartilhar a vontade, por que você não vai encontrar este segredo em nenhum outro lugar.

  • Seja aprovado na CPA 10 ou CPA 20: nós temos diversos cursos online pra te ajudar a passar nas provas da Anbima.
  • Elabore seu currículo, com APENAS UMA FOLHA. Insira nele a sua foto recente (atente para estar bem vestido e apresentável, isto é super importante para uma instituição financeira);
  • Com a ferramenta em mãos, agora é hora de distribui-la. O primeiro passo é subir o arquivo em PDF (sim, é importante salvá-lo em PDF para que não fique desconfigurado). Agora você precisa enviá-lo pela área de trabalhe conosco em todas as instituições que você conhecer;
  • Este é o último e mais importante dos passos. Não basta inserir seu curriculum em um enorme banco de dados. Assim como possuir a certificação da CPA aqui você precisa mostrar seus diferenciais. Vá pessoalmente a todas agências possíveis, peça para falar com o gerente geral ou gerente de atendimento. Faça uma breve apresentação sua, fale sobre a paixão de trabalhar um banco, sobre não ter problema com pressão e adorar pessoas e vendas.

Estas vagas não surgem todos os dias, mas quando surgir se você seguir os passos acima tenho certeza que será lembrado e chamado para uma entrevista.

Como trabalhar em bancos públicos?

Nesta situação, o único caminho é passar em um concurso público. Por isso, você deve buscar editais e estudar bastante para as provas. 

Os requisitos são os seguintes: é necessário ter entre 18 e 70 anos e estar com as obrigações militares e eleitorais em dia. 

Quando se trata de concurso público, cada vaga tem requisitos diferentes. Ou seja, a escolaridade exigida pode variar de acordo com o cargo para o qual você está tentando.

Qual perfil profissional é buscado?

Antes de tudo, você precisa entender que um bom perfil profissional não é feito somente de conhecimentos técnicos. Isso conta bastante também, obviamente. Entretanto, temos aqui um misto de teoria com soft skills.

Para começar, é importante que você seja uma pessoa ativa. Como assim? Ao demonstrar curiosidade e vontade de aprender, por exemplo, você se torna atrativo profissionalmente para as instituições.

Então, nunca pare de estudar, ler novos livros ou artigos e buscar pessoas nas quais se inspirar. Tudo isso te torna uma pessoa cheia de referências. Por consequência, você vai ser um profissional extremamente capaz de inovar e enxergar oportunidades onde ninguém mais vê. Além disso, também se torna mais criativo e versátil.

Não menos importante: cultive boas relações interpessoais. Faça networking, saiba trabalhar em equipe. Com outros bons profissionais ao redor, nos tornamos melhores também. 

No que tange às questões técnicas, também tenho alguns conselhos.

  • Seja fluente em inglês;
  • Desenvolva uma facilidade para trabalhar com números;
  • Faça estágios para conseguir experiência;
  • Invista em conhecimentos técnicos gerais;
  • Faça cursos profissionais com periodicidade. 

Onde estudar para trabalhar em bancos?

Ok, sobre os cursos superiores, é óbvio: é necessário escolher uma boa faculdade. Entretanto, falei também sobre cursos de desenvolvimento profissional e certificações. Como, afinal, um futuro profissional top de linha conquista tudo isso?

Bem, você pode começar pela TopInvest. Aqui, o auxílio é completo. Primeiramente, você pode conhecer nossos cursos específicos para cada certificação. Independente de qual você esteja tentando conquistar, nós te ajudamos a estudar.

Além disso, também temos cursos de desenvolvimento profissional. Ou seja, aqueles cursos que não são obrigatórios, mas que te tornam esse profissional top de linha que sabemos que você deseja ser.

A carreira bancária te espera!

Depois dessa visão geral do que é preciso para trabalhar em banco, é hora de começar a se preparar. O caminho, aliás, pode parecer longo. Entretanto, eu garanto: é recompensador.

E durante essa sua jornada, não tenha a menor dúvida: eu e a TopInvest estamos aqui por você. Afinal, nós também queremos que você seja um profissional incrível.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!