Ancord

Juros Pré-Fixados x Juros Pós Fixados

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 7 de novembro de 2019

Cursos Anbima, Ancord e Abecip com Desconto

Deu para notar como esse assunto é muito importante para quem está estudando para as certificações financeiras, quem pretende trabalhar no mercado financeiro ou ainda quem quer ser um investidor.

Curso online Preparatório para Ancord AAI

Quais são as diferenças destes dois tipos de juros?

  Os Juros Pré-Fixados são quando sabemos os juros exatos de forma antecipada. Veja alguns exemplos:

  • Tesouro Pré-Fixado 2022 com juros de 5,5% ao ano: quando sabemos os juros exatos no vencimento ao ano que é de 5,50%
  • CRI com vencimento em 2020 e juros de 6,50% ao ano: sabemos também os juros exatos, neste caso 6,50%
  • LCI de 6 meses com rentabilidade de 3%: não é uma percentagem ao ano, porém já se sabe que ao deixar seu dinheirinho parado haverá o recebimento exato deste percentual em 6 meses
  • Empréstimos e financiamentos: não são todos mas a grande maioria também possuem uma taxa de juros exata, um cheque especial tem juros na casa de 10% ao mês ao passo que um financiamento habitacional tem juros na casa de 10% ao ano

Muita repetição de “sabemos os juros exatos”? Na verdade isso é proposital para você compreender e memorizar estes exemplos e sobre este tipo de juros.

Já os Juros Pós-Fixados terá um indicador como você viu no vídeo. É o nosso querido benchmark. Você não sabe os juros de forma antecipada e sim o indicador. Veja alguns exemplos:

  • Tesouro Selic: este rende a própria taxa Selic, visto que, não sabemos a taxa de juros dele, somente o indicador
  • CDB de 80% do CDI: aqui não sabemos exatamente quanto irá ser recebido, apenas que o indicador recebido será pelo percentual do CDI
  • Debênture de 110% do CDI: e por fim as debêntures que também só rende o seu indicador apresentado. 

Viu como não é difícil saber diferenciar estes dois tipos de juros que existem no mercado financeiro brasileiro?

Agora você deve estar se perguntando: Mas Kléber, você falou que tinha uma treta dentro disso, onde ela está?

Calma, meus amigos que eu vou te explicar melhor!

Curso online Preparatório para Ancord AAI

O vilão dos Juros Pré-Fixados x Juros Pós Fixados

Além destes dois tipos de juros, existe ainda os Juros Híbridos. Este tipo de juros ou melhor dizendo, remuneração é uma união dos dois juros que vimos anteriormente. Isso porque uma parte é Pré-Fixada e outra é Pós-Fixada. O principal exemplo é o:

  • Tesouro IPCA: ele que rende 2,99% ao ano, que é a parte Pré, e ainda o IPCA, que é um indicador de nossa inflação será a parte Pós.   

Por isso eu lhe digo meus queridos amigos da TopInvest, muito cuidado com este tipos de juros e anote em algum lugar: eles são três tipos de juros: os Pré-Fixados, os Pós-Fixados e ainda os Híbridos que são a junção destes dois primeiros.

Para você fixar melhor um dos exemplos que mais gosto de usar é a caderneta de poupança. Você acha que ela é Pré ou Pós – Fixada?  

Aháááá, te peguei, não é?

Na verdade, a resposta para isso é que depende.

Lembra que falamos em outros conteúdo sobre a remuneração da caderneta de poupança? De forma resumida se a Taxa Selic está em 8,5% ou menos, a poupança rende 70% da Taxa Selic, e se ela rende 70% desta taxa ela é Pós-Fixada. Porém, vale lembrar que se ela está acima de 8,5% ao ano ela renderá 0,5% ao mês, logo ela será Pré-Fixada.

Mas parando um pouco para pensar um pouco ela também pode ser Híbrida, não é?

A resposta para isso é SIM! Pois ela vai render 0,5% ao mês mais TR (taxa referencial), por isso ela entra na treta que falamos e se desenvolve, também, em Juros Híbridos.

Podemos dizer que é uma baita treta da poupança, não é? hehe 

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *