Chegou a hora de falarmos sobre um dos assuntos mais polêmicos da economia brasileira. Porém, a Política de Rendas é muito importante para os seus conhecimentos, até porque, com esse aprendizado você saberá de onde vem e para onde vai toda grana do nosso país.

O que a Política de Rendas exerce em nosso país?

A Política de Rendas é um dos instrumentos utilizados na política econômica do governo de nosso país. Assim como a Política Fiscal, a Política Cambial e a Política Monetária.

Sua principal função é ser executada pelo próprio governo para a distribuição de renda no Brasil.

É óbvio que se estamos falando de distribuição, fica claro que estamos pegando dinheiro de algum lugar e colocando em outro. Assim acontece com a renda.

Curso Online para Certificação CPA10

Ligação com o Imposto de Renda

Sim, parece que as palavras só estão repetidas, mas nada é por acaso aqui. Se estamos falando de renda é bem comum lembrarmos do Imposto de Renda.

Ele que possui uma escala progressiva, isto é, começa de 0 (zero) e vai para 7,5, 15, e assim pordiante. Sempre em uma escala que cresce de acordo com o salário.

E sim, apesar de crescer há muitas coisas que se podem ser abatidas no IR. Só que nosso foco não é específico aqui, mas sim que, o Imposto de Renda nos demonstra que as pessoas que recebem mais, irão pagar mais impostos.

E como eu disse, há muitas formas de se abater o IR, sendo que, depois muitas pessoas, mesmo ganhando bem, irão pagar um pouco menos do esperado.

Isso não é só aqui…

Verdade, essa situação ocorre em outros países também.

E mesmo assim, pode ocorrer de diversos milionários brasileiros não residirem mais aqui e arrecadarem renda em outros países. Logo, é um tiro no pé do nosso governo.

Por isso, existe a Política de Rendas, pois o Imposto pago pelas pessoas pode muitas vezes não estar mais entre nós. Desta forma, haverá de ser criado uma maneira de distribuição de renda no país, para suprir o que não está mais aqui.

Conseguiu compreender?

Com essas rendas criadas dentro do próprio país não levamos um tiro no pé. E uma das formas de fazer isso é fazendo a cobrança do IR no formato progressivo para quem ainda está no Brasil.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

O que é feito com isso?

Aí é realizado a distribuição da renda, “tirando” de certa forma, de quem ganha mais, e distribuindo a quem ganha menos e está em vulnerabilidade social.

Essa divisão é realizada a partir dos principais programas sociais do Governo Federal:

  • Bolsa Família;
  • Controle de Salário Mínimo;
  • Minha Casa Minha Vida;
  • Aposentadoria Baixa Renda;
  • Tarifa Social de Energia;
  • Passe Livre para Deficientes;
  • Isenção na Taxa de Concursos;
  • Entre outros.

Estes são programas bem conhecidos por nós, sendo que, são auxílios para a população que está na pobreza extrema e em estado de vulnerabilidade social.

No papel é lindo, já na prática

Infelizmente, a Política de Rendas é lembrada por ser linda no papel e ser bem cabeluda na prática. Isso acontece porque muitos benefícios sociais não são suficientes ou não funcionam da maneira que devem ser.

O IR que falamos acima, é uma forma de arrecadação e consequentemente, distribuição. Contudo, um dos maiores exemplos é o nosso próprio salário mínimo, dado que não é assunto grave, porém, quando o governo começa a controlar salários e preços, as coisas tendem a dar errado.

Já imaginou limitar que alguém pode ganhar um valor específico ao mês sem aumento? E se isso ocorresse com os preços das mercadorias?

Se uma mercadoria tiver seu valor fixado, o produtor que o produz não irá mais ter lucro. Logo, ele partirá para outro com preço melhor. Assim, aquela mercadoria que o produtor parou de produzir irá sumir, podendo haver até aumento de inflação, e a mesma coisa acontece com os salários.

Por isso, é importante ficarmos atentos a estes assuntos, visto que, são como uma cereja do bolo para estarmos ligados no que acontece em nosso país.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!