O índice de referência também conhecido como BenchMark é muito utilizado nos investimentos, e apesar disso muitos investidores ainda não tem uma compreensão clara de seu significado.

E sim, é mais um dos termos de inglês que estão presentes nas certificações.

Mas, o que é Benchmark?

Ele é nada mais que um índice de referência. E sabemos que o Mercado Financeiro sempre busca uma referência para analisar o desempenho de um determinado produto de investimento.

Logo, teremos a rentabilidade que chamamos de Rentabilidade Relativa. E para fazer essa relação de alguma coisa, é justamente feito o Benchmark.

Existem benchmarks para qualquer coisa de investimentos, inclusive produtos de Renda Fixa e outros para Renda Variável. Dentre outros mais.

Benchmark – Renda Fixa

Os principais índices de Renda Fixa são:

  • Taxa DI, ou conhecida no mercado como Taxa CDI
  • Taxa SELIC
  • Taxa PTAX
  • Taxa IPCA
  • Taxa IGP-M

Curso Online para Certificação CPA10

Benchmark – Renda Variável

  • Índice IBOVESPA
  • Índice Brasil 100 (IBrX 100)
  • Índice Brasil 50 (IBrX 50)
  • IFIX
  • E outros

IBOVESPA

Claro que todos os índices são muito importantes para o desenvolvimento econômico. Mas, para a sua prova, eu acredito que seja essencial você compreender um pouco mais o IBOVESPA.

Lembre que a IBOVESPA não existe mais, hoje ela é a B3 – Brasil, Bolsa e Balcão. Porém, o índice continua sendo IBOVESPA.

Ele é a média da cotação das empresas com maior volume de negociação de ações na B3. Sendo o principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 e reúne as empresas mais importantes do mercado de capitais brasileiro.

Esse índice é o que chamamos de quantitativo. Pois, mede a quantidade de negócios. Visto que, representa 80% dos negócios da Bolsa.

E a cada quatro meses, o índice é reavaliado. Podendo haver mudanças nas empresas que o compõe, podendo aumentar ou diminuir o número de ações e até aumentar ou diminuir o percentual que as ações representa dentro deste índice.