Certificações Financeiras

Desvendando a Certificação CFP: uma certificação que segue os moldes internacionais

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 22 de abril de 2021

Hoje viemos desvendar o CFP. O termo é em inglês e significa Certified Financial Planner, que traduzindo significa: Planejador Financeiro Certificado. Essa é uma certificação internacional e uma das mais almejadas do Mercado Financeiro. No entanto, ela não é válida em nenhum local internacional, ela apenas segue um modelo de fora. A prova, portanto, é oferecida pela instituição Planejar, a Associação Brasileira de Planejadores Financeiros. Ela é filiada ao FPSB, o Financial Planning Standards Board, que é a entidade que cuida do gerenciamento, desenvolvimento e promoção da marca CPFR no mundo. E apesar de não ter essa validade internacional, ela possui padrão internacional, o que é muito relevante.

A CFP é obrigatória para profissionais que atuam no segmento de private banking, do ponto de vista profissional. Diferente da ANCORD e da CEA, essa é uma certificação muito mais completa, justamente porque ela te prepara para ser  um planejador financeiro.Portanto, essa certificação destina-se a quem deseja ser: planejador financeiro, orientador financeiro, assessor financeiro, consultor financeiro ou coach financeiro. Além disso, o profissional busca criar e analisar o planejamento financeiro como uma estratégia para equilibrar ganhos e despesas do seu cliente. Planejar as finanças significa ter um equilíbrio e segurança nas necessidades e investimentos.

Por isso o planejamento financeiro possui Propósitos e Benefícios específicos que devem ser lembrados:

  •  Maior controle de gastos e investimentos;
  • Evita o acúmulo de dívidas;
  • Tranquilidade financeira;
  • Planejar as finanças, investimentos, seguros e sucessão;
  • Concretização de sonhos e metas;
  • Aquisição de bens materiais.

Para se tornar um CFP, além de passar na prova, você precisa cumprir alguns pré-requisitos.

  • Ter ensino superior completo em curso reconhecido pelo MEC – qualquer área, isso mostra que você já estudou um pouco;
  • Ter experiência profissional:
  1. Um ano de experiência supervisionada; 
  2. Três anos de experiência não supervisionada no relacionamento direto com clientes PFs, em uma das áreas de entendimento desta certificação. As áreas admitidas para a comprovação de experiência são: 
  • Planejador financeiro
  • Gestão de investimentos
  • Planejamento da aposentadoria
  • Gestão de riscos e seguros
  • Planejamento fiscal
  • Planejamento sucessório

Além disso, depois de certificado, você precisa aderir ao Código de Conduta Ética e Responsabilidade Profissional da Planejar, pois nesta profissão se lida muito com o dinheiro de outras pessoas. 

Agora que você já sabe o que faz e o que precisa para conseguir essa certificação, vamos descobrir o que cai nessa prova. Já adianto que é preciso muito estudo e dedicação

A prova é totalmente computadorizada. E por ser bem densa e complexa, ela é realizada somente três vezes ao ano em datas e programação estipuladas pela Planejar.

Neste ano (2021), ela está marcada para os seguintes dias:

  • Exame 37: 06 de junho de 2021;
  • Exame 38: 15 de agosto de 2021;
  • Exame 39: 28 de novembro de 2021.

Orientamos que você sempre verifique as datas oficiais no site da Planejar, isso porque, algumas certificações sofreram alterações devido ao cenário pandêmico.

O grande benefício dessa certificação é que você pode fazer a prova completa ou no formato modular, isso porque ela é muito extensa. Desse jeito, você pode fazer os 6 módulos em um dia inteiro, ou em etapas.

A prova completa tem duração de 7 horas e 5 minutos, com um intervalo de 1 hora e 30 minutos. Ela possui 140 questões de múltipla escolha e para a aprovação é necessário ter no mínimo de 70% de aproveitamento, ou seja, 98 questões, visto que, é necessário ter 50% de acertos nas questões em cada módulo. 

Já na prova modular, cada módulo possui um tempo específico para ser finalizado.Fique ligado em quais são as suas maiores dificuldades pra que assim você consiga otimizar melhor o seu tempo.

  • I. Planejamento Financeiro e Ética – 2 horas e 40 minutos

53 questões – 37 (70%) de acertos necessários

  • II. Gestão de Ativos e Investimentos – 1 hora e 20 minutos

27 questões – 19 (70%) de acertos necessários

  • III. Planejamento de Aposentadoria – 55 minutos

18 questões – 13 (70%) de acertos necessários

  • IV. Gestão de Riscos e Seguros – 45 minutos

15 questões – 10 (70%) de acertos necessários

  • V. Planejamento Fiscal – 45 minutos

14 questões – 10 (70%) de acertos necessários

  • VI. Planejamento Sucessório – 40 minutos

13 questões – 9 (70%) de acertos necessários

 Agora que nós já desvendamos essa profissão, bora testar os seus conhecimentos? Nós criamos um simulado gratuito com mais 1300 questões de conteúdos de todos os módulos da prova para você se preparar da melhor forma. Além disso, temos o curso também que está 100% atualizado conforme o último edital da Planejar.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *