Noções de Economia

Seguro de vida - Eu preciso? Por que 90% dos Japoneses tem?

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 7 de novembro de 2019

Cursos Anbima, Ancord e Abecip com Desconto

De acordo com pesquisas desenvolvidas pela instituição Japan Institute of Life Insurance, em 2015, praticamente 90% das famílias japonesas tinham algum seguro de vida.

O Japão fica atrás, somente dos Estados Unidos, quando falamos em valor do premio do seguro (o que acontece pela força da moeda americana).

Enquanto os Estados Unidos possuem mais de 500 bilhões de dólares em premio, o Japão possui um pouco mais de 300 bilhões ficando em segundo lugar.

Porque a população Japonesa definitivamente gasta tanto com seguros?

Não é de hoje que os japoneses são conhecidos por ser um povo, astuto, e porque não dedicado.

Essas qualidades acabam influenciando na maneira que os mesmos avaliam os riscos, e consequentemente, as maneiras de proteger suas famílias e entes queridos.

O Japão, também é um lugar onde ocorrem terremotos. Há tempos já houve vazamento de uma usina nuclear, devido ao Tsunami.

Por se tratar de fenômenos da natureza, e que podem acabar comprometendo as famílias, é natural que os japoneses, tenham o interesse de proteger suas famílias contratando seguros.

Quando compramos um plano de seguro de vida, estamos assegurando o futuro financeiro, com certa tranquilidade para nossas famílias, se por ventura, algo de ruim acontecer conosco.

Os seguros de vida podem pagar os seus beneficiários, em diversas ocasiões, não estando, somente vinculada a morte do titular.

Caso o titular descubra alguma doença grave, como câncer, ou até mesmo uma doença terminal, o seguro pode acabar tendo que remunerar as famílias.

Logico existem seguros diferentes. Para cada tipo de proposta, vai existir um valor, e cabe ao corretor de seguros observar quais sãos as características que mais se enquadram em cada caso.

Podemos encontrar apólices que pagam ao titular e sua família, o seguro, caso o assegurado tenha algum acidente, ou doença que acabe prejudicando alguma forma a maneira que o segurado tem como forma de renda.

Como por exemplo, perder uma perna, ou braço, enfim. Tudo isso, pode acabar acontecendo com nós.

Quando não temos dinheiro em poupança, ou mesmo, não possuímos uma condição financeira, tais problemas, podem acabar desestruturando toda a família. E de certa forma, gerando mais dificuldades a todos.

Ainda mais, quando falamos de famílias que dependem da fonte de renda oriunda de uma só pessoa.

Isso, por exemplo, no Brasil ainda acontece muito. Quando um pai acaba morrendo, ou fica sem condições de trabalhar, devido a doenças ou algum acidente.

As familiais acabam perdendo a renda, e ainda por cima, precisam assumir novas despesas.

A vida, não é uma linha reta, mas sim um caminho que às vezes é penoso, tendo algumas armadilhas.

Mas cuidado, engana-se quem pensa que seguro de vida é para famílias desabastadas. Você sabe por exemplo qual é o custo de inventário para uma família com bastante dinheiro? Digamos um patrimônio de um milhão de reais?

Pode chegar a incríveis 20%. Este é um motivo importantíssimo para a contratação de um seguro de vida, uma vez que seguros de vida tem cobertura para inventários.

Os japoneses sabem muito bem disso e acabam tomando a iniciativa, de reduzir tais problemas, ou preocupações pagando planos de seguros.

Mas nem sempre os seguros são únicos instrumentos utilizados para proteger as famílias em situações de morte, acidente ou doença.

Para você que gostaria de saber um pouco mais sobre como funciona o sistema de previdência social ou mesmo previdência privada, tenho uma ótima recomendação de leitura, o livro O que É Previdência Social do autor Luciano Fazio é uma excelente leitura.

Planos de previdência com seguro

Algumas instituições já oferecem planos de previdência, com uma espécie de seguro de vida, que em caso de morte, o plano acaba pagando o valor total da previdência. Caso você tenha interesse neste tipo de produto exclusivo, entre em contato.

Seguro de vida
90% das famílias japonesas tem seguro de vida

Os beneficiários destes planos podem ser a família do titular ou mesmo um terceiro. Sem esquecer que adquirir um plano de previdência em conjunto com seguro de vida, pode acabar sendo mais interessante, pelo fato de contar com os aportes mensais ou anuais você tem mais uma forma de previdência.

Dessa forma, o investidor, poderá contar no final das aplicações com a previdência. E se antes, o titular acabar morrendo, pode ocorrer o pagamento do seguro integral e protegendo sua família.

Outros motivos para contratar o seguro ou previdência

Além desses motivos, a aquisição de um seguro pode trazer mais segurança para famílias endividadas por exemplo.

Vamos supor que uma família está pagando a casa, em prestações, juntamente com o carro. Dependendo dos valores, podemos estrar tratando de uma quantia mensal alta e comprometer boa parte do orçamento familiar.

Se por ventura o provedor da família vier a faltar, é possível utilizar a apólice de seguros para quitar as dívidas e ainda fazer o inventário.

Muitas pessoas já fazem isso, e até as próprias financiadoras incluem a obrigatoriedade de seguro de vida aos contratos, para que em caso do falecimento do pagador a dívida seja quitada.

O que nós brasileiros podemos fazer?

Primeira coisa, temos que utilizar o exemplo japonês a nosso favor. Isso não significa que todos nos temos que sai correndo, nesse exato momento para fazer um seguro de vida e plano de previdência por exemplo, mas é muito importante que você faça a contratação de um seguro de vida no caso de possuir dependentes financeiros de você.

De qualquer forma, o habito dos japoneses precisam ser incorporado a nossa cultura. É importante reservar parte dos ganhos, para alguma emergência e mais de uma forma de previdência.

Existem algumas pessoas que conseguem viver a vida, sem possui grandes reservas, trabalhando como funcionários boa parte da vida, e vivendo somente da previdência convencional. Mas outra boa parte da população, que tenta viver de modo parecido, acaba se prejudicando quando acontece algo de ruim.

Mas fazendo o seguro, tenho como conseguir o dinheiro de volta?

Esta é a grande vantagem, já estão surgindo produtos nacionais com esta possibilidade. Você paga um seguro de vida por um período de 20 anos por exemplo, se não ocorrer o sinistro você pode reaver todo o capital pago. Existem produtos nacionais como o Bien Vivir da Maprfre seguros ou mesmo o Cica Life (Citizens Inc) um seguro de vida americano focado para estrangeiros com uma cobertura excepcional.

Mas cuidado, nem todas apólices de seguro possuem esse beneficio de reaver o valor pago.

Fora isso o investidor deve também buscar outras maneiras de aplicar seus recursos, de maneira mensal.

Adquirindo o habito de poupar, temos varias aplicações que podem ser utilizadas para preservar e multiplicar o dinheiro.

Podemos começar citando, o Tesouro Direto.

TESOURO IPCA

O tesouro IPCA são as aplicações mais indicadas no momento quando estamos falando em aposentadoria, ou ate mesmo, previdência. Se você nunca investiu no tesouro direto, aqui deixo um link com passo a passo para você.

Essa aplicação tem como objetivo remunerar o capital aplicado, corrigindo o mesmo, pela inflação (IPCA) e mais um juro prefixado.

Hoje temos o Tesouro Direto IPCA com pagamento semestral de juro, e sem os pagamentos semestrais. Lembre-se que os sem pagamentos semestrais são mais vantajosos, pois o seu capital fica rendendo juros compostos. Lembre-se também que, tais letras possuem vencimentos de longo prazo.

O vencimento mais curto é para 2024. Então estamos tratando de investimentos que precisam ser feitos sobre uma ótica de longo prazo.

Outro detalhe importante sobre os papeis mencionados está relacionado a volatilidade que o mesmo pode acabar tendo durante o período de aplicação.

Do momento em que você compra até o vencimento, o valor da letra pode acabar indo para cima, e para baixo.

Dependendo de como estiver o mercado (a variação da taxa de juros SELIC), o valor da letra poderá variar bastante. Ela não vai evoluir conforme os dias passam igual ao CDB, ou até mesmo o Tesouro Selic.

Mas a remuneração contratada no inicio quando foi feito a aplicação, permanecera valendo. Então não se preocupe se você está pensando somente em seu dinheiro no vencimento.

Mas se você quiser resgatar o valor antes do vencimento, então precisara ficar de olho durante o período.

Ainda falando sobre o resgate os títulos do Tesouro possuem liquides diária, sendo possível solicitar o resgate a qualquer hora, porem a operação só será realizada em dias uteis.

Entre os horários das nove e meia da manhã e seis horas da tarde.

E então? Você já tem o seu seguro de vida? Acha importante contratar? Deixe seu comentário ou dúvida aqui nos comentários abaixo.

Gostaria de participar de um grupo de estudos para CPA 10, CPA 20 e CEA no WhatsApp para alavancar seus estudos?

Estudando para uma certificação financeira? Venha participar do nosso grupo no Telegram. Temos grupos para todas certificações financeiras. Basta clicar aqui.

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *