CEA - Certificação Especialista de Investimentos

O que é Private Banking? - Saiba tudo sobre o setor mais cobiçado do banco

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 12 de maio de 2020

Quem que nunca sonhou em trabalhar no Private Banking? Andar sempre bem elegante, no meio dos milionários e ser o expert em finanças?

Mas, para trabalhar com o Private existem algumas normas e devemos estar de acordo. Se liga só!

Na real, como funciona o Private Banking?

O serviço de Private, de acordo com o código, compreende na distribuição de produtos de investimento para os investidores que tenham capacidade financeira, de no mínimo 3 milhões de reais, individual ou coletivamente.

WOW! Sim, é um baita mercado!

Sendo que gera a prestação dos seguintes serviços:

  • Proposta de portfólio de produtos e serviços exclusivos
  • Planejamento financeiro, incluindo e não se limitando a análise e soluções financeiras de investimento específicas. Constituição de veículos de investimento que podem ser exclusivos, reservados segundo a necessidade do perfil do investidor

Curso Online para Certificação CPA10

Além disso, as instituições participantes devem oferecer ainda aos seus investidores:

  • Planejamento fiscal, tributário, sucessório. Devendo ser desempenhado por profissional tecnicamente capacitado

Opa, quem te lembra aqui? Isso mesmo, a tão sonhada CFP!

  • Planejamento previdenciário e de seguros, sendo esse desempenhado por companhia seguradora parceira
  • Elaboração de relatórios de consolidação de investimentos detidos em outras instituições que permitam uma análise crítica em relação às posições e concentração de ativos

Profissionais Capacitados

Para que tudo isso que vimos acima seja possível ocorrer, é necessário termos um profissional qualificado para tal serviço – vulgo o Planejador Financeiro Certificado.

E por isso iremos ter um contrato de prestação de serviços, que deve possuir:

  • Descrição dos serviços contratados
  • Descrição da forma de remuneração, incluindo os casos de múltipla remuneração pela aquisição e manutenção de investimentos;
  • Indicação de quem prestará o serviço
  • Descrição da prestação de informações para o investidor com a periodicidade
  • Cláusula prevendo a responsabilidade do terceiro contratado para a prestação dos serviços quando for o caso

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Falando em CFP!

Já que sabemos que um profissional qualificado para o Private Banking é o profissional que possui CFP, logo, um profissional superior. Para que a instituição possa prestar este serviço, ela deve ter em sua estrutura:

  • 75% dos seus gerentes de relacionamento certificados com CFP, devendo ser funcionários da instituição financeira e exercer funções exclusivamente no Private
  • Profissional ou área responsável de estrategista de investimentos devendo ser certificado com CFP, CGA ou CFA e ainda possuir autorização da CVM
  • Profissional responsável pela análise de risco de mercado e de crédito dos produtos
    de investimento recomendados;
  • Economista.

Importante!

Não é necessária dedicação exclusiva dos profissionais citados anteriormente para o serviço de Private, desde que outras funções desempenhadas não gerem conflito de interesses com o referido serviço.

É aquela coisa, ética em todo o lugar que se exerce a função.

Às instituições participantes que decidirem prestar o serviço de Private para seus investidores, devem, previamente a prestação, informar a Anbima que passarão a prestar esse serviço e demonstrar que cumpriram com às exigências previstas neste capítulo.

Bacan, né?! Agora você já sabe tudo sobre esse setor tão desejado e ainda, como poder entrar nele!

Download Gratuito

7 Dicas para conseguir sua Certificação Financeira

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *