Atenção: as novas certificações da ANBIMA já têm nome! A CPA, a C-Pro R e a C-Pro I chegaram para atualizar a hierarquia de selos da entidade e para tornar a sua atuação mais dinâmica e completa.

Em resumo, além de uma formação básica para que se possa trabalhar com produtos de investimento, agora os exames serão divididos entre perfis comerciais e perfis técnicos.

Essa é uma maneira de adequar o mercado aos padrões internacionais, evitar o desvio de função nas instituições e possibilitar que você, profissional, planeje a sua carreira com mais eficiência, de acordo com as suas habilidades e metas.

Curioso para conhecer os novos nomes? Vem comigo para entender:

  • O que significam os novos nomes das certificações de distribuição ANBIMA?
  • Quais as características das novas certificações ANBIMA?
  • O que acontece com quem tem CEA?
  • Como será o processo de transição?
  • Como se preparar para as certificações CPA, C-Pro R e C-Pro I?

No final, ainda deixei uma dica útil sobre onde começar a se preparar quando as novas certificações começarem a valer. Vem comigo! 

O que significam os novos nomes das certificações de distribuição ANBIMA?

Os novos nomes das certificações de distribuição ANBIMA se referem aos perfis profissionais para os quais são adequadas. Enquanto a CPA segue sendo como um selo básico, a C-Pro R e a C-Pro I indicam, respectivamente, a adequação aos perfis comerciais e técnicos.

O processo de definição dos nomes foi colaborativo. Além dos próprios membros da ANBIMA, profissionais certificados e que ainda estão em busca dessa conquista foram consultados, para que a entidade pudesse sentir quais seriam suas percepções ou quais sugestões poderiam ser valiosas nesse novo momento. 

Além disso, é claro, esse público contribui para a validação dos nomes. Afinal, como as pontas do mercado — ou seja, na posição daqueles que serão impactados diretamente pelas mudanças —, conhecer suas opiniões foi fundamental para que essa transição seja mais assertiva e tranquila para todos.

Dá uma olhada nos novos nomes das certificações:

  • CPA (Certificado Profissional ANBIMA)
  • C-Pro I (Certificado Profissional ANBIMA de Investimento)
  • C-Pro R (Certificado Profissional ANBIMA de Relacionamento)

Quais as características das novas certificações ANBIMA?

Os perfis profissionais e as atividades diárias de cada um são as bases das novas certificações ANBIMA. Agora, os selos estão de acordo com os padrões financeiros internacionais e servem também para evitar o desvio de função dentro das instituições.

Dá uma olhada nas diferenças de cada uma:

CPA

Este certificado é o ponto inicial da nova tríade de certificações. Por isso, é indicado para quem deseja ingressar na carreira de distribuição de produtos de investimento, com uma pegada mais “básica”. 

Embora os detalhes específicos do conteúdo ainda não tenham sido divulgados, a certificação garante que os profissionais tenham um conhecimento basilar sobre diversos tipos de investimentos e outros produtos do mercado financeiro

Com este selo no currículo, oportunidades serão abertas nas áreas de prospecção de clientes, atendimento e suporte.

C-Pro R (Certificado Profissional ANBIMA de Relacionamento)

Voltado para profissionais com perfil comercial, este selo é ideal para quem possui (e deseja desenvolver) um conhecimento aprofundado sobre perfis de investidores e a adequação de produtos de investimento

Na prática, a certificação vai te habilitar a trabalhar com análises de necessidades, fazer recomendações de portfólio, apresentar riscos e compreender os objetivos dos clientes, proporcionando um serviço mais personalizado.

Atenção: será necessário ter a CPA para obter a C-Pro R.

C-Pro I (Certificado Profissional ANBIMA de Investimento)

Por fim, esta é destinada a profissionais com perfil técnico e mais adequada para aqueles que desejam aprofundar o conhecimento sobre a estrutura de produtos de investimento. Como resultado, você se torna apto a elaborar e recomendar portfólios

Com esta certificação, é possível colaborar com profissionais que possuem a CPA e a C-Pro R, oferecendo uma visão mais técnica (e essencial) para a assessoria de investimentos que os demais profissionais ANBIMA utilizam em seu trabalho diário.

Para obter o selo, também é necessário ter sido aprovado na CPA antes.

O que acontece com quem tem CEA?

Quem tem CEA (assim como quem tem CPA-10 ou CPA-20) não perde a certificação já conquistada. Como os selos deixarão de existir em janeiro de 2026, a ANBIMA apenas vai exigir que os profissionais certificados façam um curso de atualização, sem custos extras.

Lembrando que essa atualização é parte dos planos da ANBIMA para o futuro do mercado financeiro. Com as mudanças, um dos objetivos da entidade é justamente fomentar o desenvolvimento contínuo dos profissionais, para que se mantenham sempre a par das novidades e atendendo às necessidades do setor.

Como será o processo de transição?

Para que a transição rumo às novas certificações ANBIMA seja mais tranquila, o processo de mudança será gradual, com a divulgação de todos os detalhes prevista para dezembro de 2024.

Até o momento, o que se sabe é que, no primeiro trimestre de 2025, a entidade vai disponibilizar os conteúdos cobrados nos novos exames e somente em janeiro de 2026 as certificações atuais (CPA-10, CPA-20 e CEA) vão deixar de existir, dando lugar às novas: CPA, C-Pro R e C-Pro I.

Tanto na fase de testagem das questões quanto no momento em que elas passam a valer, a entidade vai realizar vários ciclos de conversa, com o objetivo de analisar de perto as percepções do público sobre a transição.

Para manter todos a par do que vem sendo alterado, a ANBIMA lançou o relatório Um olhar sobre as certificações, no qual compila todas as informações úteis sobre as novidades e porque elas estão sendo empreendidas.

Como se preparar para as certificações CPA, C-Pro R e C-Pro I?

Como a ANBIMA ainda não divulgou o conteúdo programático da CPA, da C-Pro R e da C-Pro I, ainda não é possível traçar um plano de estudos eficaz para se preparar para as novas certificações. 

No entanto, quando os temas estiverem disponíveis para conhecimento do público (no primeiro trimestre de 2025), a própria entidade vai oferecer jornadas de aprendizado e preparação no aplicativo ANBIMA Edu.

Até então, o que se sabe com certeza é que os exames não vão mais cobrar apenas aspectos técnicos, mas comportamentais também. Essa é, inclusive, uma maneira de adaptar os profissionais às necessidades do mercado financeiro atual, como comunicação, interpretação e trabalho sob pressão.

Seja o primeiro a começar a se preparar para as novas certificações ANBIMA

Já está de olho no seu futuro profissional, almejando conquistar as novas certificações ANBIMA assim que elas passarem a valer? Nosso time de educação já está a todo vapor acompanhando as notícias da instituição, para te ajudar nessa etapa da sua carreira quando chegar a hora.

Quer ser o primeiro a saber quando as aulas estiverem disponíveis? É só clicar no selo de seu interesse:

Ou acesse já a nossa aba de certificações financeiras a serem lançadas futuramente e cadastre-se para ser notificado quando os cursos preparatórios para CPA, C-Pro R e C-Pro I estiverem disponíveis.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *