Em janeiro de 2026, a CPA-10 vai deixar de existir! A mudança faz parte da remodelação das certificações empreendida pela ANBIMA, a fim de adequar essas capacitações à realidade e às necessidades do mercado financeiro atual.

Na dúvida sobre como essa transição vai acontecer e como ficam aqueles que já são certificados, siga comigo! Neste artigo, você vai entender:

  • CPA-10 vai deixar de existir?
  • Quando a CPA vai mudar?
  • O que muda na CPA-10 em 2026?
  • O que vai mudar nas certificações da ANBIMA?
  • Já existem os nomes e editais das novas provas?

E se quiser ser o primeiro a começar a se preparar para os novos selos, saiba que reservei para você, no final deste conteúdo, uma dica para ser notificado antes de todos os outros.

Vem comigo!

CPA-10 vai deixar de existir?

Vai, sim! Em janeiro de 2026, a CPA-10 (assim como a CPA-20 e a CEA) vão deixar de existir, dando lugar às novas certificações da ANBIMA: CPA, C-Pro I e C-Pro R.

Quem já possui a CPA-10 ou qualquer outra da entidade não vai perdê-la. Aos profissionais já certificados, caberá unicamente fazer um curso de atualização, sem precisar pagar nenhum custo extra por isso.

Quem ainda não possuir nenhum selo até janeiro de 2026, por outro lado, precisará se inscrever nos exames das novas certificações para obtê-las.

Quando a CPA vai mudar?

As CPAs da ANBIMA vão deixar de existir em janeiro de 2026. Futuramente, quem já as possui no currículo precisará fazer somente um curso de atualização para se adequar aos novos selos. Esse curso, inclusive, não terá nenhum curso extra.

A mudança é parte de um projeto de remodelação de certificações da ANBIMA que veio para adequar a capacitação dos profissionais às necessidades atuais do mercado financeiro e para estar de acordo com os padrões internacionais utilizados mundo afora.

O que muda na CPA-10 em 2026?

A CPA-10, a CPA-20 e a CEA não vão mais existir. 

Nos seus lugares, teremos CPA, C-Pro I e C-Pro R. Os selos novos não terão equivalência com os antigos, já que foram reformulados para abrangerem três perfis diferentes de profissionais: conhecimentos básicos, perfis técnicos e perfis comerciais.

O que vai mudar nas certificações da ANBIMA?

A partir de janeiro de 2026, passarão a valer as certificações CPA, C-Pro I e C-Pro R. Os novos selos foram desenvolvidos com base nas atividades exercidas pelos profissionais no dia a dia e de acordo com as competências necessárias em cada função.

Entenda o que significa cada uma delas:

CPA

O primeiro certificado da hierarquia é também o ponto inicial da nova tríade. Afinal, foi desenvolvido para quem quer trabalhar com a distribuição de produtos de investimentos, adquirindo conhecimentos na área a nível mais “básico”.

O conteúdo que será cobrado na prova ainda não foi divulgado. No entanto, já sabemos que o selo vem para conferir ao profissional uma compreensão basilar sobre produtos de investimento e demais produtos financeiros.

Na prática, a CPA será ideal para quem almeja atuar com prospecção de clientes, atendimento e suporte.

C-Pro R (Certificado Profissional ANBIMA de Relacionamento)

Esta é a certificação especialmente voltada para os perfis comerciais. Quem a obter terá a oportunidade de trabalhar analisando as necessidades dos clientes, recomendando produtos de investimento e fazendo a adequação de ativos.

O gerenciamento de riscos também entra na lista de funções abrangidas pelo selo. É, como o nome indica, uma capacitação focada no relacionamento com o público.

Atenção: será necessário ter a CPA para obter a C-Pro R.

C-Pro I (Certificado Profissional ANBIMA de Investimento)

Por último, o selo destinado a profissionais com perfil técnico. Aqui, temos uma opção mais adequada para aqueles que desejam aprofundar o conhecimento sobre a estrutura de produtos de investimento

Com essa conquista no currículo, você poderá trabalhar, por exemplo, na elaboração e recomendação de portfólios. Além disso, terá a chance de auxiliar os profissionais certificados pela C-Pro R na hora de assessorar os clientes, conferindo uma visão mais técnica ao trabalho.

Para obter o selo, também é necessário ter sido aprovado na CPA antes.

Já existem os nomes e editais das novas provas?

Os nomes das novas certificações ANBIMA já foram divulgados pela entidade: CPA, C-Pro I e C-Pro R. No entanto, os editais das provas estão previstos para serem publicados somente no primeiro trimestre de 2025.

Como a entidade deseja que esse processo de transição seja compreensível para o público e que todos consigam se adaptar a ele, novas informações estão sendo disponibilizadas gradualmente. 

Em dezembro de 2024, por exemplo, a expectativa é que a ANBIMA compartilhe mais detalhes sobre como a migração das certificações vai acontecer. Por isso, somente em janeiro de 2026 a CPA-10, a CPA-20 e a CEA vão deixar de existir — um bom espaço de tempo para que todos assimilem as mudanças.

Na dúvida, você pode dar uma olhada no relatório Um olhar sobre as certificações, que reúne todas as informações úteis sobre esse momento, assim como todas as razões pelas quais os selos foram reformulados.

Comece a se preparar para as novas certificações da ANBIMA com a Top

Pode ficar tranquilo: o nosso time de educação já está acompanhando as novidades da ANBIMA, pronto para desenvolver um curso preparatório completo para você, assim que chegar a hora.

Quer ser o primeiro a começar a estudar para a CPA, C-Pro I ou C-Pro R? Acesse já a nossa aba de certificações financeiras a serem lançadas futuramente e cadastre-se para ser notificado quando as aulas estiverem disponíveis!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *