A CETIP (Central de Custódia e Liquidação Financeira de Títulos Privados) iniciou sua operação em 1984 sendo um departamento operacional da ANBIMA (atual ANBIMA com a fusão da ANDIMA e ANBID em 2009), sob a forma de instituição sem fins lucrativos visando auxiliar na transparência e eficiência da liquidação dos títulos privados.

 Para cumprir tal função, a CETIP disponibiliza através de sistemas eletrônicos a liquidação e a custódia de títulos públicos e privados atuando como uma Clearing House.

A participação da ANBIMA através da CETIP no desenvolvimento no mercado financeiro nacional foi crucial para a idealização e a operacionalização do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB).

As liquidações são realizadas através do Sistema de Transferência de Reservas (STR), e as contas de liquidação são mantidas junto ao BACEN, com exceção as liquidações que ocorrem de forma bilateral.

Títulos Operados pela CETIP

A central de títulos como é conhecida é um sistema eletrônico que processa as transações de títulos, sendo os principais títulos de renda fixa privados, títulos públicos estaduais e municipais (títulos federais são operacionalizados pelo SELIC).

O seu diferencial é por realizar as liquidações em mercado de balcão possibilitado então uma maior flexibilidade para o registro e a negociação de títulos diferente da Câmara de Ações que realiza as liquidações das operações realizadas em ambiente de bolsa de valores.

Apesar de a maioria dos títulos transacionados serem escriturais (eletrônicos) ainda existem alguns títulos emitidos em papel que são transferidos ao CETIP no ato da negociação e custodiados fisicamente pelo registrador. Estas operações são realizadas em Mercado de Balcão.

  • CDI;
  • CDB;
  • RDB;
  • Letras Hipotecárias;
  • Debêntures;
  • Swaps;
  • TED;
  • DOC;

De acordo com o tipo da transação realizada e o horário em que é efetuada, a sua liquidação pode ser imediata, em D ( no mesmo dia) ou em D+1 (no próximo dia útil).

A grande maioria das operações são liquidadas através da compensação multilateral das obrigações, tendo a CETIP como contraparte. Já as operações realizadas em mercado de balcão secundário são realizadas com liquidação bruta em tempo real e através da compensação bilateral.

Participantes da CETIP

A CETIP deixou de ser uma instituição sem fins lucrativos e é hoje a maior depositária de títulos privados da América Latina e também a maior Clearing House operante no país.

Agora em meados de 2017 a CETIP (antes negociada em bolsa de valores pelo código CTIP3) realizou um fusão com a BVM&Bovespa, fundando então a B3.

A B3 é única bolsa de valores do Brasil e também responsável pela liquidação dos títulos.

No início de 2017 a CETIP contava com mais de quinze mil instituições que utilizam seus serviços. Entre eles:

Curso Online para Certificação CPA10

Além destas instituições financeiras, milhões de pessoas físicas são beneficiadas diariamente pela liquidação de DOCs, TEDs, registros de gravame, CDBs, RDBs, Fundos de Investimento e muitos outros.

No início de 2017, a CETIP contava também com uma custódia de títulos de mais de6 Trilhões de reais e movimentações diárias com valores acima de 73 Bilhões de reais.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!