Em minhas consultorias financeiras onde ajudo meus clientes a criar um planejamento financeiro, muitas vezes recomendo a eles o estudo mais aprofundado sobre fundos imobiliários.

Afinal, essa é a melhor forma de alcançar a independência financeira. Então logo de cara vem a pergunta, qual é o valor mínimo para investir em fundos imobiliários?

Os investimentos realizados em Fundos Imobiliários se dá por meio de bolsa de valores ou mercado de balcão organizado.

Por isso, antes de saber o valor mínimo para investir em FIIs (Fundos de Investimento Imobiliário) é necessário ter conta em uma corretora de valores, pois é através de uma corretora que você poderá comprar e vender as cotas de fundos imobiliários.

Se você ainda não tem conta em corretora de valores e precisa de um auxílio na escolha, eu preparei um guia de como escolher uma corretora de valores.

Acessibilidade para investir em imóveis

Os fundos imobiliários são acessíveis a investidores de qualquer porte e essa é uma de suas maiores atratividades. A resposta para a pergunta de qual é o valor mínimo para investir em fundos imobiliários é advinha… depende.

Depende do valor da cota do fundo imobiliário. O processo do investimento em um FII é muito simples. Como você já aprendeu em meu artigo anterior (o que são fundos imobiliários) os FIIs são fundos de investimento fechado.

Isso quer dizer que para um investidor entrar e outro sair é necessário que a cota seja negociada com outro investidor. Não existe a opção de desinvestimento.

Como você precisa comprar a cota do fundo em mercado de bolsa ou balcão o investimento mínimo de qualquer fundo imobiliário é o valor de uma cota. 

Em outras palavras basta você ver o valor da cota para começar a investir nos fundos de investimento que lhe interessarem. O valor das cotas varia bastante, existem fundos cotados a menos de R$ 2 e outros fundos cotados acima de R$ 4.500,00.

Cuidado, o valor da cota do fundo imobiliário não quer dizer que ele é bom ou ruim.

Apenas que a estratégia da administradora do fundo é diferente. Fundos com valor de cota mais alto atraem menos investidores e possuem pouca liquidez.

Já os FIIs com cotas mais baratas possuem maior liquidez e um maior número de investidores por que são mais acessíveis a pequenos investidores.

Atenção aos Custos

Diferente de quando você investe no fundo do seu banco, ao investir em fundos imobiliários existem custos.

O maior destes custos é a taxa de corretagem para compra e venda dos fundos cobrado pelas corretoras de valores. Ao investir pelo Home Broker esta taxa é fixa e vai de zero (nas corretoras como ModalMais e Rico) chegando a R$ 18,90 nas corretoras mais caras.

Além do custo da corretagem existem outros custos menores como os emolumentos emolumentos que são pagos diretamente a Bolsa de Valores (no nosso caso a B3).

Estes emolumentos são cobrados em percentual. Nos fundos imobiliários negociados em bolsa de valores o valor cobrado é de 0,0325%.

Já para os FIIs negociados em mercado de balcão o percentual de emolumentos é de 0,074%. (fundos imobiliários que o código termina em B). Esse valor é idêntico em todas as corretoras.

Por último existe a taxa de custódia. A bolsa de valores cobra de todos os investidores o valor de R$ 6,90 por mês a título de manutenção e passa esse custo as corretoras de valores. Algumas corretoras repassam este custo integral a seus clientes, algumas isentam esta cobrança para atrair mais clientes e outras acredite, cobram valores ainda maiores.

Só para título de curiosidade existe também a taxa de custódia cobrada como % do montante total de ativos do investidor. Com o objetivo de incentivar um número cada vez maior de investidores a bolsa só cobra essa taxa para custódias acima de R$ 300.000,00 conforme abaixo:

  • 0,0130% para quem possuir de R$ 300.000,01 a R$ 1.000.000,00;
  • 0,0072% para quem possuir de R$ 1.000.000,01 a R$ 10.000.000,00;
  • 0,0032% para quem possuir de R$ 10.000.000,01 a R$ 100.000.000,00;
  • 0,0025% para quem possuir de R$ 100.000.000,01 a R$ 1.000.000.000,00;
  • 0,0015% para quem possuir de R$ 1.000.000.000,01 a R$ 10.000.000.000,00;
  • E 0,0005% para quem possuir mais;

Logo a resposta definitiva para a pergunta de qual é o valor mínimo para investir em Fundos Imobiliários é muito simples.

O valor da cota mais barata disponível no mercado, hoje na casa de R$ 2,00. Porém é importante estar atento aos custos para negociar os fundos imobiliários.

Negociando volumes muito pequenos os custos podem tornar a operação muito cara e a inviabilizando financeiramente.

Gostaria de aprender a investir melhor? Conheça nosso curso de tesouro direto e pare de perder dinheiro no banco.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!