No artigo de hoje falaremos um pouco sobre uma das dúvidas que toda semana alguém me faz em função de que possui vontade de aumentar a sua renda mensal, que é “Posso ser bancário e AAI ao mesmo tempo?” 

E a resposta é sempre a mesma, e muito simples: NÃO. Não tem condições de você ser bancário e Agente Autônomo de Investimento porque haveria um claro conflito de interesses.

No vídeo a seguir demonstro o porque essas duas profissões não podem ser praticadas simultaneamente por uma única pessoa:

Podemos entender então que, essas duas profissões trabalhadas juntas podem acarretar em um conflito de interesse. Isso acontece porque dentro de um banco a principal meta é o dever de cumprir atividades obrigatórias, isto é, é realizado a venda de produtos e serviços de acordo com que a instituição cobra suas tarefas. 

Já o agente autônomo, como o próprio nome diz, ele trabalha de forma autônoma, buscando seus meios e serviços de forma que seu trabalho, de forma sozinha, sejam suas atividades. Porém, para isso ocorrer ele deve seguir o Código de Ética do AII, que lhe passará as normas e leis para que possa ser um bom profissional, o qual deve sempre zelar pelos interesses do cliente acima dos seus próprios, de maneira com que aconselhe em serviços, investimentos e produtos, até mesmo como previdências, mas sempre sem esquecer do benefício do cliente.  

Mas então, qual é a real diferença entre bancário e AAI?

A diferença primordial e a predominância de uma pessoa não poder trabalhar com as duas profissões, é que o bancário atende o dever e os interesses de venda para o banco que trabalha, já o agente autônomo de investimentos trabalha de forma ao dever das normas prescritas em código, mas de forma que apresente as vendas de outros diversos bancos, ou seja, pode apresentar serviços de outros bancos, mas no âmbito de seu interesse, pois é de forma autônoma que recebe seu salário. 

Por essa razão que dizemos que há um conflito de interesse, pois o bancário sabe as informações de uma instituição, e se ele for um AAI, essas informações podem ser usadas para interferir ou buscar melhor resultados em cima de outra por consequência de ser mais agradáveis.  

Faz sentido esse conflito? Como você iria ofertar durante o dia, como bancário, os produtos que o banco manda e depois do seu expediente, como agente autônomo, ofertar produtos diferentes, que realmente façam sentido para o seu cliente? Isso é um enorme conflito.

Como ingressar em cada uma dessas carreiras?

Se você tem interesse em se tornar um bancário, além de ser importante e de certo modo obrigatório ser formado ou estar com o curso superior em andamento nas áreas como Ciências Contábeis, Administração e Gestões, é necessário também para a sua qualificação algumas certificações que contribuem na sua carreira.

Que podem ser pela ANBIMA: CPA 10, CPA 20, CEA, que são certificações relacionadas a investimentos, onde qualificam o profissional que exerce função na área bancária. E podem ser também pela ABECIP: CA 300, CA 400, CA 600

Já se o seu interesse é em se tornar um AAI, corra atrás, pois no mundo atualizado e com cada vez mais com maior concorrência, esta é uma das profissões que irá crescer muito e é muito interessante. Mas também possui maiores obrigatoriedade de maiores conhecimentos, como: ser aprovado na ANCORD, e as certificações solicitadas para a qualificação: AAIs e a PQO. 

Inclusive estou lançando através da TopInvest um curso de certificação AAI para a realização da prova da Ancord, que é a certificação necessária para exercer a profissão. 

E não esqueça, se você é bancário e deseja ser AAI, ou vice-versa, terá de escolher apenas uma das funções para não ser pego no meio do conflito de interesses que acontece entre essas profissões. Pois é válido lembrar que, sem ética, nenhuma profissão consegue sucesso, pois é com ela que o profissional e o cliente tendem a conseguir melhores resultados. 

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!