Quando o pessoal está estudando para CPA 10, CPA 20 e CEA surgem diversos termos técnicos e em inglês que tiram o sono de muita gente. Bom, hoje eu vou te ajudar a descobrir o que é Stop Loss e para que serve.

A utilização do Stop Loss é bem simples, serve para limitar as suas perdas ou zerar automaticamente uma posição no mercado financeiro.

Quando você vai comprar ações é necessário a utilização do Home Broker (saiba aqui como escolher uma corretora de valores) e, em qualquer uma destas plataformas já existe a possibilidade de colocação desta ordem.

Definição de Stop Loss

Stop loss é um termo em inglês para “parar a perda”. Esta ordem vai vender automaticamente suas ações quando elas chegarem a determinado preço. Por exemplo, você comprou ações da Ambev a R$60,00.

Na ordem de Stop Loss você mandar o software vender imediatamente suas ações se elas chegarem a cotação de R$45,00. Muito fácil compreender o que é Stop Loss não é mesmo?

Mas por que fazer isso?

Vendendo automaticamente suas ações você pode evitar grandes prejuízos e até mesmo resguardar um lucro já atingido. No exemplo acima você está fazendo uma espécie de “contenção de prejuízos”. Mas existem outras formas de utilização também.

Por exemplo, estas ações que você comprou a R$ 60,0 agora estão cotadas a R$ 100,00. Existe a hipótese de você configurar um Stop Loss a R$ 60,00 (garantindo que você não terá prejuízos) ou mesmo a R$ 80,00 evitando que você perca todo o lucro alcançado.

Então Stop Loss é sempre algo bom? De forma simples se for bem configurado sim. Porém se mal configurado o tiro pode sair pela culatra. Já pensou se você coloca um intervalo muito pequeno e as ações caem e depois voltam a subir?

Curso Online para Certificação CPA10

Funcionamento do Stop Loss

Ao registrar um Stop Loss no home Broker você deve configurar dois preços. O de disparo e o de execução.

O preço de disparo é o valor pelo qual você quer vender (de acordo com nosso exemplo seria R$45,00) e o limite é o valor mínimo pelo qual você quer vender, digamos R$35,00.

Esta diferença é muito importante. Pense comigo, voltando ao nosso exemplo de R$60,00 se ação cair repentinamente abaixo de R$ 45,00 (abra o dia sendo negociada a R$ 44,00) é necessário que haja uma “folga” por isso é importante ter uma ordem de execução a R$ 35,00.

Se o valor de venda e o limite estiverem muito próximos como R$ 45,00 e R$ 44,50 o sistema pode pular a sua ordem caso a cotação abra a R$ 44,00 por exemplo e você ficaria completamente desprotegido.