Falando mais um pouco sobre um dos fatores da Precificação de ativos de Renda Fixa, agora chegou a hora de você saber tudo sobre o que é o Current Yield.

Sim, eu sei! São muito termos em inglês nas provas da Anbima, mas não se assuste, pois nada é tão difícil quanto parece. 

Curso Online para Certificação CPA10

Desmistificando o Current Yield

A palavra Current nada mais é que corrente. Então, se possuímos o rendimento, que é o Yield, até a maturação do título, qual será o dividendo corrente?

Para você poder me responder essa pergunta, é necessário que saiba que o Current Yield demonstra o rendimento do título em função do tempo e dos pagamentos periódicos.

O raciocínio para isso é que os R$ 50,00 recebidos como cupom hoje, não têm o mesmo valor daqui a três anos.

Lembra que temos uma parada chamada inflação? E além dela, possuímos os dividendos/cupons de juros. A lógica é que a gente possa reaplicar estes juros.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Como calcular o Current Yield?

Logo, para reaplicar é necessário realizar o cálculo do CY. Onde teremos a fórmula:

Fórmula do Current Yield.

Muitas vezes pode acontecer de o valor do Current Yield ser menor que o Yield to Maturity. Isso significa que ele foi negociado com deságio. 

Neste casos, por definição temos:

  • CY = YTM, indica que foi negociado ao par
  • CY > YTM, indica que o título foi negociado
    com ágio
  • CY < YTM, indica que o título foi negociado
    com deságio

Bacana, né? É uma breve explicação, mas que gera muitos resultados. Por isso é muito importante que você compreenda os fatores da precificação dos ativos de Renda Fixa, até porque, depois de compreendido, tudo fica bem moleza.