Entendendo o conceito de Crédito

Para começarmos com o pé direito a palavra “crédito” vem do latim e significa confiança.

O motivo disso muito simples e importante. Afinal de contas quando estamos cedendo crédito a alguém estamos confiando que receberemos de volta. Aqui vai um exemplo.

Digamos que eu Kleber Stumpf estou emprestando para você R$10.000,00. Neste caso (como você compreende que estou lhe emprestando este dinheiro) só o faço porque tenho confiança que você me pagará de volta.

Isso significa que sempre que eu cedo um empréstimo, independentemente da forma que este empréstimo (financiamento, empréstimo, crédito consignado, ou outra modalidade qualquer) há uma forte dependência da confiança e do quão fortes esta é em receber este valor novamente.

Voltando ao exemplo anterior… Se eu lhe emprestei R$10.000,00 é por que eu confio em você, mas eu também não sou bobo. Se eu tenho uma forte confiança no pagamento vou exigir meus R$ 10.000,00 com uma taxa de juros de 1% ao mês. Em contrapartida se a confiança de receber o dinheiro é baixa, eu empresto os mesmos 10 mil reais mas quero 5% de juros ao mês.

Viu como as noções de crédito são super simples?

Importância Social do Crédito

Como você pode ver acima o conceito de crédito é super simples. Agora, algo que gosto muito de mencionar é a importância social do crédito na sociedade.

Por desconhecimento muitas pessoas falam que os bancos são malvados cobrando taxa de juros abusivas. Em alguns casos até pode ser que sim, mas é um contrato entre as partes e ninguém foi obrigado a tomar crédito emprestado.

Porém a importância social do crédito vai muito além. Pense na seguinte história, meu nome é Kleber (que do alemão significa padeiro) e por isso decido abrir uma padaria.

Infelizmente eu só tenho R$10.000,00. Para abrir uma padaria não preciso de R$10.000,00 e sim de R$100.000,00. De onde vira o resto do dinheiro? Acertou se você disse do banco.

Para realizar meu sonho vou precisar que o banco me empreste os outros R$ 90.000,00 faltantes. Então o banco não é o vilão que vai ganhar dinheiro nas minhas costas e sim a instituição financeira que vai possibilitar que eu realize meu objetivo e gere renda.

A parte social vem de que a padaria não é importante só para min. Eu estou sozinho para abrir a empresa mas depois vou precisar de um empregado (o padeiro de fato) e mais a ajuda de toda minha família. A padaria cresce, aumento os turnos e logo logo tenho mais três funcionários.

Isso significa que o crédito concedido pelo banco é coisa mais importante que existe na economia. É só através do crédito que surgem as oportunidades de empreendedorismo, desenvolvimento, geração de emprego e de renda.

Para simplificar todo o conteúdo que você viu neste artigo o mais importante a levar sobre as noções de crédito é que provem da confiança em receber o valor emprestado e a a sua importância social no desenvolvimento econômico.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!