Fiz a CPA, e agora? Como anda o mercado de trabalho dos profissionais de finanças?

Se você adoraria ingressar na carreira bancária provavelmente já sabe que as provas da ANBIMA (CPA 10 e CPA 20) são praticamente um pré requisito para iniciar a carreira em uma instituição financeira.

Mas é importante lembrar que não basta só ter a certificação. Existem outros quesitos que você deve estar atento neste disputado Mercado de Trabalho dos Profissionais de Finanças.

Situando-se no mercado

A primeira coisa que você deve fazer é se situar de como anda o mercado de trabalho dos profissionais de finanças, ou seja, como está a concorrência e as novas contratações.

Em especial em relação aos bancos a concorrência é realmente muito grande principalmente nos grandes centros. E isso acontece por diversos motivos como a jornada de trabalho de 6 horas para quem está começando, valores atrativos de vale refeição, planos de saúde e odontológico, participação nos resultados e claro um plano de carreira.

Por isso suas chances de ser contratado sem pelo menos a CPA 10 são bem pequenas a não ser que você tenha um QI (quem indica) muito influente.

Algumas pessoas argumentam contra a necessidade da exigência da CPA 10 comentando que na agência que frequentam o caixa trabalha a 5 anos e não tem a CPA, ou mesmo que um gerente geral não tem ensino superior e histórias semelhantes. Mas a explicação para tudo isso é muito simples, trata-se de uma evolução normal do mercado.

Para que você entenda melhor essa evolução vou utilizar como exemplo o número de Brasileiros com ensino superior. Escolhi este parâmetro porque temos números oficiais divulgados pelo IBGE que não deixam dúvidas.

Do ano 2000 até 2010 (último levantamento oficial) o número de cidadãos com ensino superior cresceu (pasmem) 79,54%. E estes números são muito antigos. Imagine o que aconteceu estes último 8 anos com a explosão do número de instituições de ensino e as oportunidades do EAD.

Curso Online para Certificação CPA10

É como aquelas vagas que pedem ensino superior na área X. Devido a alta concorrência em determinadas vagas fica quase que implícito o pedido de pós graduação. E quando você acha que chegou longe porque tem o MBA aparece um concorrente 2 MBAs e um Mestrado e mesmo assim você é contratado por algum outro detalhe. É exatamente com isso que eu quero te ajudar.

Dicas essenciais 

Muitas pessoas que buscam uma vaga morrem antes mesmo de chegar na praia, isso acontece porque existem alguns cuidados essenciais na hora de criar o seu currículo principalmente em um ambiente tão concorrido quanto o mercado de trabalho dos profissionais de finanças. Então vamos aos passos:

  1. Um bom currículo começa com um cabeçalho contendo sua foto. Isso é super importante para uma instituição financeira então esteja bem arrumado e enquadrado na foto. Afinal, você já viu algum bancário mal arrumado? O documento também precisa ser limpo, bem apresentado e elegante. Para que não tenha erros nesta etapa eu disponibilizei um modelo de currículo para instituição financeira que você pode baixar clicando aqui.
  2. Transforme seu arquivo em PDF. Sim, é importante salvá-lo em PDF porque o seu arquivo pode ficar desconfigurado para quem está recebendo e até mesmo ilegível, o que mata qualquer chance.
  3. Não basta inserir seu currículo em um enorme banco de dados. Você tem idéia de quantas pessoas inserem seus currículos diariamente no trabalhe conosco das grandes instituições financeiras? Assim como possuir a CPA 10 você precisa mostrar seus diferenciais. Vá PESSOALMENTE a todas agências possíveis, peça para falar com o gerente geral ou gerente de atendimento. Faça uma breve apresentação sua, fale sobre a paixão de criança de trabalhar um banco… sobre não ter problema com pressão e adorar pessoas e vendas;
  4. Tenha muito cuidado com suas redes sociais. As instituições financeiras buscam preferencialmente colaboradores que vão seguir carreira e por isso é importante que se identifiquem com o perfil buscado. Então não custa relembrar de cuidar muito com tudo o que você posta o que me leva a próxima dica…
  5. Use o Linkedin e de preferência não somente quando está buscando uma vaga. Essa é uma rede social voltada exclusivamente ao mercado profissional. Lá é possível se conectar com os recrutadores terceirizados, consultores de carreiras, gerente geral e até mesmo o CEO das instituições financeiras. Se você não sabe como começar por lá é só criar uma conta e se conectar comigo;
  6. Restrição de Crédito. Este é um tema polêmico porque todo mundo que já está no mercado sabe que é uma verdade absoluta mas não existe nenhuma fonte oficial com esta informação. Principalmente os bancos não contratam pessoas com restrições de crédito. Não é que a instituição financeira seja ruim, mas precisamos lembrar que ela vende dinheiro e o quesito mais importante para uma instituição financeira é o crédito.
  7. Vista-se de maneira adequada. O mercado financeiro é algo super formal, por isso é importante que você se vista de forma adequada na entrevista mesmo que seja uma entrevista por skype, ou seja, formal.
  8. Tenha persistência. Por mais que você tenha o melhor currículo é preciso ter paciência e persistência porque mais uma vez a concorrência é enorme e também existem os fura filas com o QI forte.

Como aqui na TopInvest eu quero muito o seu sucesso tem mais algumas dicas que vão muito além do essencial para você passar a frente.

Pratique conversas

Praticar conversas profissionais vão te ajudar muito em dois quesitos. Primeiro porque vai te ajudar a ter um fluxo de conversa e estar a “par do mercado” te capacitando também a dar resposta honestas e não estúpidas na hora da entrevista.

Outra vantagem de conversar com comerciantes e pessoas de negócio da sua região é que elas vão perceber que você está interessado. Isso além de elevar suas habilidades sociais pode te trazer oportunidades que você nem imaginava.

Já pensou se você conquista uma vaga de gerente PJ e já conhece todos os comerciantes da região?

Dinâmicas Individuais

Primeiramente a “individual” você pratica junto com um amigo ou um parente, ok? De preferencia um que seja bem “mão de vaca”. Tente vender para ela um produto bancário, algo como um título de capitalização, débito em conta ou algum crédito consignado.

Isso é muito, mas muito importante porque as dinâmicas parte do processo seletivo das instituições financeiras.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Lá no nosso grupo de carreiras no WhasApp tem inclusive algumas histórias e feedbacks bem legais de quem faz as entrevistas. Existem algumas dinâmicas bem absurdas como “vender um saco de gelo no inverno”, vender algo simples mas com defeito e deixando o defeito bem claro…  Você vai passar por situações assim na hora da entrevista.

Existem também as perguntas frequentes como “qual o seu maior defeito”, “onde você se vê daqui a cinco anos”, “fale um pouco sobre você”, “por que você quer trabalhar aqui”, “quais as suas qualidades”, ” por que saiu do seu ultimo emprego”.

Para sair na frente você precisa estar com essas coisas na ponta da língua, então coloque tudo sobre você em 20 linhas e tenha uma espécie de discurso de vendas sobre você mesmo.

Dinâmicas em Grupo

Para a o treino da dinâmica em grupo reúna um grupo de amigos e tente chegar em um consenso sobre um assunto a ser discutido.

Já que o Brasil é um pais famoso pelo seu futebol, “qual o melhor jogador do flamengo”, ou caso você não seja muito fã de futebol, que tal “quem o melhor chef do masterchef”?

Pode parecer bobo mas isso te ajuda a praticar a argumentação e explanação.

Os testes de inteligência

Apesar do que parece é muito fácil bem nestes testes isso porque são os mesmos que são encontrados na internet. 

Se você tem uma entrevista agendada procure alguns destes testes para ver o que é possível melhorar.

Outro teste muito comum são os de conhecimentos básicos que tem questões de português, matemática e conhecimentos bancários.

Também são testes bem fáceis e você encontra alguns modelos na internet.

Vale sempre lembrar que quanto mais preparado você estiver maiores serão suas chances.

Faça aulas de inglês

No Mercado de Trabalho dos Profissionais de Finanças rola o comentário que a CPA 10 é o inglês dos bancários.

Mas… você também precisa do inglês. Isso é uma das coisas mais importante nos dias de hoje e portanto óbvio.

Com a globalização das instituições financeiras nem preciso falar que isso é essencial.

O Itaú já tem operações em outros países da América Latina, o BB nos Estados Unidos, Santander é banco Global… será mesmo que inglês é necessário?

Muito além dos Bancos

Para que este conteúdo não fique muito longo quero finalizar lembrando que o Mercado de Trabalho dos Profissionais de Finanças vai muito além dos bancos.

Existe uma infinidade de locais que o profissional de finanças pode trabalhar.

Existem as corretoras de valores, agentes autônomos de investimento, os fundos de investimento (estão crescendo muito depois da instrução 555 da CVM), financeiras, Cooperativas de Crédito, Bancos de Investimento, empresas de capital aberto.

Para o profissional bem qualificado as oportunidades são abundantes.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!