CEA - Certificação Especialista de Investimentos

Diferença entre carreira bancaria e agente autônomo de investimento

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 7 de novembro de 2019

Seguindo a nossa série de posts sobre as carreiras no mundo financeiro hoje decidi falar sobre a diferença entre carreira bancaria e agente autônomo de investimento.

Se você não sabe ainda o AAI ou agende autônomo de investimento é o profissional que trabalha em uma corretora de valores.

Para que você compreenda bem o que vou abordar aqui é importante saber a diferença entre as certificações exigidas.

Em um artigo anterior falei sobre as diferentes provas para entrar em cada área, ou seja, a diferença entre a prova da ANCORD e a prova da ANBIMA.

Formas de Contratação

A diferença entre a carreira bancária e agente autônomo de investimento começa na contratação. No banco você pode começar como:

  • Jovem aprendiz
  • Estagiário
  • Funcionário

De forma mais simples no banco você é funcionário comum. Isso implica em diversos benefícios como plano de saúde e odontológico, participação de lucros, vale alimentação e muitos outros.

Já na corretora você pode ser contratado como:

  • Estagiário
  • Funcionário
  • Pessoa Jurídica

O grande detalhe é que em aproximadamente 90% dos casos (tirando os funcionários da área administrativa) os colaboradores de uma corretora não possuem um salário fixo.

Como o próprio nome já diz é um agente autônomo de investimentos, ou seja, você dependerá exclusivamente das comissões que você obtiver com a venda de produtos de investimento.

Em uma corretora normalmente você vai receber uma espécie de ajuda financeira por um período inicial de aproximadamente 6 meses.

Esse recurso normalmente é chamado de “ajuda de custos” e serve para literalmente ajudar no período inicial em que você trabalha para angariar uma carteira de clientes.

Depois deste período inicial você não possui nenhuma renda fixa e dependerá apenas dos seus ganhos.

Evolução da Carreira

As carreiras são distintas porque a forma de contratação é distinta. No banco você provavelmente vai começar como escriturário ou estagiário vendendo títulos de capitalização com o “coletinho da humildade”.

Com o passar do tempo você vai evoluindo seguindo um plano de carreira. Normalmente passa para caixa, assistente de gerente, gerente, gerente geral etc. É claro que para galgar estas posições você vai precisar de certificações como a CPA 10, CPA 20 e CEA.

Em uma corretora na maioria dos casos não existe isso de começar como Junior e ir para Senior exceto em escritórios muito grandes.

E mesmo assim não haverá uma remuneração fixa, mas sim um aumento no seu percentual de comissão. Ou seja, o sucesso na profissão depende exclusivamente de você.

Como em todas as profissões existem alguns corretores que mal pagam as contas por não serem bons vendedores ou por não ter o conhecimento necessário para a profissão.

Em compensação há profissionais excepcionais que ganham verdadeiras fortunas nessa profissão incrível.

Agora que você já sabe a diferença entre carreira bancaria e agente autônomo de investimento preciso te falar algo muito importante. Essas diferenças não devem ser o fator determinante para sua escolha.

O mais importante não é como funciona a profissão e sim o que você deseja fazer.

É como diz aquele velho ditado “quem faz o que gosta não precisa trabalhar um dia se quer na vida”. Se você sempre desejou trabalhar em um banco ou se você sempre sonhou trabalhar em uma corretora de valores… Vá fundo.

Realize seu sonho.

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *