Finanças e Investimentos

Consórcio: o que é e como funciona?

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 12 de novembro de 2020

Cursos Anbima, Ancord e Abecip com Desconto

Usado muitas vezes como uma alternativa segura para adquirir bens e cuidar do dinheiro, o consórcio é uma modalidade com idéia de mutualismo sem pagamento de taxas de juros. Isso porque nele há um conjunto de pessoas unidas com um objetivo em comum.

É a partir desta união que mensalmente os indivíduos contribuem com determinado valor e constroem uma espécie de poupança. Ou seja, forma-se um pool de recursos até que todos atinjam seus objetivos.

Geralmente, os consórcios são realizados por empresas administradoras. Sendo que, elas são fiscalizadas pelo BACEN.

Curso Online para Certificação CPA10

Como o consórcio é na prática?

Imagine que vamos comprar um carro de luxo. Porém, não há dinheiro suficiente para a compra. Nossa melhor ideia é encontrar outras pessoas que também querem comprar o mesmo veículo e faremos um acordo entre todas.

Com os recursos acumulados poderemos comprar um carro de luxo por mês, e acumular sempre até que todos atinjam seus objetivos. Desta forma, todo mês haverá contemplados.

Os consórcios costumam contemplar através de:

  • Sorteio
  • Lance Livre (a pessoa fornece qualquer valor)
  • Lance Fixo (normalmente são lances de 40 vezes o valor da parcela)

O consórcio encerra-se quando todos os indivídudos obtenham seus objetivos – que aqui é o carro de luxo, mas pode ser qualquer outro tipo de bem ou serviço.

O problema é que…

Participar de um consórcio, ao verificarmos suas características, pode parecer bem favorecedor aos envolvidos. Contudo, o problema é que um consórcio para veículos, por exemplo, pode demorar até 3 anos. Igualmente acontece com os imóveis, que podem chegar até 20 anos.

Então, apesar de possuir pontos positivos, como o não pagamento da taxa de juros e todos participantes serem contemplados, há o lado negativo, que é não termos certeza de que o objetivo será alcançado tão logo.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Além disso, como nada é de graça nesta modalidade existe:

  • Taxa de Administração
  • Seguro de Pessoas Físicas
  • Fundo de Reserva (importante para ter inadimplência)
  • Fundo Comum

Afinal, vale a pena fazer um consórcio?

Em minha opinião o que vale é você colocar na balança o seu objetivo. Como vimos nem tudo é logo atingido, por isso é relevante você verificar o que você pretende realizar e qual é a sua contemplação. Até porque, não há certeza de quando o bem será adquirido e não há pagamentos de juros, mas sim de taxas.

No entanto, não é para você desistir, mas sim para se organizar, pois pode ser um investimento de longo prazo.

É um investimento?

Sim! O consórcio é considerado uma opção de investimentos de baixo risco e muito seguro, uma vez que todos os processo possuem fiscalização. Como existem parcelas a serem pagas mensalmente e o dinheiro fica de reponsabilidade de uma administradora, essa opção funciona como uma “poupança obrigatória”.

Assim, além da flexibilidade, fica mais fácil de economizar e realizar seus objetivos.

Quer se tornar um investidor de sucesso?

Agora, se os investimentos estão te rondando e você quer ir muito além de um consórcio nós estamos com um super projeto para você poder começar a investir do zero e se tornar um investidor de sucesso!

Clica aqui e vem saber tudo sobre ações, análises, finanças pessoais e muito mais!

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *