Renda Fixa e Renda Variável - CEA

Como é a formação das taxas de juros no Brasil?

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 28 de abril de 2020
Junte-se a mais de 100 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

No momento que eu escrevo esse artigo para você a taxa básica de juros, a SELIC está de 3,75% ao ano. Enquanto isso, o DI futuro está em 4,54% ao ano. Mas, você saberia me dizer como ocorre a formação das taxas de juros no Brasil?

Não? Então, se prepara que já diz Ludmilla: É hoje!

É hoje que você vai saber de onde surgem e como se formam essas taxas bem importantes para a nossa economia. 

Curso Online para Certificação CPA10

Para começar: o que é juro?

Já sabemos, porém, nunca é tarde para revisar. O juro é a remuneração do dinheiro. Pode ainda ser definido como a preferência do agente econômico. 

Quando temos um recurso – quero dizer a grana mesmo – há uma escolha:

  • Consumir agora
  • Poupar e consumir no futuro sendo remunerado pela taxa de juros

Se a nossa opção escolhida for optar por consumir o dinheiro no futuro, esse valor que fica parado é remunerado pela própria taxa de juros, que pode ser influênciada. Tal taxa é efetuada basicamente por quatro fatores:

  • Expectativa de Inflação
  • Risco do Tomador dos Recursos
  • Liquidez do Mercado
  • Risco Conjuntural

E são a partir deste fatores que é criada a formação da taxa de juros no Brasil. Por isso separei as características de cada um deles. Se liga!

Expectativa de Inflação   

A inflação é a perda do poder de compra do dinheiro ao longo do tempo. Por isso, para que uma aplicação seja “vantajosa”, a rentabilidade real precisa ser positiva.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Risco do Tomador dos Recursos

O risco é a possibilidade de resultado diferente do esperado. E é o que acontece dentro do Mercado Econômico, onde há várias esferas de risco influenciam no valor da taxa de juros:

  • Risco de Mercado
  • Risco de Crédito
  • Risco Legal
  • Risco de Liquidez

Liquidez do Mercado

A liquidez é a facilidade ou dificuldade de transformar um ativo em dinheiro. Em um mercado pujante temos muita liquidez. Logo, quanto mais liquidez, menor é o risco do investidor e portanto menor a exigência de remuneração.

Risco Conjuntural

Esse aqui é exatamente como o ditado: Olho no peixe e outro no gato. Isso porque você deve estar com olhos em todos os mercados nacionais e mundiais.

Por isso é uma conjuntura econômica, que é o cenário financeiro Global onde consideramos a economia americana como a mais saudável do mundo.

Viu? Não é por apenas um motivo que ocorrem a formação da taxa de juros, mas sim por vários fatores que fundamentam a economia no país.

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *