Uma dúvida muito comum aos jovens ou mesmo para quem deseja fazer uma migração de carreira para a área financeira é o que diferencia o Bancário x Agente Autônomo de Investimentos.

Pronto para descobrir as diferenças? Só continuar lendo esse artigo.

As certificações…

Quando falamos de bancários estes precisam de algumas certificações financeiras. Essas certificações são realizadas pela ANBIMA e também pela ABECIP. Veja as principais:

Quando falamos de ANBIMA (CPA10, CPA20 e CEA) as certificações são relacionadas a investimentos, ou seja, qualificam o profissional que trabalha na área bancária a distribuir produtos de investimentos. Do lado da ABECIP existem as certificações relacionadas a financiamento imobiliário (CA300, CA400 e CA600).

Já do lado dos Agentes Autônomos de Investimento, os AAI’s também precisam de uma certificação para exercer a sua profissão. Nesse caso como trata-te de profissão regulamentada existe uma única certificação obrigatória que te capacita a exercer esta atividade.

Ninguém pode ser agente autônomo de investimento ser ser aprovado antes na ANCORD. Uma vez que o mercado financeiro é extremamente competitivo podem ser exigidas outras certificações complementares.

Uma das principais certificações solicitadas para a qualificação dos AAIs é a PQO (Programa de Qualificação Operacional), que é relativa ao conhecimento técnico dos produtos negociados na bolsa de valores e suas normas.

Até aqui fica claro que mesmo que Bancário x Agente Autônomo de Investimento tenham certificações diferentes elas são obrigatórias a carreira.

As que vimos acima, são praticamente obrigatórias. Existem outras ainda que auxiliam na formação de um bom currículo e na empregabilidade para que você pode se destacar e conquistar a sua vaga em uma instituição financeira.

Ambas as carreiras tem diversas certificações “genéricas” (não obrigatórias) que podem agregar muito ao profissional. As principais são o CFP, CFA e CNPI. Diferente das obrigatórias essas certificações tem um campo de estudo mais amplo auxiliando na formação profissional.

Diferenças na carreira do Bancário e do Agente Autônomo

Uma das perguntas mais frequentes que recebo em relação as carreiras de Bancário x Agente Autonomo de Investimento é em relação ao salário, benefícios, horários e a remuneração em geral.

Como é de conhecimento da maioria, nos bancos você tem o salário, vale alimentação, plano de saúde, PLR (participação nos Lucros e Resultados), plano dentário, 14º salário… enfim. É beneficio que não acaba mais.

É claro que como todas as profissões ser bancário tem seu ônus. É comum ouvir reclamações sobre pressão, metas inalcançáveis, clientes mal educados e todo esse tipo de coisa. Apesar de que esse não devia ser o único motivo, o elevado salário inicial atrai muitas pessoas a trabalhar no banco. Afinal, é um ótimo salário com vale alimentação e as vezes as 6 horas de carga horária inicial para quem está na faculdade é bem atrativo.

Mas como tudo na vida tem os lados positivos e os lados negativos.Já o nosso amigo Agente de Investimentos não tem nada fixo.

Repare que como o próprio nome diz ele é autonomo, ou seja, por sua conta em risco. É por isso que o AAI não tem nada de salário ou benefício, apenas a comissão dos produtos de investimento que ele vai comercializar.

E é claro que não precisamos nem falar que a comissão que o AAI recebe é muito maior que a do gerente de um banco por exemplo.

Uma coisa importante a se ressaltar é que no caso bancario estamos presos ao plano de carreira. Não ache que a partir de semana que vem trabalhando umas 2 ou 3 horas a mais vai receber um salário maior. É necessário respeitar a hierarquia e aguardar uma promoção.

Normalmente você começa como escriturário, passa para o caixa, assistente de gerente, gerente de contas, gerente de atendimento, gerente geral…  enfim. Há meio que um caminho pré-estabelecido.

Já no caso do agente autônomo de investimento não há limite de ganhos. Digamos que você ganhou R$3.000,00 e achou pouco. Em contrapartida trabalhou apenas 4 ou 5 horas por dia. A partir de amanhã você pode decidir que vai trabalhar 15 horas por dia que nem um louco vendendo investimentos para todo mundo. Poxa! Você vai ganhar muito mais! Não há limite de quanto você pode ganhar uma vez que, é o agente quem faz a sua renda.

Assim como a renda, no caso do AAI é o profissional quem determina o seu horário. Uma coisa muito interessante é que na profissão de bancário é o horário do banco. Se você chegar atrasado ou sair antes, vai dar problema. O Agente de investimentos não, se você não aparecer para trabalhar pela manhã ninguém vai dar a mínima. Afinal, se você não trabalhar quem não recebe é você.

Minha Opinião

Para finalizar este artigo a grande pergunta: Kleber, comparando Bancário x Agente Autonomo de Investimento o que é melhor para mim?

Bom. O banco é mais tradicional. Existe um plano de carreira e também uma garantia maior, uma segurança maior, você tem um cliente que vai ate você na agencia bancaria… Resumindo é algo mais tradicional.

Já como agente autônomo, não tem nada disso. Sem horário, sem salário, sem segurança nenhuma. Você é aprovado na ANCORD, procura um escritório para se associar ou abre seu próprio, escolhe uma corretora de valores com qual queira trabalhar e é isso. Boa sorte.

Agora é hora de ir batendo de porta em porta oferecendo investimentos. É necessário buscar seus conhecidos, parentes, colegas e todos os relacionamentos possíveis para angariar investimentos.

Lembre-se que o AAI não tem salário fixo. Vive apenas de comissão dos produtos comercializados.

Colocando todos esses fatores na mesa, penso o seguinte:

Se você é uma pessoa nova interessada na carreira, aqui vão alguns pontos relevantes. Se a sua família é bem de vida e tem contatos que possam vir a ser seus clientes, talvez seja interessante entrar direto na ANCORD. Tendo alguns contatos para começar a vender produtos e ter alguma comissão o começo não é tão difícil.

Agora, se você vem de uma família um pouco mais humilde, eu considero que seja mais interessante começar como bancário. O motivo é simples, uma remuneração fixa e os demais benefícios são importantes na fase inicial da vida.

Lembre-se que no início como AAI é necessário tirar dinheiro do bolso trabalhar.