Já conhece os fundos de investimento imobiliário? Sabe que uma das principais vantagens de investir nesse produto financeiro é a isenção de Imposto de Renda?

Tanto para as pessoas que não sabem, quanto para as que sabem, insisto para que continuem lendo o artigo, vamos trazer mais informações relacionadas à tributação dos Fundos de Investimento Imobiliário.

Rendimento liquido de IR

Isso mesmo, as distribuições que os cotistas recebem oriundas dos fundos imobiliários são isenta de IR. Isto torna este tipo de investimento muito vantajoso e é por isso que trazemos um artigo exclusive sobre Tributação de Fundos Imobiliários.

Não é igual aos fundos de investimentos convencionais, onde o cotista solicita o resgate, e o valor resgatado, vem porem, com a redução do imposto de renda.

No caso dos fundos imobiliários, a distribuição que é feita já é liquida de Imposto de Renda. Logico, estou falando para o investidor pessoa física.

Investidores pessoa jurídica, ai sim, acabam sendo tributados em cima dos rendimentos auferidos através dos fundos.

Alias, para a pessoa física não ser tributada, ela precisa ter menos do que 10% das cotas do Fundos de Investimento Imobiliário. A maioria deste tipo de fundos, tem seu patrimônio em bilhões de reais. Ou seja, vai ser bem difícil comprar 10% de um fundo.

Mesmo um Fundo de Investimento Imobiliário que tenha 50 milhões de reais em cotas, 10% nada mais é do que cinco milhões em cotas deste fundo. É bem difícil adquirir tantas cotas.

Você até pode tentar se tiver o dinheiro, mas talvez falte liquidez no mercado.

Lembrando que até os dividendos de ações negociadas na bolsa, são isentos de IR.

Isso acontece porque tantos os rendimentos dos fundos imobiliários quanto das empresas, já é tributado antes de virar distribuição. Esta isenção de imposto de renda para pessoas físicas que torna a tributação dos FII tão interessante.

Ou seja, não existe uma segunda tributação. Mas infelizmente isso pode mudar futuramente. Uma vez que o governo federal esta de olho em novas formas de arrecadar.

E tributar os rendimentos dos cotistas e acionistas pode ser uma saída. Por isso, fique atento ao nosso site!

Surgindo novidades relacionadas à tributação, ou alguma nova cobrança, vinda do governo federal, estaremos trazendo mais detalhes a respeito!

Vantagem?

Então a isenção de IR pode ser considerada uma vantagem dos fundos imobiliários? Sim, definitivamente é uma vantagem.

O mercado tem a tendência de precificar as cotas dos fundos imobiliários, levando em consideração a taxa futura de juro (a taxa SELIC), neste momento de queda de juros a tendência é uma grande valorização as cotas dos FIIs e somados a tributação dos FII que são isentos de imposto de renda tornam este produto uma ótima oportunidade de investimento.

Isso acontece porque os FII têm um concorrente, que são as LCI. Posso dizer isso, uma vez que as LCI são títulos vinculados ao setor imobiliário.

Coisa bem similar aos fundos imobiliários (a diferença é que as LCIs são títulos de crédito, enquanto os FII tem a propriedade dos imóveis). Outro detalhe, é que as LCI possuem garantia do FGC (Fundo Garantidor de Crédito) por serem investimentos de renda fixa. Fato que os fundos imobiliários não possuem por serem ativos de renda variável.

Outra semelhança é a isenção de IR, que ambos os investimentos possuem. Observando isso tudo, muitos investidores preferem comprar LCI pela cultura brasileira de investimentos de uma maior aversão ao risco.

Mas, em uma situação como a atual, onde vemos a taxa Selic caindo, comprar LCI pode não ser uma boa.

Digo isso, observando que a grande maioria das LCI é indexada ao DI, ou seja, quando a taxa Selic cair, o DI vai acompanhar e assim o seu rendimento vai cair também.

Porem, os fundos imobiliários, possuem os alugueis, ou rendimento vinculado a uma taxa de juro prefixada e um valor de correção pode ser o IPCA, IGPM, o que traz uma correção da renda mensal distribuída pelos FIIs..

Curso Online para Certificação CPA10

Levando isso em consideração, os FII funcionam como uma espécie de titulo prefixado. E ainda distribuem os rendimentos isentos de IR todo o mês. Pode-se dizer que os FIIs trazem o melhor ou o pior dos dois mundos, da renda fixa e da renda variável.

Você está preparado para correr algum risco com os FIIs a fim de aumentar a sua rentabilidade?

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!