Certificações Financeiras

Duration de Macaulay e a relação com o Risco da Taxa de Juros

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 13 de abril de 2020
Junte-se a mais de 100 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Fala gurizada! Hoje separei alguns conceitos bem importantes sobre Duration de Macaulay e Risco de Taxa de Juros. Estão preparados para saber tudo?

Então, vamos lá!

Duration de Macaulay

Para ficar mais fácil, vamos começar traduzindo o nome. Duration de Macaulay em bom português nada mais quer dizer que a Duração do Título. 

Lembra que em Renda Variável, acabamos não utilizando isso, até mesmo porque, a duração de um título estamos falando somente de Renda Fixa, né?

Que é quando a gente empresta um dinheiro e há um prazo para receber de volta.   

Porém, meus amigos, por conta desta explicação acima, o vencimento deste título é diferente de sua duração e o pagamento periódico de juros reduz a duration

Curso Online para Certificação CPA10

WHAT??

Calma aí, meus amigos que eu explico tudo!

Função da Duration de Macaulay

Complementando as características acima, é necessário você saber que a Duration de Macaulay possui como objetivo calcular o prazo médio de recebimento de um ativo de Renda Fixa.

Por isso, podemos verificar o risco da exposição de títulos neste tipo de renda. Mas, lembre-se: esse é o risco de reinvestimento ou risco da taxa de juros.

Assim, ela nos permite saber o prazo correto de um título que paga cupom de juros. Títulos com cupom têm duração inferior ao prazo de vencimento:

  • Título zero cupom terá sua Duration igual ao prazo de vencimento;
  • Título com cupom terá sua Duration inferior ao prazo de vencimento.

Nesta última, com cupom e Duration inferior ao vencimento, há de notarmos que com a própria Duration se faz um cálculo proporcional, onde há um recebimento mensal. O que reduz os riscos. 

Falando em riscos se liga só!

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Riscos de Taxa de Juros 

Lá no ano de 1989 havia 5.000% de inflação ao ano. Sim, pasmem! Mas, há 3 anos a nossa taxa SELIC era de 14,25% ao ano.

Então, nós conseguimos um investimento que pagava 1% ao mês, o que era brincadeira de criança, né? Pois, colocaríamos dinheiro em qualquer coisa de Renda Fixa Pré-Fixado, era possível de encontrar o 1% ao mês.   

Aí, pensa comigo: se você fez um investimento de 10 anos, o que aconteceu 1 ano depois?

Bom, 1 ano depois essa taxa pode cair de 10% a 7% e agora está em 4,25%. Perceba que se você resgatou esse dinheiro depois de 1 ano haverá uma taxa menor e cada vez menor.

Portanto, existe o risco da variação da taxa de juros, mas se você fez um investimento com a taxa em 14,25%, a mesma estará travada pelos próximos 10 anos.  

Mas, o risco ocorre nos dois lados, pois há o risco de perder a taxa de juros ou o risco de travar na taxa 4,25%  e voltar aos cenários de anos atrás.       

Por isso muito cuidado com os seus investimentos e com aqueles que você vai recomendar!

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *