Apesar de existirem apenas dois tipos de opções, existe uma infinidade de operações e estratégias diferentes na qual podemos usar estes dois tipos de opções sozinhas ou combinadas com seus ativos principais. É possível fazer:

  • Compra de Opções;
  • Venda de Opções;
  • Travas de Alta;
  • Travas de Baixa;
  • Operação de Borboleta;
  • Venda Coberta;

Essa imensidão de estratégias pode ser um incentivo para você conhecer mais sobre o mercado de opções. Tudo isso com dois tipos de opções, as de compra e as de venda. 

Opções de compra

Nas opções de compra é entregue ao lançador (quem vende a opção) o prêmio que é a remuneração. Quando um investidor (chamado neste mercado de lançador) vende uma opção de compra ele está se comprometendo a vender no futuro um ativo determinado por um preço pré acordado em uma data futura.  E, caso o investidor ainda seja o titular da opção na data pré estabelecida ele terá a obrigação de vender a ação pelo preço pré acordado.

Dessa forma, se o lançador tiver se comprometido a vender ações de uma empresa por R$45 o titular tem a opção de comprar ou não as ações pelo preço pré acordado em data futura. Se no dia do exercício da opção as ações estiverem cotadas em um valor acima de R$45 o titular pode comprar do lançador pelos R$ 45,00 pré estabelecidos e assim, obter um lucro com a venda no mercado a vista.

Isso quer dizer que se o valor das ações no mercado a vista superar o Strike Price (preço pré acordado) da opção de compra o titular exercerá a opção. Agora, se na data pré estabelecida a ação estiver abaixo do R$ 45,00 não haverá nenhuma vantagem para o possuidor da opção de executar o seu direito. Neste caso, o lançador receberá o premio da opção sem precisar realizara operação.

É possível notar que no caso da opção de compra, o lançador aposta que as ações iriam cair ou permanecer estáveis. Enquanto isso o titular ou comprador da opção está apostando na alta das ações.

Opções de venda

Diferente das opções de compra no caso das opções de venda o lançador recebe o prêmio e se compromete a comprar no futuro um determinado ativo pelo preço pré-estabelecido. Caso ainda seja o titular da opção de venda.

Curso Online para Certificação CPA10

Sendo assim, imagine que o lançador se comprometeu a comprar as ações de uma empresa pelos mesmos R$ 45,00 do exemplo anterior. Neste caso o titular tem a opção de vender ou não as ações. Se no dia do exercício as ações estiverem cotadas abaixo de R$ 45,00 o titular pode compra-las no mercado a vista e então vende-las ao titular da opção pelos R$ 45,00 obtendo lucro.

Dessa forma, se valor das ações no mercado a vista forem inferior ao preço de exercício da opção de venda o titular exercerá essa opção. Já caso contrário aconteça, o titular não terá vantagem em exerce-la. É importante notar que se o titular optar por não exercer a opção o lançador terá recebido o premio sem precisar realizar a operação.

Para facilitar a sua compreensão do mercado de opções basta lembrar que uma opção funciona ao contrário da outra.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!