Muitas vezes precisamos de dinheiro para alguma coisa. Pode ser para uma consulta médica de emergência, comprar um carro, uma casa ou até mesmo utilizar este crédito para quitar uma dívida mais cara.

Neste artigo vou mostrar para você os principais tipos de crédito para pessoa física.

É uma ordem aleatória, ok? Não quer dizer que um destes tipos de crédito para pessoa física é melhor ou pior.

Empréstimo online

Devido ao avanço da tecnologia você pode obter empréstimos para pessoa física sem sair de casa. Já é possível conseguir crédito direto ao consumidor (CDC) para pessoa física sem pegar filas enormes ou assinar dezenas de documentos depois de esperar horas na fila do banco.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Além da praticidade, os empréstimos online geralmente possuem taxas que são menores do que as taxas dos grandes bancos. Isso é possível porque nos bancos online ou nas chamadas fintechs não é necessário gastar dinheiro com aluguel de agências e etc…

Mas nessa hora é necessário ter cuidado triplicado e ficar atento, porque se qualquer empresa lhe cobrar uma taxa antes da liberação do empréstimo pode ser um golpe.

Quando falamos de golpes online relacionados a dinheiro, os mais comuns são e-mails falsos que simulam o site da instituição financeira em que você fez o empréstimo solicitando informações.

Antes de digitar qualquer informação, confira bem o link na barra de endereços do seu navegador e fique atento a qualquer diferença.

Aqui vão três exemplos de empresas que oferecem serviços de empréstimo online que você pode confiar:

Empréstimo com garantia de joias (penhor)

Esta modalidade de empréstimo é muito antiga e também super comum. Essa operação de crédito para pessoa física é realizada há anos com exclusividade pelas agências da Caixa Econômica Federal. Se qualquer outra pessoa lhe oferecer este tipo de empréstimo cuidado, é golpe.

Neste tipo de operação, a CEF fica com as joias como garantia do valor que você pagará emprestado. Assim que você quitar a sua dívida, o banco vai devolver suas joias. Em contrapartida, caso não consiga quitar a dívida o banco ficará com elas.

Lembre-se que este tipo de empréstimo costuma ter juros bem menores, uma vez que o banco tem uma garantia real de que receberá o valor.

Empréstimo com veículo em garantia

Essa modalidade é quase igual a anterior. A maior diferença é que em vez de joias você deixa o carro como garantia para o banco. Nesses casos os bancos liberam até 70% do valor do veículo.

O ponto negativo é que como o veículo é um bem que tem bastante depreciação (grande perda de valor) os juros são mais altos.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Empréstimo com imóvel em garantia

O empréstimo com imóvel em garantia também é uma forma bem tradicional de crédito para pessoa física. Nos Estados Unidos este tipo de empréstimo é o mais comum de todos e recebe o nome de Hipoteca. Os pontos negativos nessa modalidade é demora e o grande risco envolvido. Assim como as modalidades anteriores você deixa um bem muito relevante em garantia.

Isso quer dizer que se você não conseguir pagar o banco vai ficar com o bem. O grande problema é que nesse caso é o seu imóvel! Além deste risco maior antes de realizar a operação o banco precisará avaliar o seu imóvel (um serviço que tem custo).

Outro problema que eu vejo nas operações de hipoteca é que a instituição financeira costuma liberar bastante dinheiro porque o imóvel é a garantia do empréstimo. Isso pode ser uma cilada uma vez que você terá uma dívida grande e talvez não precise de tanto dinheiro assim. E sempre vale a pena lembrar que você estará pagando juros sobre este dinheiro que você não precisa.

Empréstimo com antecipação do imposto de renda

Para poder optar por este tipo de empréstimo, primeiro você precisa ter valores a restituir do seu imposto de renda e segundo a certeza que não caiu na malha fina. Este tipo de empréstimo só é recomendado em casos de extrema emergência, porque às taxas de juros não são muito atrativas e, quando você receber a restituição do imposto de renda 100% do valor da restituição será debitado da sua conta.

Uma dificuldade na contratação deste tipo de crédito para pessoa física é que normalmente só é oferecida pelos bancos para seus correntistas ou mesmo aqueles que recebem seu salário no banco. Os juros cobrados por esse empréstimo podem variar de 2% a 5% por cento ao mês, dependendo do banco.

Empréstimo com antecipação do décimo terceiro

Essa opção é parecida com a anterior e muitos bancos já dão essa possibilidade aos clientes no primeiro mês do ano. Este tipo de crédito para pessoa física tem uma taxa média de juros em torno de 3% ao mês.

Antes de contratar a antecipação do décimo terceiro é importante estar com o planejamento financeiro em dia para ter certeza que estes recursos não lhe farão falta no final do ano.

Empréstimo consignado

Para as instituições financeiras este é o tipo de crédito para pessoa física mais seguro. Isso se dá porque o valor das parcelas de empréstimo são descontadas diretamente da sua folha de pagamento. Para que seja possível obter este tipo de crédito, a empresa que você trabalha precisa ter este tipo de serviço pré-autorizado com a instituição financeira.

O empréstimo consignado é acessível para:

  • Funcionários públicos
  • Funcionários de empresas públicas ou privadas conveniadas ao banco
  • Aposentados e pensionistas

As taxas dos empréstimos consignados são as menores quando tratamos de crédito para pessoa física porque o valor é descontado direto da folha de pagamento. Então o banco tem a garantia que a dívida será quitada. É maravilhoso para o banco e ótimo para o cliente.

Cheque especial e crédito rotativo do cartão de crédito

Este são os piores tipos de crédito para pessoa física. Caso você não pague o valor total de sua fatura do cartão de crédito o banco lhe permite pagar uma taxa mínima e, pagar o restante do valor depois.

Já o cheque especial é um tipo de empréstimo que todos já conhecem pela sua facilidade de obtenção, basta abrir uma conta no banco e lá está o limite do cheque especial.

Tanto o crédito especial como o não pagamento completo da fatura do seu cartão de crédito são os chamados créditos rotativos.

MUITO cuidado com estas duas modalidades de empréstimo, os juros nesses tipos de empréstimo são absurdamente altos (mais de 400% ao ano), por isso evite-os a todo custo.

Financiamentos

O financiamento é mais uma modalidade de crédito para pessoa física e está disponível para bens de alto valor como veículos e imóveis.

Se você quer comprar um carro ou uma casa e não tem o dinheiro total para fazer isso essa é uma opção.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!