Não adianta nada a Instituição cuidar tanto dos seus clientes e ocorrer Lavagem de Dinheiro entre os próprios empregados/funcionários da empresa, não é mesmo?

O princípio do “CONHEÇA SEU EMPREGADO” – Know Your Employee (KYE) visa conhecer o contratado pela instituição desde a contratação, tendo informações sobre seu ciclo de vida e de suas transações, tendo como objetivo identificar a origem dos recursos e avaliar se existe compatibilidade entre as movimentações e a sua capacidade financeira.

Uma das práticas de compliance da instituição, é de importância do RH fazer uma varredura nos candidatos a serem contratados, sobre a existência de antecedentes criminais (quais os motivos), se já cometeram alguma fraude ou até se estão respondendo judicialmente em algum processo em aberto.

Também há o desenvolvimento de políticas PL-FT, para que exista um monitoramento antifraude capaz de identificar atividades incomuns dentro da instituição. Sendo elas suspeitas, haverá uma análise para identificar qual foi a verdadeira intenção e se essa conduta foi de potencial leve ou de alta gravidade dentro das diretrizes da PLD-FT.

Mais um ponto abordado pelo KYE, é questões internas entre os funcionários. Então, toda uma política que visa evitar que ocorra assédio moral, sexual e preconceitos para com outros funcionários. Como medida, é comum serem implementados canais de denúncia para que não haja divulgação do denunciante