CEA - Certificação Especialista de Investimentos

Introdução ao Mercado de Derivativos: entenda tudo sobre suas operações

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 13 de maio de 2020
Junte-se a mais de 100 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Seja muito bem vindo a Introdução ao Mercado de Derivativos! Esse que é um assunto que deixa muita gente de cabelo em pé, mas você vai ver que é muuito moleza! 

Começando os trabalhos para a introdução!

Tudo o que você já viu de ativos financeiros, como Títulos de Renda Fixa e Títulos de Renda Variável, os Derivativos são instrumentos financeiros que derivam dos ativos.

Basicamente, ela funciona assim: 

Se eu tenho uma ação, dessa ação eu posso ter outros instrumentos financeiros que são derivados a esse, como Opções, Mercado Futuro e posso ainda fazer um termo disso.

E é isso que vou te explicar agora, como que funciona as operações de Derivativos que derivam de um ativo financeiro base.

Curso Online para Certificação CPA10

Quais são estes derivativos?

Há diversos Derivativos encontrados em nosso mercado, mas é importante você reconhecer e conhecer alguns que se tornam frequentes dentro do fluxo da sua profissão e até mesmo para a sua prova.

São eles:

  • Derivativos Agropecuários:
  • Derivativos Financeiros:
    • Derivativos de Câmbio, Taxas de Juro, Inflação
  • Derivativos de Energia e Climáticos:
    • Energia, Gás Natural, Créditos de Carbono, estes não são tão comuns aqui em nosso país, porém, existem

Na verdade, para que você possa entender essa Introdução ao Mercado de Derivativos, é válido você saber que neste mercado concentra, principalmente, tudo o que a gente pode negociar. 

Por exemplo, há Derivativos de imóvel. Portanto, tudo o que pode haver um tipo de negociação pode conter um tipo de derivativo, isto é, um instrumento financeiro que derive disso.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Operações Possíveis com Derivativos

  • Mercado de Swap – que é quando fazemos uma troca;
  • Mercado a Termo – que é uma espécie de cheque especial;
  • Mercado de Opções – é muito parecido de quando compramos um imóvel na planta;
  • Mercado Futuro – que é quando a gente prevê o futuro (mais ou menos isso, né?).

Participantes

Neste mercado, além das quatro operações possíveis, que vimos acima, existem três participantes:

  • Hedger: busca proteção contra às oscilações de preço
  • Especulador: procura auferir ganhos de curto prazo com às oscilações de preço
  • Arbitrador: Obtém vantagens financeiras das distorções de preços em diferentes mercados

Bem que eu disse que era moleza, né? Agora vai ficar super mais fácil de você poder compreender todo esse conteúdo. É só aproveitar!

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *