O Acordo de Basiléia tem esse nome justamente porque foi realizado pela primeira vez na cidade de Basileia, na Suíça.

O encontro e o acordo tem como principal objetivo da criação de uma espécie de comitê de riscos global estabelecendo exigências mínimas para o funcionamento de uma Instituição Financeira.

Parece complexo mas não é, dá uma olhadinha no vídeo abaixo:

Recordando, existem três tipos de acordos instituídos no Mercado Financeiro:

  • Basiléia I em 1988
  • Basiléia II em 2004
  • Basiléia III em 2010

Bora conhecer ainda mais cada um? Segue comigo!

Acordo de Basiléia I

As Basileia são acordos internacionais que fomentam a cooperação internacional entre bancos centrais e outras agências em busca da estabilidade monetária e financeira.

Tudo teve seu início com o BIS: Bank of International Settlements com a criação do BCBS = Basel Committee on Banking Supervision. Sendo que, são parâmetros para as alavancagens e evitando que as IFs venham a quebrar.

Em 1.988 foi divulgado pelo BCBS o primeiro Acordo de Basiléia que visava criação de exigências mínimas de capital para Instituições Financeiras como a forma de mitigação do risco de crédito.

Curso Online para Certificação CPA10

Acordo de Basiléia II

Em 2004, o BCBS divulgou revisão do Acordo de Capital da Basiléia, conhecida como Basileia II, com o objetivo de buscar uma medida mais precisa dos riscos incorridos pelos bancos internacionalmente ativos.

Isto é, houve a amplificação das medidas com implementação de três pilares:

  1. Requerimentos mínimos para risco de crédito, mercado e operacional.
  2. Revisão pela supervisão do processo de avaliação de adequação de capital dos bancos.
  3. Disciplina de Mercado.

Basiléia III

A crise financeira mundial de 2008 assinalou que Basiléia I e II mostraram-se insuficientes e precisaram, novamente, serem revisados.

Assim, no ano de 2010 foi publicado o Basel III. Que nasceu para coibir a alavancagem excessiva das Instituições Financeiras.

É importante lembrar que Basiléia não possui força de lei nos países participantes.

Aqui no Brasil, está sendo implementado a partir de resoluções do Bacen:

  • Resolução 3.644
  • Resolução 4.192
  • Resolução 4.193

Esta última Basiléia traz a exigência de maiores reservas de capital para a absorção de problemas de liquidez em momentos de stress. E a criação dos “Buffers” para evitar o efeito contracíclico, que são verdadeiros colchões de liquidez para absorver possíveis perdas.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!