Como sabemos até aqui, um fundo de investimento é uma prestação de serviço. Outra coisa que é amplamente difundido no mercado financeiro é que “não existe almoço de graça” em lugar nenhum. Ou seja, para o investidor investir em um fundo de investimento, terá custos. Os custos dos fundos investimentos são as taxas, conforme abaixo:

⯀ Taxa de administração: é uma taxa fixa, expressa em percentual ao ano e é cobrada e deduzida diariamente no patrimônio líquido do fundo. A cobrança de taxa de administração afeta o valor da cota. A rentabilidade divulgada pelos fundos de investimento é sempre líquida de taxa de administração, por isso sempre instrua seu cliente sobre estes custos;

⯀ Taxa de performance: É o percentual cobrado do cotista quando a rentabilidade do fundo supera a de um indicador de referência. Um fundo ativo pode cobrar (se previsto no regulamento) a taxa de performance desde que essa seja limitada a 20% do que exceder o benchmark e com o período de mínimo de 180 dias.

Vamos exemplificar a taxa de performance. Imagine um fundo ativo que tenha como objetivo superar o Ibovespa: resultado do Ibovespa no período foi de 10% e do fundo foi de 15%.

Dessa  forma, o fundo superou seu benchmark em 5%. Assim, o fundo pode cobrar no máximo 20% sobre o que excedeu, resultando em 1% (dos 5% superados).

Portanto, o fundo entregaria uma rentabilidade de aproximadamente 14%.

A taxa de performance pode ser cobrada somente depois de ser deduzido todas as outras despesas do fundo;

⯀ Taxa de entrada (na aplicação): embora não seja usual no mercado, a legislação prevê que o fundo pode, desde que previsto em regulamento, cobrar para o investidor entrar no fundo;

⯀ Taxa de saída (no resgate): assim como a taxa de entrada, não é usual, mas é permitido que o fundo cobre de investidor para sair do fundo.

Existem outras despesas que os cotistas pagam e são previstas no regulamento do fundo, como:

○ impressão, envio e publicação de relatórios.

○ envio de correspondências como convocações e comunicados aos cotistas.

○ honorários de auditores independentes. 

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!