Neste artigo vou falar sobre um assunto muito polemico! Será mesmo que o Santander vai demitir geral?

Toda história começou com um comunicado do presidente do Santander Brasil, Sergio Rial (que admiro muito inclusive) falando sobre uma reestruturação que o banco vai realizar. A idéia é de que não se tenham mais caixas, e que as agências abram aos finais de semana trazendo um diferencial no atendimento aos seus clientes.

A polêmica começa que os colaboradores do Santander não querem trabalhar no final de semana e nesse novo formato onde o funcionário fica apto a atender diversas demandas do cliente é necessário uma maior qualificação. É ai que entram as certificações financeiras como CPA 10, CPA 20, CEA e CA 300.

Sergio falou sobre um prazo de 90 dias para os funcionários adquirirem as certificações da ANBIMA. Afinal, todos que trabalham no meio já estão carecas de saber que estas são certificações obrigatórias para quem trabalha no banco. Sem ser aprovado, não é permitido trabalhar com a distribuição de produtos de investimento.

Não vai haver redução no número de Colaboradores

Mas muita calma. Essa reestruturação não significa que vai ter uma redução do numero de cargos ou colaboradores. O plano é uma reestruturação para um modelo focado no cliente. Algo mais assemelhado ao modelo americano. Neste modelo qualquer colaborador do banco está apto a vender tanto produtos de investimento como crédito o que permite um atendimento mais eficiente sem que o consumidor precise rodar de atendente em atendente.

Realmente vão haver demissões?

O temor é de que os profissionais não certificados até 01/05/2019 serão desligados.

Tenho recebido muitos comentários reclamando de que isso não é justo. Mas… será mesmo que não? Tem funcionários que estão no banco ha cinco, dez, quinze anos e ainda não tiraram uma certificação financeira. Todo mundo sabe que as certificações são obrigatórias. São profissionais acomodados e que vão levando com a barriga esta exigência. Do outro lado do jogo temos o estagiário novato que ingressou no banco a 30 dias com o vulgo “coletinho da humildade” e já fez a CPA20.

Quem você acha que é o colaborador mais interessante para a instituição financeira? O profissional acomodado a anos o o jovem com sangue no olho para bater metas, crescer na carreira e gerar valor para a instituição?

Não, não estou julgando ninguém. Eu entendo que a vida não é fácil e que as pessoas tem problemas familiares, financeiros e de todos os tipos. Inclusive, eu tenho problemas. O fato é que, ser bancário ou agente de investimentos, corretor de seguros ou qualquer área afim é nossa profissão. É o trabalho que “coloca o pão na mesa”. Por isso, não podemos deixar de lado as certificações, treinamentos e o progresso da carreira.

Isso também serve pra você que não trabalha no Santander

Se você trabalha no Itaú, Bradesco, Sicredi, Inter, Original ou em qualquer outro banco… não interessa! Lembre-se de que a profissão vai muito além de uma única instituição financeira. Se você gosta de ser bancario, é preciso estar sempre evoluindo. Faça a CPA 10, CPA 20, CEA complemente com a CA 600 ou CA 300… Mostre que você é um profissional apto que esta de informado sobre as mudanças e atualizações do mercado financeiro.

Eu pessoalmente gostei muito dessa nova política do Santander. O mercado bancário precisa evoluir. Uma reclamação muito comum é de que… Mas na minha agência o gerente geral tem 20 anos de banco, sem ensino superior e tem só a CPA 10. A grande pergunta é? Por quanto tempo? Não estou dizendo que ele precisa ser desligado, muito longe disso. Mas que seja o empurrão para que este profissional volte a se qualificar. Porque tem estagiário que já entra e faz a CPA 20, pensando em CFP, pós graduação…

Apenas para concluir o raciocínio, o Santander é um banco que gosto muito. Toda a área digital é bem otimizado para a experiência do cliente, de fácil utilização e aparência agradável.

O grande perigo da Quarta Revolução Industrial

Você já ouviu falar das revoluções industriais, certo? Nós estamos muito perto de uma quarta revolução industrial. Por favor, não se apavore porque não é essa minha intenção. Mas nessas revoluções industriais as máquinas roubaram o trabalho de milhares de pessoas, e é o que deve acontecer em breve. Em diversos setores como o automobilístico é possível encontrar fábricas trabalhando completamente sozinhas. Apenas com alguns engenheiros supervisionando o funcionamento das máquinas.

Isso é algo que ainda deve demorar muito para chegar no mercado financeiro. Então a sua preocupação não deve ser se Santander vai demitir geral mas sim não se acomodar. O título deste artigo é bem chamativo justamente para abrir seus olhos para a crescente concorrência no mercado de trabalho. A grande mensagem que desejo te passar com esse conteúdo é que jamais deixe de se qualificar. O aprendizado constante é o que nos mantém vivos e requisitados pelo mercado de trabalho.