Finanças e Investimentos

Risco de liquidez: o que é isso e como aproveitá-lo?

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 12 de março de 2021

Risco de liquidez: não há, nesse país, algum interessado em investimentos que não tenha ouvido falar nesse termo. A liquidez, aliás, pode ser uma grande aliada sua, ou a razão do seu prejuízo. Por isso, é preciso conhecer bem esse conceito e saber como usá-lo ao seu favor.

Entretanto, não dá para falar de lucro ou prejuízo antes de entender o risco de liquidez. Então, vamos lá.

O que é liquidez?

Liquidez é a capacidade de transformar um bem em dinheiro. Supersimples, não acha? Apenas não se esqueça: estou falando de preço justo. A liquidez se refere a você receber o dinheiro que é justo por algum bem.

Se você tem um celular, por exemplo, pode tentar vendê-lo. A liquidez é isso: seu celular, após vendido, vai ser transformado em dinheiro. Caso você o venda pelo preço que vale, é claro.

E o risco de liquidez?

Se liquidez é o preço justo, então, quando falamos de “risco de liquidez”, nos referimos ao risco de você não conseguir o que é justo pelo seu bem. Assim, temos um prejuízo na negociação. 

Imagine, agora, que você tem 10 milhões de reais. Com esse dinheiro, tem a chance de comprar uma mansão em alguma praia de prestígio, ou de investir menos dinheiro ao adquirir vários apartamentos menores. 

Se você escolher a mansão, o risco de liquidez é maior. Afinal, é todo dia que uma mansão de 10 milhões de reais é comprada? Com certeza não. No fim, provavelmente essa mansão precisaria ser vendida por um pouco menos.

Apartamentos, por sua vez, são negócios bastante recorrentes. Você mesmo deve conhecer alguém que adquiriu um recentemente, ou que tem planejado adquirir. Nesse tipo de negociação, é bem mais provável que o seu dinheiro renda, ou que, pelo menos, você receba o que investiu.

Como a liquidez afeta os investimentos?

Sabe quando um investimento permite que o resgate seja feito a qualquer momento, sem muitas penalidades? Esse é um investimento de alta liquidez.

Os investimentos de baixa liquidez, então, são aqueles que impedem você de pegar o seu dinheiro de volta antes do prazo combinado. 

Se estiver na dúvida sobre como saber se um investimento apresenta alta ou baixa liquidez, preste atenção nos detalhes que você deve observar:

  • Carência: durante a carência, seu dinheiro não pode ser sacado;
  • Vencimento: se você deseja receber o rendimento prometido na hora da compra, deve esperar a data do vencimento;
  • Prazo de resgate: aquele tempinho que leva para o dinheiro cair na sua conta após você ter solicitado o resgate.

Se os prazos forem grandes, a liquidez do investimento será menor. Entretanto, é preciso estratégia. Afinal, investimentos de baixa liquidez normalmente também apresentam rendimentos maiores. Tudo é planejamento e análise.

Qual é a sua necessidade?

Quando eu falo que tudo é planejamento e análise, também quero dizer que a sua necessidade conta muito. Como assim? Eu explico.

Pergunte a si mesmo, antes de investir, se você pode e quer cumprir os prazos propostos pelo investimento em questão. 

O prazo é razoável? Você considera o risco de passar por imprevistos até receber os rendimentos? E se precisar do dinheiro antes?

O meu conselho é que haja a garantia de que você terá recursos disponíveis a qualquer momento. Por isso, que tal investir uma parte do seu dinheiro em produtos de alta liquidez? Assim, quando a necessidade bater, a grana não vai faltar. 

A melhor escolha é baseada no seu perfil

Quando se trata de investimentos, todo conselho é bem-vindo, é claro. Porém, o ideal é que você coloque na ponta do papel seus gastos e rendimentos e analise quanto será investido. E mais: quando é necessário ter o dinheiro de volta.

Aqui, não tem jeito. Você precisa se conhecer. Opções de investimento não faltam. O segredo é escolher a que melhor se encaixa no seu momento e utilizar o seu conhecimento sobre risco de liquidez para não ter nenhuma dor de cabeça no futuro.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

One Reply to “Risco de liquidez: o que é isso e como aproveitá-lo?”

Irenilda

Fantastico