Nós já sabemos que proventos são os benefícios distribuídos por uma empresa aos seus acionistas, beleza?

Mas agora vamos falar um pouco sobre cada um deles.

Dividendos:

É a distribuição de parte do lucro aos acionistas, ofertados exclusivamente em dinheiro.

O percentual mínimo distribuído deve ser de 25% para fins de dividendos

Ao ocorrer a distribuição, o valor das ações diminui na mesma proporção do percentual distribuído aos acionistas.

Os Fundos de Investimentos Imobiliários possuem alto retorno de dividendos, pois devem distribuir no mínimo 95% de seus lucros aos seus cotistas.

Bonificações:

É a distribuição de novas ações devido ao aumento do capital social da empresa.

Dessa forma, apenas recebe as bonificações quem já é acionista da empresa.

JCP:

O juro sobre capital próprio é distribuído quando a empresa reinveste parte do lucro e paga juros ao investidor por esse valor.

Direitos de Subscrição:

O direito de Subscrição garante ao acionista a aquisição de novas ações com preços determinados.

Para a distribuição de proventos pagos em dinheiro ou ainda o direito de subscrição, o preço é ajustado no dia da negociação.

Para bonificações ou qualquer provento em novas ações, ajusta-se a quantidade, lote-padrão e o preço proporcionalmente ao percentual do provento.

E cabe mencionar que o direito de subscrição é diferente do bônus de subscrição.

O direito de subscrição é obrigatório quando a empresa o capital social, então o investidor pode escolher ou não exercer o direito.

Já o bônus de subscrição é uma forma de beneficiar quem já é acionista da empresa.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!