Certificações Financeiras

Portabilidade em Previdência Complementar

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 7 de novembro de 2019

Cursos Anbima, Ancord e Abecip com Desconto

Você já se deparou com a seguinte situação:

“Não sabia que determinando plano de previdência tinha algumas taxas a menos do que o seu… é possível trocar?”

Sim. É possível fazer isso! Mesmo planos que estejam em instituições financeiras diferentes, podem ser trocados, através da portabilidade!

Portabilidade em Previdência Complementar
Portabilidade em Previdência Complementar

De maneira bem similar ao que já acontece com as dívidas, empréstimos e financiamentos os planos de previdência também contam com esse beneficio.

Todos os planos de previdência devidamente regulamentos contam com essa opção de portabilidade.

Isso serve para dar mais liberdade aos investidores, e ao mesmo tempo, acirrar um pouco mais a concorrência dos grandes bancos com as instituições menores.

Como funciona a portabilidade?

O cliente terá que solicitar a instituição que faz a administração do plano para transferir o saldo de sua previdência para a nova conta.

Todo o processo não deve demorar mais do que 5 dias úteis. Mas vale lembrar que não é possível transferir valores entre planos diferentes como de um PGBL para VGBL ou vice e versa.

Nesses casos o investidor vai precisar avaliar junto à instituição a possibilidade de realizar uma troca interna, ou infelizmente fazer o saque do saldo para então optar por um novo plano.

Saiba mais sobre a tributação dos planos de previdência neste artigo.

Porque fazer a portabilidade?

A portabilidade é uma maneira mais simples, e segura de manter o saldo da conta sem precisar pagar imposto de renda. Além disso você escapa de pagar outras taxas antes do tempo.

Curso Online para Certificação CPA10

Caso o investidor optasse por simplesmente sacar o valor da previdência, o imposto de renda seria retido acarretando em um prejuízo.

Levando em consideração um plano VGBL a retenção seria sobre os rendimentos auferidos durante o período podendo chegar até 35% em um período de 2 anos.

Já no caso de um PGBL, poderíamos estar falando sobre uma retenção no valor total do resgate. Fato que poderia trazer uma perda financeira muito maior.

Portanto na hora de trocar de plano de previdência evite resgatar o dinheiro aplicado! Tente fazer a portabilidade, e assim fique sem pagar os impostos e taxas que podem ser retidas no momento do saque.

Vale a pena mudar de plano?

Depende de qual plano você esteja investido, e qual seria o novo destino. Em outros artigos falamos mais sobre as taxas cobradas em planos de previdência.

Uma dessas taxas é a de carregamento. Muitas pessoas acabam comprando tais planos com a taxa de carregamento pensando que todos são assim.

Considerações Finais

De repente lendo meus artigos, o leitor tenha se dado conta que não é bem assim. E melhor ainda, pode aproveitar ainda mais o dinheiro aplicado recorrendo a outros planos de previdência, sem a taxa de carregamento.

Curso Online para Certificação CPA10

Sendo assim, a portabilidade poderia lhe ajudar muito nessa situação. Primeiro porque evitaria pagar encargos e impostos sem necessidade, sem mencionar a possibilidade de se ver livre do carregamento.

A troca por outro plano de previdência também serve na hora de comparar rendimentos de sua previdência com outras.

Às vezes acabamos optando por um produto que não consegue entregar rendimentos compatíveis ao mercado.

Assim, o mais sensato a se fazer é um estudo sobre outras previdências e depois realizar a troca por uma que seja mais vantajosa.

Os rendimentos podem estar sendo prejudicados devido às taxas, ou ate mesmo pela má gestão do fundos de investimentos do plano.

Enfim, mesmo tendo em mente que o plano onde você está investido é o melhor ou o mais indicado, não deixe de pesquisar por outras oportunidades e caso você encontra algo melhor, torque!

Use a portabilidade!

Estudando para uma certificação financeira? Venha participar do nosso grupo no Telegram. Temos grupos para todas certificações financeiras. Basta clicar aqui.

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *