Como está sua organização financeira, você se relaciona bem com o dinheiro, suas perspectivas para o futuro são boas? Para responder essa pergunta basta dar uma olhada na sua situação financeira.

Caso sua resposta tenha sido negativa, não há móvito para desespero. A chave para melhorar suas finanças está no planejamento e na organização financeira. Para dar este passo e melhorar sua vida financeira e emocional você precisa apenas de três coisas:

  • Conhecimentos básicos de finanças
  • Noções de planejamento
  • Um pouco de disciplina

Caso você não tenha alguma das três habilidades ficará um pouco mais difícil alcançar suas metas sem se endividar no processo. A boa notícia é que o Mobills te ajuda em todas elas automatizando os processos.

As três características que citei anteriormente tornam possível ter uma visão aprimorada em relação a natureza de nossos gastos e receitas. Desta forma, é muito mais fácil identificar atitudes que afetam de maneira negativa nossas finanças.

Por que a organização financeira é importante?

Querendo ou não, todos nós vivemos em função do dinheiro. Você pode constatar isso ao pensar que para comer e até mesmo ter um lugar confortável para dormir você vai precisar de dinheiro.

Já que todos nós precisamos conviver com o dinheiro por que não manter a organização financeira e ter uma vida saudável, sem o estresse gerado por ter dívidas em excesso e não conseguir pagar as contas?

Analise a seguinte pergunta: Será que o seu estilo de vida condiz com a sua realidade financeira e com os seus objetivos de vida? Ao responder essa pergunta com honestidade, você perceberá que é possível, por melhor que seja sua relação com o dinheiro, melhorá-la ainda mais.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

O controle de suas finanças é uma condição para formar um patrimônio ao longo da vida e não passar dificuldades quando não puder mais trabalhar. Ou quem sabe, alcançar a tão sonhada independência financeira.

Tudo isso é claro sem deixar de realizar seus desejos, para ser feliz você precisa ter uma vida financeiramente equilibrada.

O planejamento financeiro consiste em um conjunto de ações que vão lhe ajudar a projetar uma situação futura e estabelecer estratégias para cumprir com seus objetivos e compromissos.

Quando estamos tratando de finanças pessoais, o primeiro passo é estimar as receitas (seu salário e outras rendas) e despesas para criar o seu planejamento financeiro pessoal.

Depois é muito importante separar tudo em categorias de gastos, desta forma vai ficar muito mais fácil saber como você gasta seu dinheiro.

Com as informações obtidas nesse processo, já dá para começar a organizar todas as partes que afetam o seu orçamento. Aqui já vai ser possível identificar os excessos de consumo que podem vir a comprometer seu saldo no final do mês.

Na organização financeira é possível identificar as falhas no seu orçamento e você pode estabelecer meios de corrigi-lo e direcionar suas finanças para o rumo ao cumprimento de suas metas.

Dicas para um bom planejamento financeiro

Para ter sucesso no planejamento financeiro, você deve encarar a própria vida como uma empresa. Para isso é necessário ter conhecimentos básicos como fluxo de caixa e noções de investimento.

O ponto de partida dever ser o diagnóstico da sua vida financeira. Você deve criar um orçamento para planejar o uso do dinheiro. Ao programar seus gastos antecipadamente, fica mais fácil de saber quando algo saiu fora da rota.

O ideal é que você divida suas despesas por grupos como moradia, transporte, lazer, alimentação etc.

Dessa maneira, antes de receber sua renda você terá uma visão geral de como serão seus gastos no mês. Caso você perceba que irá faltar dinheiro, é possível rearranjar as contas até que elas caibam no valor das receitas.

Digamos que você estipulou que vai gastar somente 400 reais por mês com roupas e acessórios pessoais.

Cumpriu o seu objetivo até agora (o Mobills te avisa quando você gastar 80% do orçamento) e o mês está acabando. Mas no último dia do mês foi pego de surpresa com uma superpromoção.

É necessário ter disciplina para não extrapolar seus gastos.

Metas ou objetivos?

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Ninguém economiza sem nenhum motivo, certo? O valor poupado que é resultante de sua economia será destinado a algo.

O objetivo financeiro trata-se nesse caso, daquilo que você quer conquistar no curto, no longo e no médio prazo. Para isso tem uma fintech chamada OiWarren que pode te ajudar muito neste processo.

Geralmente as pessoas estipulam uma lista de prioridades de desejos conforme o estágio da vida em que se encontram. Estes objetivos devem estar em sintonia com o plano de carreira da pessoa para fortalecer o crescimento profissional.

Já as metas dizem respeito a quantificação do que se quer atingir como por exemplo quando se quer algo. No caso da organização financeira pessoal, a definição de metas possui grande importância para que o indivíduo não a perca a direção de onde quer chegar.

Se uma meta de poupança mensal não for cumprida, você precisa revisar o próprio planejamento para entender as causas da inconsistência e assim, melhorar a programação de suas contas.

Muita gente perde o controle de seu dinheiro por que não possui um método seguro na hora de utilizá-lo. Quem faz os cálculos de cabeça corre o risco de achar que ganha mais do que realmente ganha.

Anotar a movimentação de receitas e despesas faz parte das tarefas necessárias para a organização financeira pessoal. É importante também que você de prioridade a quitar as dívidas essenciais como aluguel, prestação do carro, alimentação, etc.

Somente depois de pagar as contas prioritárias você poderá usar parte do dinheiro para gastos supérfluos como ir no cinema ou comprar a roupa da moda.

Todos os meses você deve comparar o que foi orçado com o que de fato foi gasto. Vale lembrar que para você realmente ser financeiramente organizado precisa ganhar mais do que gaste. Ter um superávit.

O recomendado é que você possua também uma reserva de emergência com 3 a 6 vezes o valor da sua renda. Essa reserva é muito importante se você for pego de surpresa com alguma situação como desemprego, doença etc. Também é recomendado que você guarde no mínimo 10% da sua renda mensal para a aposentadoria ou a independência financeira.

E o resto do excedente financeiro?

Um erro muito comum é gastar seu dinheiro em bens que perdem valor rapidamente como veículos em vez de investir em produtos que lhe tragam mais dinheiro.

Tenha em mente que a organização financeira pessoal deve se manter no decorrer de toda sua vida, e não apenas em alguns períodos específicos. Para isso, você deve criar condições para que o equilíbrio de suas finanças permaneça.

A baixa valorização da educação financeira é algo preocupante. Em nosso país poucas pessoas se planejam financeiramente e a maioria delas não tem noção do papel que a organização financeira pode fazer em suas vidas.

A organização financeira é útil a qualquer pessoa que queira melhorar seus hábitos de consumo e se aproximar dos seus objetivos ela lhe permite estudar seus hábitos de consumo para eliminar aqueles que sejam nocivos. Você otimiza a forma que gasta seu dinheiro e pode começar a planejar uma poupança e investimentos.

Compreender suas finanças vai te permitir melhorá-las progressivamente. Além disso, você conseguirá estabelecer um padrão de vida realista e condizente com sua realidade financeira e suas metas pessoais.

O Novo Investidor - Tudo sobre Investimentos, Finanças e Economia

Além de todos estes benefícios, estar com as finanças em dia melhora o bem-estar e a segurança da família, tudo isso porque você terá o controle dos gastos e receitas e pode planejar um fundo de emergência para algum imprevisto que possa aparecer.

Gerenciar sua renda de forma mais eficaz e assertiva vai lhe ajudar a entender quanto dinheiro você precisa para cumprir seus compromissos financeiros.

Em outras palavras, o planejamento financeiro evita que você fique com saldo devedor no final do mês e lhe aproxima de seus sonhos.

Agora você já sabe a importância que o planejamento e organização financeira têm em sua vida pessoal e na de sua família.

Gostou do conteúdo? Sabia que temos muitos vídeos sobre certificações e investimentos no nosso canal do Youtube? Clique aqui para conhecer!