Investimentos

O que é TIR? Conheça a Taxa Interna de Retorno

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 14 de setembro de 2020

Cursos Anbima, Ancord e Abecip com Desconto

Já falamos muito sobre termos inglês nas provas, mas você conhece a TIR? A Taxa Interna de Retorno é, basicamente e frenquentemente, encontrada em inglês, como Internal Rate of Return.

O motivo de utilizarmos em inglês é que lá na nossa querida amiga calculadora HP12C utilizamos a tecla F + IRR.

É a partir dela que será possível representarmos a remuneração de um projeto de investimentos. Matematicamente falando, é a taxa de juros que traz os Fluxos do Pagamento a Valor Presente.

Curso online Preparatório para Ancord AAI

Mais uma vez o Fluxo de Caixa!

Sim, se estamos falando de Fluxo de Pagamento é óbvio que estamos falando de Fluxo de Caixa. Esse que é uma ferramenta do mercado que possibilita o planejamento de recursos financeiros através de resultados para a tomada de melhores decisões.

Como funciona a Taxa Interna de Retorno?

Logo, podemos perceber que com o Fluxo de Caixa teremos a saída de dinheiro e trazemos todos os valores a Valor Presente Líquido. Só que no VPL encontrávamos uma taxa para zerar tudo para sabermos os retornos. Se for positivo, sobrará dinheiro, se for negativo, faltará ou será em zero.

Só que é impossível sabermos muitas vezes a taxa de juros efetiva em determinados projetos e se eles realmente valem a pena. É aí que a Taxa Interna de Retorno vem para nos resolver este problema.

Portanto, é por isso que trazemos os Fluxos de Caixa a Valor Presente.

Então, a TIR será igual a taxa que zera o VPL. Assim, na calculadora, após calcular o VPL podemos encontrar a tir com F + IRR.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Por que ela é tão importante?

Sabemos que o Valor Presente Líquido pode nos apresentar uma representação de retornos positivos ou negativos nos investimentos, Mas, vale ressaltar, que a TIR também é um fator de grande importância para a sua tomada de decisão.

Visto que, ela apresenta a taxa de crescimento esperado de um projeto. Desta forma, investimentos com uma TIR maior que outros significa uma maior e melhor chance de crescimento.

Porém, não se esqueça: apesar de ser uma função atraente – por poder apresentar bons dados – ela deve ser utilizada juntamente com o VPL. Assim, será possível alcançar uma ideia mais adequada e clara do valor de um potencial projeto.

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *