Finanças e Investimentos

O que é Circuit Breaker?

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 27 de agosto de 2020

Cursos Anbima, Ancord e Abecip com Desconto

Esse aqui é um dos momentos mais tensos em uma Bolsa de Valores. Isso porque, o Circuit Breaker acontece em situações de forte turbulência no Mercado de Ações. Sendo um mecanismo da bolsa que interrompe os negócios de acordo com as regras previstas no Manual de Procedimentos Operacionais na B3.

Como funciona o Circuit Breaker?

Basicamente, o Circuit Breaker é conhecido como a parada do pregão e ao ser acionado ele evita quedas na bolsa. Aqueles conhecidos oscilamentos de valores, que também podemos chamar de volatilidade, sabe?

Curso online Preparatório para Ancord AAI

Tais oscilações são atípicas no mercado, por isso, toda vez que isso acontece, essa operação é “ligada” para que haja um equilíbrio nas ordens de compra e venda dos investidores. De forma que, os proteja da temida volatilidade e que eles possam revisar os negócios e saber por onde seguir.

Existem limites para ele ser acionado e com seus respectivos tempos de pausa de acordo com a queda. São eles:

  • Queda de 10%: negócios interrompidos por 30 minutos;
  • Queda de 15%: negócios interrompidos por 1 hora;
  • Queda de 20%: negócios interrompidos por prazo a ser determinado pela bolsa.

Quando isso já aconteceu?

Atualmente, o assunto Circuit Breaker veio ainda mais à tona por conta de suas quedas no início da pandemia do coronavírus.

Lá em março de 2020, o Circuit Breaker foi acionado, pasmem, 6 vezes! Sendo que, no dia 12 do mesmo mês, foi necessário ser acionado duas vezes no pregão. Tal sessão foi encerrada com o Ibovespa em queda de 13,91%.

Antes disso, essa ferramente foi acionada em 2017, por 30 minutos, quando o mercado reagiu ao áudio entre o então presidente Michel Temer e o empresário Joesley Batista, acerca de uma provável compra de silêncio de um ex-deputado.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Note que o Circuit Breaker pode ser acionado por acontecimentos globais e nacionais. Isso ocorre porque o Mercado de Ações é de certa forma o maior do mundo, e globalmente falando, elas ficam em constante atualização com os acontecimentos.

Um bom exemplo disso é que em 2008, durante a forte crise financeira global, o mecanismo teve que ser acionado por pelo menos 4 vezes durante meia hora e uma vez durante uma hora, fechando a bolsa em queda de 10,18%.

Veja bem, o mercado oscila e a roda gira, estamos todos, praticamente, no mesmo barco.

A primeira vez em que o Circuit Breaker foi acionado em nosso país foi em 1997, durante a crise financeira lá na Ásia.

Pode parecer poucas vezes que esta ferramente foi acionada, mas esta situação pode dar grandes sustos em investidores. Porém, ela se torna importante para que o mercado tente se estabelecer e não tenha mais quedas.

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *