CPA 10 Anbima

Noções de Finanças Pessoais

Kleber Stumpf
Escrito por Kleber Stumpf em 17 de março de 2020
Junte-se a mais de 100 mil pessoas

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade

Pode parecer bobo, mas esse assunto mata muita gente na prova.

E acaba de certa forma “matando” muita gente na vida real também, pois as pessoas não possuem exatamente noções de Finanças Pessoais próprias e para seus clientes. 

Para que saber sobre noções de Finanças Pessoais?

Ter conhecimento sobre finanças é de extrema importância em nosso dia a dia, principalmente para você que está estudando para alguma certificação financeira. Ela serve ainda para diversas ocasiões para saber:

  • Seu cliente está com suas contas em dia? Ou está no vermelho?
    • É muito importante que seu cliente esteja equilibrado com suas receitas para começar a investir.
  • Está no vermelho? Oriente seu cliente com o básico das Finanças Pessoais.
    • Ter uma despesa menor que sua renda total, para que seja possível investir.

Curso Online para Certificação CPA10

Quando falamos de Finanças Pessoais podemos balizar diversas coisas e assim resumir elas em 3 etapas:

  • A elaboração de um balanço patrimonial pessoal
  • A elaboração de um fluxo de caixa
  • A elaboração de um orçamento doméstico

Basicamente, os dois primeiros são passado e o último é uma forma de tentar prever o futuro para manter as finanças em ordem. 

Para a sua melhor compreensão separei elas. Se liga!

Balanço Patrimonial Pessoal

Esse balanço é a primeira coisa que devemos fazer para organizarmos nossas finanças e dos clientes. Nela há:

  • Os ativos (direitos, propriedades e aplicações financeiras) do indivíduo ou da família;
  • Os passivos (dívidas) do indivíduo ou da família;
  • Se o saldo dos ativos for maior que o saldo dos passivos, o cliente tem um patrimônio líquido positivo – esse cara chamamos de Agente Superavitário, que é um ótimo cliente para vendermos produtos de investimentos;
  • Agora, caso seja o contrário, em que o saldo passivo for maior, o cliente tem um patrimônio líquido negativo – esse cara chamamos de Agente Deficitário, que é o tomador de crédito;
  • Também é possível e importante mensurar o índice de endividamento pessoal do cliente. Para isso, é necessário dividir o saldo dos passivos pelo saldos dos ativos – aqui iremos encontrar o valor percentual de endividamento do cliente;
  • Esse índice é uma métrica usada para quantificar a parte do orçamento pessoal de seu cliente está comprometida por dívidas;
  • Quanto maior for o valor desse índice, mais partes do orçamento estarão sendo consumidas apenas por dívidas.

Mais de 4000 questões comentadas para sua certificação financeira

Fluxo de Caixa Pessoal

Continuando, a gente necessita de um Fluxo de Caixa Pessoal para saber quais as rendas e quais as despesas de cada indivíduo. E se alguém tiver um patrimônio positivo, por exemplo, em algum momento ele teve um fluxo de caixa pessoal positivo. Mas, isso não necessariamente ocorre no presente. Olha só:

  • Do lado das receitas, deve mostrar:
    • a renda com o trabalho assalariado
    • os rendimentos (juros e dividendos) obtidos com aplicações financeiras
    • as distribuições de lucro de empresas das quais o indivíduo seja sócio
    • quaisquer outras rendas recebidas
  • Do lado das despesas, deve incluir:
    • todos os gastos pessoais ou familiares em itens como aluguel, mensalidades de escola, transporte, prestação de financiamento de veículo ou de imóvel, plano de saúde, alimentação e quaisquer outras saídas de caixa relevantes

Nesses fluxos de caixa podem ocorrer saldos negativos, que é quando alguém gasta a mais do que ganha. Como pode dar positivo. 

Sendo que, o Fluxo de Caixa Pessoal é o caixa de todas as receitas e despesas. Este e o Balanço Patrimonial são passado.   

Então, como se faz um orçamento?

Orçamento Doméstico

  • Bastante parecido com um fluxo de caixa, mas seu objetivo é com o futuro, e não o passado ou presente
  • É com base neste orçamento que o Planejamento Financeiro Pessoal pode, efetivamente, acontecer
  • As informações sobre receitas e despesas do passado e do presente dão embasamento para a elaboração desse orçamento
  • E cabe ao indivíduo definir como pretendem lidar com suas finanças dali em diante
  • Para que deixe no futuro de ser devedor, para se tornar um agente econômico superavitário
  • Ou acelerar a poupança para a realização de investimento

Quer passar em uma certificação Financeira?

Receba um e-book exclusivo com 7 dicas para ser aprovado!

Hey,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *